Crioulo

Gira Técnica do cavalo Crioulo volta a visitar estados no norte do país

Desta vez, o técnico e o analista de expansão da ABCCC passaram pelo estado de Rondônia, Acre e Roraima

Teve início nesta semana mais uma etapa da Gira Técnica do cavalo Crioulo pela região norte do país. O trabalho é uma iniciativa da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

Dessa forma, o técnico credenciado Rodrigo Teixeira e o analista de expansão Bruno Marques da entidade visitarão cidades dos estados do Acre, Roraima e Rondônia para fornecer auxílio técnico e demais serviços aos participantes.

Até o momento, cerca de nove municípios, entre os três estados, estão confirmados na rota de visitas dos analistas.

Entenda a Gira Técnica

A Gira Técnica  tem o intuito de aproximar os criadores de estados mais distantes, que não possuem supervisores credenciados residentes, da sede da associação.

Dessa forma, fornece não somente informações sobre a raça Crioula, mas também realiza registros provisórios e definitivos, resenhas, revisões das manadas, confirmações de animais e proporciona toda orientação que os criadores possam precisar.

Como participar?

Criadores do norte do país ainda possuem oportunidade de participar desta etapa da Gira Técnica. Os estados do Acre e Roraima já possuem seu roteiro compreendido.

Os municípios confirmados na trajetória da gira são Cruzeiro do Sul, no Acre; Ariquemes, Cacoal, Espigão do Oeste, Pimenta Bueno, Alta Floreste d’Oeste, Ministro Andreazza, em Rondônia, e, por fim, em Boa Vista, Roraima.

Mas os interessados em serem inseridos na trajetória do estado de Rondônia, que receberá visitas a partir desta sábado (14). Portanto, podem entrar em contato com o técnico Rodrigo Teixeira através do telefone (53) 98407-2127 para checar disponibilidade de atendimento em sua localidade.

No mês de novembro, a Gira Técnica percorreu mais de cinco mil quilômetros pela região norte e nordeste do país, passando pelos estados do Pará, Maranhão, Bahia e Piauí, contemplando dez cidades dentro destes estados.

Fonte: ABCCC
Crédito da foto: Divulgação/ABCCC