Cavalo Árabe

Cavalo Árabe reforça sua aptidão para longas distâncias na Copa Nacional de Enduro

Com mais de 90 cavaleiros, o Haras Albar, em Campinas/SP, sediou as disputas que valeram pela 40ª Exposição Nacional da raça, evento promovido pela ABCCA

Publicado

⠀em

Cavalo Árabe reforça sua aptidão para longas distâncias na Copa Nacional de Enduro

Quando o assunto é enduro equestre, não tem jeito: o cavalo Árabe se destaca. Afinal, trata-se de uma raça extremamente resistente e com forte aptidão para correr longas distâncias. Tais características ficaram em evidência durante a Copa Nacional de Enduro, realizada no último sábado (23), no Haras Albar, em Campinas/SP.

As disputas valeram pela 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe, evento promovido pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA). Além disso, os resultados da Copa Nacional de Enduro do Cavalo Árabe também valeram pela VII e última Etapa do Paulistão da modalidade.

Copa Nacional de Enduro do Cavalo Árabe

Sob chancela da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), Federação Paulista de Hipismo (FPH) e Instituto Enduro Brasil (IEB), as disputas aconteceram em 12 categorias nacionais: 20 km (Adulto, Jovem e Mirim), 40 km (Adulto, Jovem e Mirim), 60 km (Adulto, Jovem e Mirim) e 80 km (Adulto, Jovem e Mirim). E, ainda, correram as categorias internacionais, de prova FEI, de 100 km (Adulto e Young) e 120 km (Adulto e Young).

Beto Rossi, diretor de Enduro da ABCCA, cita que a prova foi um sucesso. “O tempo ajudou muito, um dia muito bonito. Foi uma prova bem organizada, com mais de 90 cavaleiros e excelentes resultados. Transcorreu tudo bem, ainda mais valendo a prova pela Nacional, com a grande maioria de cavalos Árabes”.

Ainda segundo Rossi, nas trilhas prevaleceu as características do cavalo Árabe. “Ou seja, resistência e aptidão para correr longas distancias. A prova estava ótima, todo mundo gostou muito, foi reconhecido, valorizou ser uma prova credenciada como uma Nacional da raça, com uma premiação muito legal”, acrescenta.

Tirando o protagonismo do cavalo Árabe nas disputas, outro ponto alto do evento foi, sem dúvidas, a realização do Endurinho. Uma prova destinada para crianças de até 11 anos, que contou com a participação empolgante e entusiasmada da garatonada sob a sela de um exemplar Árabe. De acordo com o diretor de Enduro da ABCCA, as disputas do Endurinho contaram com 10 participantes, que abrilhantaram o evento.

Confira os campeões nacionais da raça Árabe de enduro:

  • CEI2* 120: Juliana Pucheu Costa Moreira e Onix Endurance – 6:57:58;
  • CEIYR2* 120: João Pedro Bornia Antocheski e Quirina do Bom Viver – S/T;
  • CEI1* 100: Rafaela Moreira Barreto e Ciroc Xb – 05:50:55;
  • CEIYR1* 100: Pedro Pupo Mastrorosa e Carceres Bv – 05:55:07;
  • CEN 80: Rodrigo Azzari Beneplacito e Tifany Bv – 05:05:56;
  • CEN MIRIM 80: Eli Peres Steinbruch e Zane Grey Endurance – 05:35:20;
  • CURTA ADULTO 60: Patricia Bicudo Barbosa e Play Do Bom Viver – 03:17:12;
  • CURTA MIRIM: Gustavo Machado Ulsenheimer e Rg Kisil – 04:17:16;
  • GRADUADO ADULTO: Thiago Nastas Haidar e Califfa – 78.11 pontos;
  • GRADUADO JOVEM: Helena Haaland e Electra Da Capita – 68.89 pontos;
  • ABERTA ADULTO: Marcelo Tarasantchi e Bordeaux – 33.33 pontos;
  • ABERTA JOVEM: Bruna Santos Moradei e Komanche – 29.20 pontos;

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito e legenda da imagem: Copa Nacional de Enduro foi realizada em Campinas/SP/Divulgação/Gisele Tomazela

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Cavalo Árabe

Confira os Campeões no Halter da 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe

Evento ainda recebeu as disputas da modalidade válidas pela Copa Brasil, uma competição paralela da Nacional

Publicado

⠀em

Toda a beleza e a conformação do cavalo Árabe, bem como o alto investimento e trabalho de seleção dos criadores brasileiros, foram colocados à prova recentemente durante as disputas de Halter da 40ª edição da Exposição Nacional da raça. O evento – promovido pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) – foi realizado de 10 a 14 de novembro no Helvetia Riding Center, em Indaiatuba/SP.

A Arena HVP Arabian & Royal Arabians foi palco das apresentações dos exemplares da raça, machos e fêmeas, nas diferentes categorias do Halter. Entre elas: Mirim Fêmea, Mirim Macho, Junior Fêmea, Junior Macho, Potranca Jovem, Potro Jovem, Potranca, Potro, até chegarem aos grandes campeonatos, jovem e adulto, de Égua e Cavalo.

No período da noite da sexta-feira (12) foram realizadas as finais Égua Jovem e Cavalo Jovem. De criação do Rach Stud e propriedade da Ilha da Chapada, PREFERIDA RACH, (BANDIT SRA x PERSEPHONE) foi a Campeã Nacional Ouro Égua Jovem. Na sequência, FELMA LA (MASHOOR AL MOHAMADIA x BELA LA) conquistou o título de Campeã Nacional Prata Égua Jovem. Ela é de propriedade de Cristiane Guardia, do Haras Pin, e Leandro Aguiar, do Haras Cruzeiro.

