Mangalarga Marchador

Conheça o histórico das Campeãs das Campeãs do CBMP 2019

Dama da Barra do Rubim e Potira de Mairi ocuparam o lugar mais alto do pódio do evento exclusivo para animais de marcha picada

O 12º Campeonato Brasileiro de Marcha Picada (CBMP 2019) revelou ao Brasil as éguas de destaque na temporada. Foram elas: Dama da Barra do Rubim e Potira de Mairi, Campeã e Reservada Campeã das Campeãs, respectivamente. Confira o histórico de cada uma delas!

Antes de mais nada vale ressaltar que o evento foi realizado entre os dias 25 de novembro e 1º de dezembro no Parque de Exposições de Salvador/BA.

De acordo com a Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), a dupla agradou não só os árbitros, como também o público presente na exposição. Inegavelmente, elas foram bastante aplaudidas por todos.

Dama da Marcha Picada, Campeã das Campeãs

Imponência no nome e no andamento, foi assim que Dama da Barra do Rubim se apresentou paras as provas do 12º Campeonato Brasileiro de Marcha Picada 2019. Nascida em 3 de janeiro de 2013, a égua que fez história no Parque de Exposições de Salvador, é filha de Marechal do Sauipe em Harpia do Pau da Rola.

Cria da Fazenda Barra do Rubim, na cidade de Jacinto, interior de Minas Gerais, Dama se adaptou muito bem ao Nordeste. Atualmente, ela é de propriedade do Haras Cordeiro em Maranguape/CE e, assim, coleciona títulos em grandes exposições da região. Como, por exemplo, em Vitória da Conquista, Salvador, Feira de Santana. 

Mas, nas vezes que competiu fora, sempre se saiu bem, inclusive em seu estado natal, onde foi Reservada Campeã de Marcha Égua Adulta Maior, na 38ª Exposição Nacional em Belo Horizonte.

Portanto, o título de Campeã das Campeãs de Marcha Picada do 12º CBMP, veio para coroar o ciclo de muitas conquistas em eventos oficiais da raça.

Potira de Mairi, Reservada Campeã das Campeãs 

A Reservada Campeã das Campeãs de Marcha do 12º CBMP em Salvador é Potira de Mairi. Como o próprio nome já diz, a égua é natural da cidade de Mairi, também na Bahia. Nascida na fazenda Novo Oriente, 05 de outubro de 2012, é filha de Lampeão HO em Moça Nua de Mairi.

Potira de Mairi

Mas foi do Haras Mascarenhas, localizado na cidade de Itabuna, que Potira saiu em busca de mais um título importante em sua trajetória.

E ao entrar na pista do Parque de Exposições de Salvador, não decepcionou, foi Campeã Brasileira de Marcha Picada Égua Master, vitória que a permitiu fazer parte do seleto grupo de éguas que se destacaram no Ano Hípico 2018/2019.

Leia mais notícias sobre o cavalo Mangalarga Marchador

Com mais de vinte títulos na carreira, Potira de Mairi já participou e foi vencedora em duas Exposições Nacionais. Em 2018, foi Reservada Campeã Égua Adulta de Marcha e em 2019, foi Campeã de Marcha Égua Sênior.

Fonte: ABCCMM
Legenda da foto em destaque: Dama da Marcha Picada, Campeã das Campeãs
Crédito das fotos: Divulgação/Arthur Sérgio