Com linguagem apropriada para a faixa etária, elas aprendem as técnicas de equitação através de brincadeiras e jogos realizados junto ao cavalo

Que andar a cavalo regularmente é uma atividade extremamente benéfica para a saúde física e mental de pessoas de todas as idades, isso não é mais novidade para ninguém. Mas o que muitos não sabem é que a prática da equitação lúdica por crianças ajuda a potencializar o desenvolvimento cerebral normal do início da infância.  

Em entrevista ao portal Cavalus, a fisioterapeuta Letícia Junqueira explica que durante a prática da atividade a criança montada no cavalo recebe de 1800 a 2200 estímulos cerebrais. Isso ocorre devido ao deslocamento tridimensional do animal, que faz com que o corpo da criança realize movimentos automáticos de adaptação ao movimento do cavalo.

“Os estímulos chegam ao sistema nervoso central por meio da medula espinhal e colaboram com o processo evolutivo e para o melhor desempenho do aprendizado”.

Letícia ministra desde 2005 aulas de equitação lúdica para crianças
Letícia ministra desde 2005 aulas de equitação lúdica para crianças

A fisioterapeuta – que possui um espaço dentro do Jockey Club de São Paulo – ainda frisa que isso ocorre porque os estímulos cerebrais que chegam ao sistema nervoso atingem uma parte do cérebro que é responsável pela cognição e equilíbrio. “Com isso, reações de aprendizado e noções de equilíbrio são estimuladas na criança”, acrescenta.

Mas para alcançar tais objetivos Letícia faz uso de brinquedos, fantasias, argolas e jogos educativos durante as aulas de equitação. “Através de brinquedos lúdicos em cima do cavalo a gente consegue que a criança realize mais facilmente algumas técnicas. Por exemplo, aulas de rédeas a gente coloca cores, o trote elevado a gente coloca um bichinho junto. A ideia é ensinar brincando”.

Relação da criança com o cavalo é estreitada com a equitação lúdica
Relação da criança com o cavalo é estreitada com a equitação lúdica

Resultados da equitação lúdica

A atividade é recomenda para qualquer criança entre 2 e 8 anos e não há restrições de participação. A duração das aulas é, em média, de 30 minutos e os resultados, segundo a fisioterapeuta, são notáveis a partir do terceiro mês de prática. 

Leia mais notícias da categoria Cavalus Kids

“Durante todo esse trabalho eu vejo que a criança melhora não só a parte física, mas elas ficam também menos tímidas, começam a virar líderes do grupo na escola se colocando mais a frente, tem mais destreza nas atividades físicas, melhora o caráter”.

Equitação lúdica é recomendada para crianças de 2 a 8 anos
Equitação lúdica é recomendada para crianças de 2 a 8 anos

Letícia ainda faz questão de enfatizar. “Não é uma melhora de reabilitação, é uma melhora de potencialização, aonde a criança que estava numa zona de conforto é levada para o brilho, onde pontencializamos o que ela tem de melhor”, finaliza.

Por Natália de Oliveira
Fotos: Divulgação/Espaço Letícia Junqueira

Escreva um comentário