O Cavalo Jovem que subiu no lugar mais alto do pódio no evento, levando pra casa o título de Campeão Nacional Ouro, foi EKS FAROUK (IBN FARID x SR AFHRODITE). O animal é de criação de MR W BROWN e propriedade de Leandro de Aguiar. Por fim, o Campeão Nacional Prata Cavalo Jovem foi CASH DEL TINO JM (EL TINO x STIG JUSTHINE), de criação e propriedade do Haras JM.

Já a Grande Campeã Nacional Ouro Égua da 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe foi FT SOFIA EL BOGART (BOGART EL PERSEUS x SULTANA CMC), de criação e exposição de Flavia Maria Ramalho Torres, do Haras Quatro Estações. ONLY SERONDELLA (AAS ELISHAHH x JELABIE SERONDELLA), de criação e exposição de Fábio Alberto Amorosino, do Haras Serondella, foi a Campeã Nacional Prata Égua.

Por fim, finalizando as disputas de Halter do evento, se apresentaram na Arena HVP Arabian & Royal Arabians os exemplares do Campeonato Cavalo. FUAD (MASHOOR AL MOHAMADIA x DOD FIORELLA) foi o Grande Campeão Nacional Ouro Cavalo da 40ª Exposição Nacional. O animal é de criação do Haras DOD Arabians, de Mauro Luiz Barbosa Dodero, e exposição do Haras Imagem, de Marco Túlio Dias Lopes.

O título de Campeão Nacional Prata Cavalo ficou com AAS ELISHAHH (EDEN C x SEMPRE), de criação de Golden Foxx Arabians LLC e exposição da Fazenda Floresta, de Luciana de Andrade Fasano.

Copa Brasil

Além das disputas de Halter válidas pela 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe, também fizeram parte da programação provas válidas pela Copa Brasil, uma competiação paralela da Nacional. De acordo com a ABCCA, a competição registrou cerca de 60 inscrições, entre machos e fêmeas, que apresentaram em pista toda a beleza e tipo da raça Árabe.

Assim, a Campeã da Copa Brasil Ouro Égua foi KARENINA EL MADAN (EL TINO x TM JAMILI), animal que tem como criador o Haras El Madan, de Iperó/SP, e expositor Viana Arabian Horse, de Artur Nogueira/SP.

Já o Campeão da Copa Brasil Ouro Cavalo foi DARTIST YPARADISE JM ( YPARADISE JM x FRANGELIKA BHF), que é de criação e exposição do Haras JM, de Monte Mor/SP, que é de propriedade de José Alves Filho.

Para conferir o resultado completo das disputas de Halter, tanto da 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe quanto da Copa Brasil, acesse o link a seguir: https://expo.abcca.com.br/pdf/expo/resultados/expo_765.pdf

Por: Equipe Cavalus

Crédito das fotos: Divulgação/André Shiwa

Outras notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

40ª Nacional do Cavalo Árabe registra aumento no número de inscrições nas provas funcionais

Além do Halter e Performance, raça ainda exibiu toda a sua funcionalidade em outras cinco modalidades

Publicado

⠀em

O que define um cavalo Árabe? Muitos dirão que é a beleza em decorrência das suas características físicas únicas, como pescoço longo, cabeça chanfrada e calda mais curta. Mas foram outras traços da raça – como resistência, inteligência e funcionalidade – que a tornaram tão apreciada pelas tribos nômades de beduínos na península Árabe há cerca de três mil anos e, nos dias atuais, a coloca como a escolha ideal para a disputa de diferentes modalidades equestres.

Tamanha é aptidão esportiva da raça que a Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) tem registrado um aumento significativo no número de inscrições nas provas funcionais. E foi exatamente o que aconteceu durante o maior evento da raça, a 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe, realizada de 10 a 14 de novembro no Helvetia Riding Center, em Indaiatuba/SP.

Durante o evento, além do Halter e da Performance, a raça exibiu toda a sua funcionalidade em outras cinco modalidades: Três Tambores, Seis Balizas, Cross Country, Hipismo Rural e Salto. De acordo com a ABCCA, as cinco modalidades registraram, juntas, 300 inscrições, número maior do que na edição do ano passado do evento. Foram mais de 480 passadas e 90 cavalos no recinto de exposições durante a Nacional.

Bruno Zanotta, presidente da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), fez o seu balanço sobre o evento. “Tivemos uma quantidade de passadas acima do esperado, premiação com duas motos, um pessoal do Rio Grande do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro vindo para as provas, o que chamou a atenção. Tivemos mesmo uma grande procura pelo cavalo Árabe montado, isso acima e mostra que em 2022 esse número será maior ainda”.

Ao término do evento, Rodrigo Forte, presidente da ABCCA, fez questão de agradecer a participação de todos. “Quero agradecer a todos que participaram do evento, sejam eles expositores, criadores, associados, parceiros e funcionários da Associação. Essa edição da Nacional foi muito especial e agora espero vê-los em julho do ano que vem para a 41ª edição. Até lá”.

Raça mostrou toda a sua versatilidade nas provas de Cross Country

Para conferir os resultados das provas funcionais do cavalo Árabe durante a 40ª Exposição Nacional, acesse o Instagram oficial da ABCCA: @abccarabe.

Por: Equipe Portal Cavalus

Crédito das fotos: Divulgação

Leia outras notícias no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Edição histórica: 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe comprova evolução e solidez da raça

Com aumento de 80% no número de inscritos nas provas funcionais, o evento distribuiu mais de R$ 350 mil em prêmios, e ainda gerou uma movimentação de comercialização de animais de mais de R$5 milhões

Publicado

⠀em

Tipo, beleza, funcionalidade, inteligência e resistência. Foram essas características únicas do cavalo Árabe que foram testadas durante o maior evento da raça no Brasil e na América Latina. Trata-se da 40ª Exposição Nacional da raça, uma edição histórica de aniversário, que chegou ao fim na terça-feira (16), após seis dias de programação intensa, reunindo os apaixonados pelo Cavalo Árabe no Helvetia Riding Center, em Indaiatuba/SP, em total clima de celebração.

