Evento proporcionou ao público do Vale do Paraíba a oportunidade de conferir toda a beleza e funcionalidade do Cavalo de Sela Brasileiro

Ponto alto do primeiro semestre, realizada no Agrocentro, de Jacareí/SP, a Exposição Brasileira do Cavalo Mangalarga aconteceu entre os dias 29 de maio e 2 de junho. A mais importante mostra do calendário mangalarguista do período, encerrou sua décima sétima edição com uma programação recheada.

A grande contou com competições funcionais, provas sociais e momentos de confraternização, além dos concorridos julgamentos de marcha e morfologia responsáveis por eleger os Grandes Campeões Brasileiros de 2019.

Promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), em parceria com o Núcleo Mangalarga do Vale do Paraíba, a Exposição Brasileira teve a participação de 56 expositores, provenientes dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Pará, Amapá e Rio de Janeiro.

Segundo Luis Augusto de Camargo Opice, Presidente da ABCCRM, a mostra foi uma ótima oportunidade para o público da região conhecer melhor as qualidades desta raça legitimamente brasileira. “O Mangalarga vive hoje a sua melhor fase. Afinal, a raça conseguiu um equilíbrio muito grande entre beleza, função e marcha. Espero que os visitantes tenham se apaixonado peça nossa raça”, expôs.

Expo Brasileira do Cavalo Mangalarga
Os cobiçados troféus dos Grandes Campeões Brasileiros de 2019.

Na avaliação de Felipe Angelin, presidente do Núcleo do Vale do Paraíba, a exposição deste ano foi um sucesso. “A comissão organizadora trabalhou bastante para fazer o evento com extrema eficiência e qualidade. Dessa maneira, conseguimos atingir nossas expectativas, fazendo dessa edição a maior da história do evento”.

Ele conta que o número recorde chegou a 246 inscrições para os julgamentos, além de mais 22 inscrições para a prova funcional. No total, foram distribuídos R$ 11 mil em prêmios aos competidores.

Angelin também destaca a estrutura oferecida a todos que passaram pela exposição ao longo dos cinco dias de atividades. “Este ano, nós optamos por fazer o evento na pista coberta e foi uma decisão bem acertada pois a chuva engrossou nos últimos dois dias de evento e mesmo assim todo mundo esteve muito confortável”.

O dirigente conta também que “a tropa também ficou muito bem alojada, os apresentadores estiveram muito bem acomodados e tivemos a presença de um público excelente ao longo de toda a programação. Então eu acho que, no contexto geral, o evento foi um sucesso.”

Já o criador Joel Fernandes Gonçalves, diretor de fomento do Núcleo do Vale do Paraíba, considera que a Brasileira foi um evento fantástico. “Nós tivemos a presença de praticamente todos os expositores e criadores que estão na briga pelo Ranking Mangalarga 2019, com a participação de animais de um nível realmente muito elevado”.

Expo Brasileira do Cavalo Mangalarga
O evento teve a participação de criadores de diversos estados brasileiros

Para Joel, esses animais protagonizaram julgamentos espetaculares. “Tudo isso em um ambiente muito agradável, muito familiar, com uma ótima recepção por parte do núcleo a toda a Família Mangalarga. Foi um evento que já está deixando a gente com saudades”.

Com peso quatro para o Ranking Mangalarga 2019, os julgamentos da Exposição Brasileira foram conduzidos pela dupla de jurados composta por José Rodolfo Brandi, a quem coube a avaliação dos quesitos Marcha e Dinâmica, e Jorge Eduardo Cavalcante Lucena, responsável pela análise da morfologia dos animais participantes.

Em pista, o Haras Precioso sagrou-se o Melhor Expositor da 17ª Expo Brasileira com 3452,80 pontos, sendo seguido nas primeiras colocações por Cassiano Terra Simão, 3240,80 pontos, Fernando Tardioli Lúcio de Lima, 954,40 pontos, Alexandre de Oliveira Ribeiro, 879,20 pontos, e Eduardo Figueiredo Augusto, 760 pontos.

Já o ranking de Melhor Criador da Brasileira 2019 foi encabeçado por Cassiano Terra Simão, 3176,80 pontos, Antônio Carlos Ferreira, 1360,80 pontos, Companhia Jauaperi de Imóveis, 1011,20 pontos, Guilherme Pompeu Piza Saad, 914,40 pontos, e HIC Agropecuária Ltda., 883,60 pontos.

Resultados completos dos Grandes Campeões Brasileiros de 2019, acesse www.cavalomangalarga.com.br.

Colaboração: Pedro Rebouças
Fotos: Beto Falcão
Na foto de chamada: A pelagem pampa teve participação marcante no evento

Escreva um comentário