No mesmo final de semana, o Inclusão de Ouro – prova da raça Crioula para portadores de necessidades especiais – emocionou novamente na pista de Esteio

Exposição Passaporte realizada no município sede da ABCCC, Pelotas/RS, teve égua de Uruguaiana como Melhor Exemplar da raça. O tom de ser um local tradicional para dar início aos trabalhos marcou a estreia do ciclo 2019, nos dias 14 e 15 de março, na Associação Rural de Pelotas.

A cidade faz parte de uma região histórica para a raça e deu o ponta pé inicial para a rota de Passaportes da temporada. Ao todo, mais 18 cidades ainda recebem as Exposições ainda esse ano. Com 63 animais admitidos, a Passaporte de Pelotas contou com a supervisão técnica de Rouget Gigena Wrege.

No julgamento, Ricardo Vieira Borges foi o responsável por selecionar os primeiros oito animais que se classificam para a Morfologia da Expointer. O evento foi uma organização do Núcleo Sudeste de Criadores de Cavalos Crioulos.

“Em uma Exposição com esse nível, as características dos animais são muito próximas. Os cabanheiros trazem seus melhores exemplares. O que nós precisamos fazer é tentar pontuar os detalhes que realmente são importantes para a raça”, salientou Borges.

Sobre a égua que levou o prêmio de Melhor Exemplar, Basca Dinastia (foto chamada), o jurado destacou que apesar de ainda ser uma potranca, a sua qualidade de cabeça é um destaque. “Ela tem uma cabeça curta, triangular e expressiva. O pescoço é leve, tanto na entrada dele quanto na entrada do peito. Eu acredito que o animal ainda tem um futuro muito promissor dentro da raça”.

Orgulho Mapocho. Fotos: Leandro Vieira

Já sobre o grande campeão, o cavalo Orgulho Mapocho, Borges explicou que o exemplar tem muita qualidade de cabeça, uma boa ganacha e uma cabeça expressiva de macho. “É um pescoço bem implantado tanto na cabeça quanto no peito. Ele tem profundidade de costela e os antebraços são musculosos. O cavalo se completa bem com uma garupa comprida, uma perna bem descida e com bons aprumos”.

Além de Basca Dinastia, também se classificaram Zamba 276 da Recalada, Basca Cobiça e FR Ilhapa; nos Machos, além de Orgulho Mapocho, classificaram Charque Ventarron, Basco Domero e Bucanero Ico. A próxima parada do ciclo de Exposições Passaporte é Dom Pedrito/RS, de 22 a 24 de março.

Inclusão de Ouro

No dia 17 de março, mais um capítulo na história da Inclusão de Ouro foi escrito. A data marcou a realização da segunda prova oficial da modalidade direcionada a portadores de necessidades especiais. Sediada em Esteio/RS, junto da programação do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos da 6ª Região, esta edição contou com seis participantes, dos quais cinco estavam estreando na disputa da competição.

De acordo com a coordenadora da subcomissão da modalidade e idealizadora da prova, Josilene da Silva Martins, além dos próprios competidores, a organização saiu muito satisfeita e vitoriosa com o resultado, que pôde proporcionar mais um momento único a todos os envolvidos. “Mais uma vez a prova emocionou o público que estava assistindo e fez a diferença na vida dessas seis pessoas”, diz.

Participantes do Inclusão de Ouro. Foto: Felipe Ulbrich

Além disso, durante o evento no Parque de Exposições Assis Brasil, a coordenadora conta que já foi procurada por interessados em treinar para participar de uma nova edição da prova. Uma situação que já se tornou habitual, ajudando no crescimento da modalidade. “Nós apresentamos essa nova proposta lá no começo e a visibilidade que temos conseguido dar para a prova e para a raça é o principal ganho”, diz Josi.

Representando a gestão que desde o início não mediu esforços para abrir todas as portas para a modalidade, o presidente da ABCCC, Francisco Kessler Fleck, também esteve presente na disputa da segunda prova oficial, reafirmando o compromisso da Associação com o fortalecimento dessas ações.

No resultado final, Ítano Figueiredo, ginete que participa da prova desde a sua idealização foi quem terminou na primeira colocação. O julgamento ficou a cargo do trio Eduardo Móglia Suñe, Felipe Caccia Maciel e João Malheiros Souza, que também foram os avaliadores da Credenciadora de Esteio.

Colaboração: Assessoria de Imprensa

Escreva um comentário