De acordo com a Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) – entidade promotora da exposição -, o evento em celebração aos 40 anos reuniu 431 cavalos, entre as provas de Halter, Perfomance e as funcionais, com total de 632 inscrições. E ainda distribuiu mais de R$ 350 mil em prêmios.

A ABCCA registrou ainda a participação de 73 expositores diferentes no evento, oriundos de oito estados brasileiros: São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Além disso, a Exposição Nacional contou com a presença de expositores de outros países, como Estados Unidos, Uruguai, Arábia Saudita e Qatar.

Vale destacar que os juízes oficiais da Nacional foram: Christine Jamar, da Bélgica; Jerzy Bialobok, da Polônia; John Rannenberg, dos Estados Unidos; Leonardo P. Machado, do Brasil; Mohamed Machmoum, do Marrocos; Scott Brumfield, dos Estados Unidos; Guilherme F. Santos, Vet-Check do Brasil e Juan Stuckey, Ring Master, dos Estados Unidos. Já os juízes da Copa Brasil foram os brasileiros Guilherme Távora, Gustavo Vibian, João Henrique Netto, Marcelo Jubran e Saul Borsari.

E foram eles os responsáveis por avaliar toda beleza e conformação do cavalo Árabe, bem como o alto investimento e trabalho de seleção dos criadores brasileiros e internacionais, durantes as disputas de Halter. Como resultado, José Alves Filho, do Haras JM, foi o melhor criador da Copa Brasil, enquanto que o melhor criador Nacional foi Fábio Amorosino, do Haras Serondella.

Jantar de gala, homenagens, presença ilustre

A fim de celebrar os 40 anos da Exposição Nacional do Cavalo Árabe, a ABCCA organizou dentro da programação do evento um jantar especial. A belíssima Vila Trombini foi palco deste momento de celebração entre os amantes da raça, onde a Associação aproveitou também para homenagear um grupo de pessoas – entre criadores, treinadores, veterinários, juízes, etc. – que marcaram, de alguma forma, a história do cavalo Árabe no Brasil.

Outro ponto alto do evento foi a presença ilustre do biólogo Richard Rasmussen, que ficou conhecido nacionalmente por apresentar programas de TV sobre a fauna e a flora brasileira. Na ocasião, ele pode fazer a cobertura da Exposição Nacional através das suas redes sociais, fomentando ainda mais a raça entre seus seguidores. Posteriormente, ele irá exibir um programa especial sobre o evento em seu canal no YouTube.

Para encerrar com chave de ouro essa edição histórica, a ABCCA ainda promoveu durante o evento o “Special Presentation”, um leilão realizado no Helvetia Riding Center, e, ainda, duas edições do Farm Tours. Neste último, o Haras Vila dos Pinheiros, em Indaiatuba/SP, e o Haras das Faias, em Cotia/SP, abriram as porteiras de seus criatórios para receber os amantes da raça para fazer bons negócios. De acordo com a ABCCA, os três eventos comercializaram com uma receita total de R$ 5 milhões.

Aumento de inscritos nas Provas Funcionais

Destaque nessa edição a todo trabalho de fomento para o cavalo Árabe de esporte. Com a apresentação durante a Nacional de cinco modalidades: Três Tambores, Seis Balizas, Cross Country, Hipismo Rural e Salto, além do Enduro realizado duas semanas antes fazendo parte do calendário da Nacional.

De acordo com a ABCCA, juntas registaram 380 inscrições, número 80% maior do que na edição do ano passado do evento.

Para Bruno Zanotta, da Associação Brasileira do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), foi um evento histórico em número de participantes, em especial com uma forte equipe do Rio Grande Sul, que vieram com 20 animais para a Nacional.

“Foi um evento ímpar, aumentamos o número de participantes e animais, congregando competidores de vários estados em pista. Uma boa premiação, na qual incluiu duas motos. Acredito que estamos no caminho certo. Agradeço a toda diretoria ABCCA pela atenção e fomento ao cavalo funcional”.

Rodrigo Forte, presidente da ABCCA, finaliza agradecendo a todos os envolvidos. “Finalizamos a 40 Exposição Nacional do Cavalo Árabe, o evento mais importante da raça e da América Latina. Na sua edição mais especial de todas, uma semana de muito trabalho, muita celebração e muitos ganhadores em várias modalidades. Queria agradecer a todos vocês, expositores, criadores, associados, parceiros, funcionários, foi uma festa maravilhosa. Espero que todos tenham gostado muito. Agora vamos nos ver em março, na Interestadual do cavalo Árabe e depois na 41ª Nacional, que voltará a ser realizada em julho no ano que vem. Então, em poucos meses teremos mais um grande evento. Espero vê-los novamente lá”.

Para saber mais sobre o cavalo Árabe, acompanhe as redes sociais da ABCCA: 

Instagram: @abccarabe | Facebook: ABCCÁrabe | YouTube: ABCCArabe

Por: Equipe Portal Cavalus

Fotos: Divulgação

Mais notícias sobre o Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Exposição Nacional do Cavalo Árabe chega à sua 40ª edição em 2021

Neste ano, o maior evento da raça irá distribuir R$ 350 mil em prêmios entre os melhores colocados de oito modalidades diferentes

Publicado

⠀em

Exposição Nacional do Cavalo Árabe chega à sua 40ª edição em 2021

40 anos de história! Foi em 1982 que a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) começou a escrever as primeiras páginas do maior evento da raça no país. Ou seja, da Exposição Nacional do Cavalo Árabe. Do Parque da Água Funda, na capital paulista – palco da estreia do evento – ao Helvetia Riding Center, em Indaiatuba/SP, que, em 2021 receberá a 40ª edição, de 10 a 14 de novembro, em total clima de celebração.

“Celebrar 40 anos de Nacional é celebrar 40 anos de muita história!”, diz Rodrigo Forte, presidente da ABCCA. ” Trata-se de um evento grandioso, complexo de organizar, o maior evento da raça na América Latina e um dos mais importantes do mundo”.

