Appaloosa

“Many Times tinha tudo para ser o cavalo mais rápido que treinei”, diz Lewis Wartchow

Contudo, o potro teve a sua carreira precocemente interrompida após ser diagnosticado com uma lesão no osso sesamoide

O triple A com índice de velocidade 98 e ganhos de U$23,281, Many Times é filho do lendário Time Flies. Em sua terceira geração corrida, Many foi um derrubador de marcas dentro do Appaloosa de Corrida, sendo o terceiro melhor potro entre os estreantes da temporada 1979.

Além disso, ele venceu com facilidade sua seletiva credencial para a final do Texas Appaloosa Futurity-G1, em Sunland Park. Contudo, o resultado deixou para trás aquele que viria a ser o campeão do World Wide Futurity-G1, o Mister Clyde.

Depois, Many acabou sendo batido na final, por uma cabeça de frente, pelo Easy We Go (cravando 17”70 nas 350 jardas). Sem dúvidas, ele tinha tudo para se tornar um dos mais rápidos cavalos da nação Appaloosa naquele ano ao vencer suas seletivas para o World Wide.

Entretanto, teve uma interrupção precoce de sua carreira nas pistas de velocidade após ser diagnosticado com lesão no osso sesamoide. Ou seja, uma das principais causas de manqueira devido a claudicação.

Many Times foi vendido como yearling colt em 1978

Na época o aclamado treinador Lewis Wartchow disse sobre ele: “Many Times pode muito bem ser o cavalo Appaloosa mais rápido que eu já treinei. Ele pode, com certeza, correr à frente de um cavalo adversário mais que o próprio pai”.

Por fim, Dr. Leffie Carlton o vendeu como yearling colt em 1978 com a assessoria do Mr Lewis. Depois, o treinador o vendeu para o Walls Racing, assegurando aquele potro negro promissor para os seus estábulos:

Fonte: Appaloosa Glic
Crédito das fotos: Divulgação/Appaloosa Glic

Veja mais notícias sobre o cavalo Appaloosa no portal Cavalus