Forte lembra que os principais objetivos de uma exposição são o fomento e a seleção dos melhores cavalos da raça. O que, consequentemente, direciona os criadores na reprodução. Por conta disso, as 39 edições da Exposição Nacional contribuíram historicamente para esses objetivos e, consequentemente, com a evolução do Cavalo Árabe.

“Ademais, as Nacionais sempre mostram o Cavalo Árabe em suas diversas facetas, não somente no halter, mas especialmente mostrando a sua versatilidade nas diversas categorias montadas. Queremos mais do que nunca reforçar essa versatilidade e qualidades da raça para o grande público”, reforça o presidente da ABCCA.

Modalidades da 40ª Exposição Nacional

Halter, Performance, Três Tambores, Seis Balizas, Cross Country, Enduro, Corrida, Salto e Hipismo Rural. São nestas modalidades que o Cavalo Árabe irá exibir toda a sua beleza, tipo e funcionalidade durante a 40ª Exposição Nacional, que terá a distribuição de R$ 350 mil em prêmios.

Os juízes oficiais da Nacional serão: Christine Jamar, da Bélgica; Jerzy Bialobok, da Polônia; John Rannenberg, dos Estados Unidos; Leonardo P. Machado, do Brasil; Mohamed Machmoum, do Marrocos; Scott Brumfield, dos Estados Unidos; Guilherme F. Santos, Vet-Check do Brasil e Juan Stuckey, Ring Master, dos Estados Unidos. Já os juízes da Copa Brasil serão os brasileiros: Guilherme Távora, Gustavo Vibian, João Henrique Netto, Marcelo Jubran e Saul Borsari.

Novidades

Visando as celebrações dos 40 anos da Exposição Nacional, o evento está recheado de comemorações. Entre elas o jantar de comemoração, homenageando grandes nomes da raça nesses anos de evento.

Além do jantar, faz parte da programação da Exposição Nacional o “Special Presentation”. Trata-se de um projeto da ABCCA onde os criadores podem ofertar seus animais, realizado no Helvetia Riding Center. “Uma seleção de animais, coberturas, óvulos e embriões oferecidos por excelentes criadores. Uma oportunidade única para quem visa reforçar o plantel”, esclarece Forte.

Por fim, vale destacar também a realização dos Farm Tours, onde os criadores abrem as porteiras do seu criatório para receber as pessoas, mostrar seu programa de criação e fazer bons negócios. Neste ano, o Haras Vila dos Pinheiros, localizado em Indaiatuba, e o Haras das Faias, em Cotia/SP, fazem parte da programação.

A programação completa da 40ª Exposição Nacional pode ser conferida no site oficial do evento: https://nacional.abcca.com.br/pt/

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito da imagem de destaque: Divulgação/André Shiwa

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Cavalo Árabe em disputa pelo UAE President Cup Series For Maiden Horses III

Com mais de três corpos de diferença, Velínia Rach cruzou em primeiro na faixa final no Hipódromo de Cidade Jardim

Publicado

⠀em

Cavalo Árabe em disputa pelo UAE President Cup Series For Maiden Horses III

O Jockey Club de São Paulo sediou no último sábado (16) mais uma corrida exclusiva da raça Árabe. Em disputa nos 1.200 m, na pista de areia, 12 exemplares – entre machos e fêmeas de 3 e mais anos, sem vitória – concorreram a uma bolsa de R$ 10.098,00 válida pelo UAE President Cup Series For Maiden Horses III.

Como resultado, Velínia Rach (Atentaddo VE x Vandella Rach), sob a condução do jóquei F. Larroque, cruzou em primeiro na faixa final, com mais de três corpos de diferença do segundo colocado. A égua saiu atrás após a largada, mas na curva avançou por dentro e, na reta final, dominou a carrera até conquistar a vitória no tempo de 1:27.920.

Vale citar que para a disputa no UAE President Cup Series For Maiden Horses III, Velínia Rach foi treinada por O.S. Pereira. Ela é de criação do Rach Stud e propriedade do criatório paranaense, da família Pelanda, o Haras Rio Iguassu.

Depois, no segundo posto, Veneraddo Rach (Atentaddo VE x Vanna Rach), sob a sela do jóquei L.Henriques, cruzaram a faixa no tempo de 1:28.570. Já o terceiro lugar ficou com Revelation Rach (Eksport x Rapunzel Rach) e L.Felipe, no tempo de 1:29.220. Ambos os animais – do segundo e do terceiro lugar – , são de criação do Rach Stud e propriedade de Daniela Franco de Oliveira.

Para ver o vídeo do páreo válido pela UAE President Cup Series For Maiden Horses III. , clique no link a seguir: https://youtu.be/bJnQ4w0IDGA. Outras informações sobre o cavalo Árabe podem ser conferidas no site: www.abcca.com.br. Não deixe de acompanhar ABCCA através dos perfis nas redes sociais: @abccarabe.

Confira o resultado completo do páreo:

  1. VELÍNIA RACH e F.LARROQUE
  2. VENERADDO RACH e L.HENRIQUES
  3. REVELATION RACH e L.FELIPE
  4. MARLIZE RACH e R.VIANA
  5. IMPERION RACH e V.ROCHA
  6. HELANCA RACH e I.SILVA Ap1
  7. MANDATO RACH e A.F.MATOS
  8. BLENDDA D´JOHRDAN JM e O.PEREIRA FILHO
  9. RIBALTA RACH e C.LLOPART
  10. BRAVADO RACH e R.MENDONÇA
  11. MOLOTOV AJR e A.MESQUITA
  12. JANAINA RACH e M.RIBEIRO

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito e legenda da imagem: 12 exemplares Árabes estiveram em disputa no páreo/Divulgação/JCSP/Porfírio Menezes

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Copa Nacional de Enduro do Cavalo Árabe acontece nesta semana em Campinas

Simultaneamente no local serão realizadas as disputas da VII e última Etapa do Paulistão da modalidade

Publicado

⠀em

Copa Nacional de Enduro do Cavalo Árabe acontece nesta semana em Campinas

O Haras Albar, em Campinas/SP, sedia no dia 23 de outubro, a partir das 7h, as disputas da Copa Nacional de Enduro do Cavalo Árabe. O evento será realizado sob chancela da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), Federação Paulista de Hipismo (FPH), Instituto Enduro Brasil (IEB) e Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA).

Além disso, os resultados da Copa Nacional de Enduro do Cavalo Árabe também valerão pela VII e última Etapa do Paulistão da modalidade. Ao todo, as disputas acontecerão em 12 categorias nacionais: 20 km (Adulto, Jovem e Mirim), 40 km (Adulto, Jovem e Mirim), 60 km (Adulto, Jovem e Mirim) e 80 km (Adulto, Jovem e Mirim).

E, ainda, terão as disputas das categorias internacionais, de prova FEI, de 100 km (Adulto e Young) e 120 km (Adulto e Young). Dessa forma, os três primeiros colocados de cada categoria ganharão troféus exclusivos da prova. Já os 4º e o 5º lugar receberão medalhas.

“O Haras Albar tem uma estrutura excelente, com trilhas muito boas e as provas lá são sempre muito bem organizadas”, diz o diretor de Enduro da ABCCA, Beto Rossi. “Este ano a Associação vai ajudar a custear a prova, fornecendo os trófeus. Já temos até agora aproximadamente 93 conjuntos diferentes inscritos para participar, então, a expectativa é de uma prova muito boa”.

Inscrições

Então, os interessados em participar das categorias nacionais ainda têm a opção de se inscrever. Para tanto, basta acessar o site www.provaequestre.com.br até o dia 21 de outubro. Já as inscrições FEI foram finalizadas no dia 15.

“Sem dúvidas, o Haras Albar tem a melhor estrutura para provas, não só de Enduro, como para outras modalidades também. Nós, da ABCCA, queremos agradecer ao Carlito, proprietário do Haras Albar, por sediar mais essa grande prova do enduro com o cavalo Árabe em evidência”, finaliza o diretor de provas.

Por fim, para saber mais sobre o cavalo Árabe, acesse www.abcca.com.br e acompanhe a Associação através dos perfis oficiais nas redes sociais @abccarabe.

Serviço
Copa Nacional de Enduro do Cavalo Árabe
Data: 23 de outubro
Horário: a partir das 7h
Local: Haras Albar, Campinas/SP

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito e legenda da imagem: Haras Albar possui uma das melhores estruturas de provas de enduro do país/Divulgação/Haras Albar

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Exemplares Puro Sangue Árabe em disputa neste sábado no JCSP

Trata-se do UAE President Cup Series For Maiden Horses III, que é destinado a produtos, machos e fêmeas, de 3 e mais anos, sem vitória

Publicado

⠀em

Exemplares Puro Sangue Árabe em disputa neste sábado no JCSP

O Jockey Club de São Paulo abre seus portões neste sábado (16) para receber, exclusivamente, mais uma corrida do Puro Sangue Árabe. Sendo o único páreo do dia, o UAE Presidente Cup Series For Maiden Horses III terá em disputa 12 exemplares da raça, machos e fêmeas de 3 e mais anos, sem vitória, a partir das 13h20.

Promovido pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), com o patrocínio do Ministério dos Esportes dos Emirados Árabes Unidos, a disputa acontecerá nos 1.200 m, na pista de areia. Ao todo, o evento distribuirá uma bolsa de R$ 10.098,00 em prêmios.

“Neste sábado teremos mais uma grande corrida com a participação de 12 animais que estarão buscando a sua primeira vitoria em Cidade Jardim. Certamente, elas trarão muitas alegrias aos seus proprietários e criadores. Será um espetáculo imperdível. Boa sorte a todos os participantes”, frisa Almir Ribeiro, Diretor de Corridas da ABCCA.

Dessa forma, os amantes das corridas do cavalo Árabe que não poderão comparecer no Hipodramo de Cidade Jardim poderão acompanhar a disputa o vivo pelo canal do YouTube do JCSP ou pelo canal 2 da Claro NET na capital paulista.

Então, para saber mais sobre o cavalo Árabe, acesse www.abcca.com.br e acompanhe a Associação através dos perfis oficiais nas redes sociais @abccarabe.

Serviço
Prêmio UAE President Cup Series – Maiden Horses III
Data: 16 de outubro
Horário: 13h20
Local: Jockey Club de São Paulo – Cidade Jardim
Transmissão: www.jockeysp.com.br e Canal 2 NET (capital paulista)

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das imagens: Divulgação/ABCCA

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Inscrições para a Nacional do Cavalo Árabe estão abertas

Interessados têm até o dia 22 de outubro para efetuar suas inscrições para participar nas mais diversas modalidades; neste ano o evento comemora 40 anos de realização e irá distribuir mais de R$ 210 mil em prêmios

Publicado

⠀em

Inscrições para a Nacional do Cavalo Árabe estão abertas

Halter, Performance, Três Tambores, Seis Balizas, Cross Country, Enduro, Corrida, Salto e Hipismo Rural. São nestas modalidades que o Cavalo Árabe irá exibir toda a sua beleza, tipo e funcionalidade durante as disputas da 40ª Exposição Nacional da raça e a Copa Brasil. Os arabistas interessados em participar de tais modalidades deverão efetuar suas inscrições até o dia 22 de outubro, através do site oficial da Exposição Nacional.

Para tanto, basta acessar o site da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) – entidade promotora do evento -, que será direcionado à página oficial. No local, é possível encontrar a ficha de inscrição por modalidade. As mesmas deverão ser preenchidas e, depois, enviadas por e-mail para claudioexpo@abcca.com.br

Antes de mais nada vale lembrar que a Exposição Nacional do Cavalo Árabe será realizada, novamente, no Helvetia Riding Center, em Indaiatuba/SP, de 10 a 13 de novembro. Além diisso, distribuirá, ao todo, R$ 222 mil em prêmios. Deste total R$ 174 mil é só da Nacional e R$ 48 mil da Copa Brasil. Os eventos seguirão todos os protocolos de segurança em decorrência da pandemia.

“Depois de meses de paralisação em função da pandemia, retomaremos as nossas Exposições com a mais importante do Brasil e um dos Shows de maior destaque no mundo, a Exposição Nacional do Cavalo Árabe, nesse ano celebrando a sua 40ª edição! Apesar do momento, esperamos superar a Nacional de 2020 em quantidade de cavalos, apresentando os nossos Árabes em diversas modalidades”, frisa Rodrigo Forte, presidente da ABCCA.

Juízes

Os juízes oficiais da Nacional serão: Christine Jamar, da Bélgica; Jerzy Bialobok, da Polônia; John Rannenberg, dos Estados Unidos; Leonardo P. Machado, do Brasil; Mohamed Machmoum, do Marrocos; Scott Brumfield, dos Estados Unidos; Guilherme F. Santos, Vet-Check do Brasil; e Juan Stuckey, Ring Master, dos Estados Unidos. Já os juízes da Copa Brasil serão os brasileiros: Douglas Gimenes, Gustavo Vibian, João Henrique Neto, Marcelo Jubran e Marlúcio S. Borges.

Ainda de acordo com Rodrigo Forte, quem não puder comparecer no local das disputas da 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe terá a opção de assistir on-line, do conforto da sua casa. “Estamos preparando um ambiente seguro e organizado para receber os Expositores e Competidores e um sistema de transmissão ao vivo online para que milhares de pessoas possam acompanhar nossa Exposição não só no Brasil, como de qualquer local do planeta”, finaliza.

Serviço
Inscrições abertas para 40ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe e Copa Brasil
Data: até o dia 22 de outubro
Como se inscrever: https://nacional.abcca.com.br/pt/

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das imagens: Divulgação/ABCCA

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Funcionalidade do cavalo Árabe é destaque do Leilão Haras Cruzeiro

Criatório, que está entre os melhores, se destaca como um dos haras de pensamento mais inovador da América do Sul

Publicado

⠀em

Funcionalidade do cavalo Árabe é destaque do Leilão Haras Cruzeiro

Na próxima quinta-feira, 07 de outubro, o Haras Cruzeiro abre as portas para apresentar o melhor da genética de Esporte e Trabalho do cavalo Árabe. Com um total de 43 lotes, o Leilão Haras Cruzeiro, além de ofertar animais das melhores linhagens, conta também com um programa de incentivo exclusivo.

Vale lembrar que o programa de incentivo visa o fomento do cavalo de esporte e lazer, considerando que o cavalo Árabe é um cavalo completo, funcional, com exemplares que vão desde as competições de Halter, até as provas montadas, como Enduro, Cross Country, Três Tambores, Seis Balizas, entre outras.

Destaques

Localizado na região do Triângulo Mineiro, em Minas Gerais, o Haras Cruzeiro vem desde 1980 no ramo da criação do cavalo Árabe, buscando a melhor genética, se destacando atualmente entre os melhores criadores da raça. Com mais de 20 Campeonatos Nacionais conquistados, o criatório selecionou a dedo produtos para o pregão.

Dentre os 43 lotes ofertados, os destaques do Leilão Haras Cruzeiro ficam por conta de Fox LA, macho alazão, iniciado em Três Tambores, filho garanhão chefe do Haras, HDB Sihr IBN Massai em MS Magnólia, o mesmo cruzamento de Caríssima LA, Campeã Nacional Potra.

Fenix LA, cavalo alazão, domado e já iniciado em hipismo rural, irmão paterno de Fox LA, e em treinamento na Hípica Vidoto, com grande potencial, saltando 60 cm montado e 80 cm no redondel. Animal centrado, calmo e manso.

E ainda, Egyto LA, com um histórico de vitórias em Cidade Jardim, onde correu sete vezes, vencendo duas e com mais de R$ 16 mil em premiação.

André Cruz, administrador do haras e anfitrião do leilão, comenta que são muitas opções de animais jovens, domados e já iniciados na prática esportiva, além de potros e potras com muito potencial para as pistas e para o esporte.

“Estamos ofertando animais de altíssima qualidade, com genética diferenciada, filhos e filhas das nossas melhores matrizes, como as importadas Shariba (Campeã Nacional), Turchyia MPE (Premiada em Paris), além de MS Magnolia e DA Vincis Jewel (matrizes comprovadas, produtoras de campeãs nacionais) com renomados garanhões internacionais – Marwan Al Shaqab, Gazal Al Shaqab, QR Marc, RFI Farid, Vitório TO, El Tino, Bandit SRA, HDB Sihr Ibn Massai e Mashoor Al Mohamadia”, ressalta.

Então, 7 de outubro é o dia para adquirir um belo exemplar da raça Árabe e ainda participar do maior programa de incentivo exclusivo da raça, com mais de R$ 50 mil em dinheiro. Dessa forma, o Leilão Haras Cruzeiro será transmitido ao vivo pelo canal Terra Viva, com a batida do martelo por Dudu Vaz.

O catálogo completo, assim como todas as informações sobre o leilão, está disponível no site da Criar Leilões. Lembrando que os pré-lances já estão abertos e terminam no dia 7, às 12h30.

Serviço

Leilão Haras Cruzeiro
Data: 07 de outubro
Hora: às 20h30
Local: Transmissão Terra Viva e ZRTV

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das imagens: Divulgação/Haras Cruzeiro

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Cavalo Árabe se sobressai durante o 30º Campeonato Brasileiro de Enduro Equestre

Saiba como foram as disputas em cada categoria do campeonato, as dificuldades enfrentadas pelo percurso e, por fim, quais conjuntos se sagraram campeões brasileiros

Publicado

⠀em

Cavalo Árabe se sobressai durante o 30º Campeonato Brasileiro de Enduro Equestre

O Haras Minas Gerais Endurance, localizado em Cartanópolis/MG, foi palco recentemente das disputas do 30º Campeonato Brasileiro de Enduro Equestre (CBEE), esporte em que o Cavalo Árabe se sobresai perante as demais raças. De acordo com Pedro Manetta, que ficou responsável pelo marketing da prova – realizada de 16 a 18 de setembro – praticamente todos os animais inscritos no evento tinham sangue Árabe. “Isso porque os Árabes são mais resistentes e possuem melhor recuperação cardíaca, se comparado as demais raças, sobretudo nas maiores distâncias”.

Ainda de acordo com Manetta Caetanópolis é uma prova bastante conhecida pelos enduristas. “Possui trilha bastante plana, com piso bom, sem muitas pedras e com muitas sombras, uma vez que grande parte do percurso está entre grandes eucaliptos. Contudo, como já era esperado devido ao clima típico da época, o fim de semana reservou dias muito quentes e secos, transformando a prova em uma experiência mais técnica”, acrescenta.

Na quinta-feira, dia 16, houve o Vetcheck inicial para as provas do dia 17 – 160km (Brasileiro); 100km e 80km qualificatórias. O foco da sexta-feira foi o Campeonato Brasileiro de 160km, que contou com a participação de 6 animais, todos eles PSA registrados na ABCCA. Já no sábado foram realizadas as demais categorias: 140km, 120km, 100km, 80km, 60km, 40km e 20km. A prova contou com 81 conjuntos inscritos, sendo que 59 concluíram, 16 foram eliminados e 6 retirados.

Primeiro dia de disputas

Após 08h51m48s de prova, Rodrigo Moreira Barreto e Mandalla Rach (Pavel Rach x Minuette Rach por *Pamir) sagraram-se campeões brasileiros de 160km, com média de 18,05 km/h. José Caio F Vaz Guimarães e Cabo Frio CSM (*Eksport x Ahuar por *Pepi) foram os vice campeões, com média de 17,57 km/h.

O destaque aqui fica na recuperação cardíaca dos animais: Mandalla Rach, que também recebeu o prêmio Best Condition, teve uma recuperação total de 18m38 nos 5 primeiros anéis, enquanto Cabo Frio CSM de 15m43. Sinal de que os animais apresentaram alta preparação física, uma vez que mesmo com o calor, conseguiram manter o rendimento.

Rodrigo Barreto, o Guigo, cavaleiro do Rancho Barreto, localizado em Brasília/DF comentou um pouco sobre os desafios que o levaram ao título: “O grande desafio foi o calor e a baixa umidade, talvez tenha sido a prova mais quente que já corri lá. A trilha é considerada plana, mas engana um pouco, pois tem subidas não tão íngremes, porém bem longas. Outra coisa que reparei, até mesmo depois de ver os resultados, foi em relação ao anel amarelo, de 28km. Era um anel que tinha uma parte bem quebrada no meio, com mais subidas e acabou que alguns conjuntos foram eliminados depois de correr esse anel”.

Guigo também contou um pouco da estratégia utilizada na prova: “Minha estratégia foi andar mais rápido no primeiro anel, quando estava mais fresco, pois a largada foi as 5:00 da manhã, e nos outros anéis, andar mais tranquilo, para poupar a Mandalla do calor intenso. No último anel, que era mais plano, consegui aumentar minha velocidade, pois a Mandalla estava muito bem e fomos coroados ganhando o prêmio de best condition também”.

Segundo dia de disputas

No sábado, segundo dia de disputas, começou as 5:30 da manhã com a categoria de 140km, que contou com 4 animais inscritos, todos também PSA registrados na ABCCA. Fernanda Carvalho M de Abreu e Pocahontas HVP (Bey Shadow TGS x *Padrons Teariffic por *Padron) foram campeãs e Best Condition, com média 17,23 km/h.
Em segundo lugar ficaram Rafaela Moreira Barreto e Tannat XB (Nawwak NA x Thaylla por Khaid El Jammal), com média de 17,23 km/h. Foi uma prova com 100% de aproveitamento, todos os 4 conjuntos terminaram. Rodrigo Storani Saliba e Blues Master Rach (Mister Eros HX x Blue Note Rach por *Polonez) e Gabriela Carvalho M de Abreu e Thelos (Thelonius x Thetis T por Mirage LM) fecharam a classificação.

A categoria de 120km contou com 17 animais inscritos, divididos nas categorias FEI e Young Riders (Campeonato Brasileiro) e Nacional. Todos registrados na ABCCA, sendo 2 anglo-árabes, 2 cruza-árabes e 13 PSA. Tiago Manetta B de Lana e NNL Tremendão (RSC El Deb Haran x NNL Miss Darling por Rashid Van Ryad) foram campeões brasileiros e Best Condition de 120km Adulto, com média 18,21 km/h, enquanto Fernando Gonçalves Costa e Miranda Rach (Vesper Rach x Melina Rach por *HS Titian) ficaram com a medalha de prata, média 17,16 km/h.

Destaque para a incrível recuperação cardíaca do campeão NNL Tremendão, que somou apenas 5m22 nos três primeiros anéis. Cabe ressaltar o bom número de inscritos, 10 no total, aumentando a disputa pelo título. Ainda, 7 concluíram a prova, o que significa 70% de aproveitamento, um índice interessante para provas de longa distância. Na 120km Nacional, João Paulo Nunes da Silva, montando Forlan Trio (Verano Rach x Frontera Endurance por Ledhyr NA) foram os vencedores, com média de 17,09 km/h.

Na categoria Young Riders, após emocionante sprint, que infelizmente culminou na eliminação do conjunto vencedor, João Pedro Antocheski e RG Kamil (*Zapal x Camamu CSM por Ekspresjon Rach), Diogo Martins e Verve Rach (Voltaire Rach x Vaneska Rach por Mister Eros HX) sagraram-se campeões brasileiros, com média 16,31 km/h, seguidos por Helena Haaland e Valente HEB, cruza árabe, filho do importado *Streak of Wiking, que finalizaram com média 15,04 km/h.

Diogo comenta: “Foi uma prova técnica. Já sabia que a competição seria desafiadora quando vi que os 120km seriam em apenas 4 anéis grandes, mas quando o dia chegou e senti o clima quente e seco percebi que seria ainda mais difícil terminar. Tentei conservar ao máximo minha égua durante a prova e tivemos gás para gastar num final disputado e finalizar com êxito”.

A categoria 100km adulto contou com 8 conjuntos, sendo 2 anglo-árabes e 6 PSA, todos registrados na ABCCA. Destaque para o garanhão *D’Jok PY (Djebel Lotois x Keniah por Kesberoy), propriedade do Haras TRIO, o qual teve dois filhos nas duas primeiras colocações: Conan D’Jok Trio (*D’Jok PY x RT Crysti por Nawwak NA), montado por Pedro Stefani Marino, campeão brasileiro com média de 18,71 e grande recuperação cardíaca de 5m41, contando os 3 primeiros anéis, seguido por La Tache D’Jok Trio (*D’Jok PY x *SM La Turca, por JQ Fame Beauty), montado por Rafaela Pantel Vianna, com média de 18,07 km/h.

Nos 80km, 5 conjuntos participaram, sendo 4 registrados na ABCCA. 2 PSA, que faturaram as duas primeiras colocações, Hanna Del RET (Hafid Delmar Sahara x Sahara Alimazara por *Shihan Ali) campeã, montada por Telmo José Sousa Gois e média de 17,12 km/h e Hanke Apprentice (*Thee Apprentice x Hami Vasc por AF Vasco) vice campeão, montado por Rodrigo Beleplacito, com média 15,94. Também correram 2 anglo-árabes, destaque para Norpol CVV (Spirit x Oklahoma HEB por *Northon), que ficou na 4ª colocação.

A categoria curta livre – 60km, contou com 12 conjuntos, todos registrados na ABCCA, sendo 9 no “adulto”, 2 na “jovem” e 1 na “mirim”. Eli Peres Steinbruch e Major “Oman El Hylan” (Hylan x Orquidea el Jammal por *Ali Jammal) foram os campeões brasileiros da categoria mirim, com média 15,21 km/h.

Na categoria jovem, destaque para a criação do Rach Stud, de onde vieram o campeão e o vice: Oliver Rach (Pavel Rach x Opera Rach por *Polonez), montado por Carolina Rocca Borges e Firefox Rach (*Almir SWSB x Freeze Frame Rach por Ocho el Negro), montada por Victor Nuno de Aquino Lucas ficaram, respectivamente, em primeiro e segundo, com médias de 16,57 km/h e 16,55km/h.

A categoria adulto reservou boa disputa pelo título, com 9 conjuntos. Carolina Cardoso Duarte, montando Chief OfControl Rach (Controller x Comitia Rach por Eksort Rach) sagrou-se campeã com média de 18,17 km/h e destaque para a velocidade de anel mais rápido entre todos os competidores que terminaram a prova, com média de 20,32 km/h de trilha. “Foi uma prova com alto nível de dificuldade, calor escaldante, competidores de qualidade, que foi coroada com muita festa de todas as equipes e uma cooperação e parceria ímpar”, disse Carolina. Em segundo lugar, Pedro Manetta B de Lana, montando Dode Trio (Dormane x WN Partytura por *Pepi), com média de 16,39 km/h.

Provas de regularidade

Por fim, mas não menos importante, as provas de regularidade, conhecidas por serem o fomento do esporte, contaram com 21 conjuntos, sendo 10 na graduado adulto, todos PSA, sendo 9 registrados; 1 na graduado jovem, Franco AF, animal cruza árabe pampa sem registro, criação de Aloísio Faria, montado por Paulo Fernandes Torres, campeão; 4 na aberta adulto e 6 na categoria especial marchador.

Pela graduado adulto, José Ubiraci Soares Batista e Giselli da São José, égua árabe sem registro, sagraram-se campeões, com 72,26 pontos, seguidos por Otavio Marques de Paiva Neto e Mona RLC (Aryes El Ludjin x *Super Marc por *QR Marc) com 72,22 pontos. Destaque para a mínima diferença de 0,04 pontos. A título de comparação, o terceiro lugar Logan D’Jok Trio ((*D’Jok PY x *SM La Turca, por JQ Fame Beauty) obteve 66,82 pontos.

Já pela aberta adulto, Martin Mastrangelo e a anglo-árabe Russia Endurance (Miroslav Endurance x Granada Endurance por *Northon) foram os campeões, com 33,33 pontos. O segundo lugar, com 24 pontos, foi Daniel Abbud Haddad, montando o PSA Royal do Bom Viver (*Azhar Du Barthas x *Al Saida Larzac por Said Lotois).

Próximas disputas

E o Enduro Equestre não para por aqui. Esse ano ainda serão realizadas cinco provas: dia 25/09, no Haras Endurance, em Bragança Paulista, acontece a próxima etapa do Campeonato Paulista; em 09/10, ocorre a última etapa do Campeonato Brasiliense, no Brasília Country Club; dia 16/10, Campeonato Gaúcho de Enduro Equestre, no Haras Jacovas, Rio Grande do Sul; em 23/10, a última etapa do Campeonato Paulista, no Haras Albar em Campinas e para fechar o ano, O III International Endurance Festival of Campos Gerais no Haras Triunfo, em Ponta Grossa, Paraná.

Para fechar o ano com chave de ouro, o Uruguai promoverá a Copa Sudamericana em Punta Del Este, dias 06 e 07 de dezembro, com premiações em dólar.

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das imagens: Divulgação/CBH

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo