Cavalgadas Brasil

Cavalgada na Rota das Emoções – Sete Cidades/Delta do Parnaíba/Lençóis Maranhenses – 2ª parte

Paulo Junqueira, em sua coluna da semana, continua com a segunda parte sobre a cavalgada na Rota das Emoções, que inclui Sete Cidades, Delta do Parnaíba e Lençóis Maranhenses

Publicado

⠀em

Cavalgada na Rota das Emoções – Sete CidadesDelta do ParnaíbaLençóis Maranhenses – 2ª parte

Em continuidade a nossa cavalgada na Rota das Emoções, ainda no Pauí, nosso animado grupo de amigos composto de cariocas, mineiros, paulistas e paranaenses foi para o Delta do Rio Parnaíba, que fica entre os estados do Maranhão e Piauí. Ele é o único Delta das Américas que deságua em mar aberto (Oceano Atlântico) e o 3º maior do mundo, atrás apenas dos rios Nilo (África) e MeKong. É um arquipélago em formato de letra grega delta, que se assemelha a uma mão aberta em que os dedos representam cinco saídas para o mar, também chamadas de barras(ou foz), que formam um grande santuário ecológico.

Delta do Rio Parnaíba é o único das Américas que deságua em mar aberto

Em Parnaíba começamos a cavalgada no Porto da Barra e seguimos por cerca de 25 kms cavalgando entre dunas e lagoas, com um cenário de tirar o fôlego, até chegar na praia de Carnaubinha. Cavalgamos mais um pouco nessa bela praia deserta até chegar no Resort, nosso destino final aonde um ótimo almoço nos esperava.

No dia seguinte, fomos de lancha para a Ilha das Canárias, localizada em Araioses (MA). Passamos o dia conhecendo essa reserva extrativista marinha e área de preservação ambiental com mangues e dunas, flora e fauna encontradas só ali.

Depois de alguns dias surpreendentes no Piauí, nos despedimos da família Sampaio, nossos grandes anfitriões no estado e seguimos para os Lençóis Maranhenses.

Lençóis Maranhenses

Paradisíaco, um dos lugares mais incríveis do Brasil, os Lençóis tem lagoas de água doce entre as dunas formando um cenário único em todo o mundo. A área protegida é enorme, porém a região dos Lençóis Maranhenses é ainda maior que o Parque Nacional.

Cavalgar nesse ambiente foi um privilégio.

Atins

Para chegar a Atins, ponto de início da cavalgada, percorremos de lancha belo trecho do rio Preguiças, passando por Mandacaru, pequeno e bonito vilarejo que tem como destaque o Farol das Preguiças. Atins está localizado à beira-mar, entre o Rio Preguiças, a praia e as dunas repletas de lagoas. O vilarejo de difícil acesso ainda é um lugar tranquilo com um clima descolado, ruas de areia que me lembraram de Caraíva na Bahia. Italianos, franceses e alemães já descobriram Atins e estão fazendo cada vez mais investimentos por lá.

Cavalgada Pôr do Sol

Nossa primeira cavalgada nos Lençóis teve como objetivo ver o pôr do sol nas dunas. Seguimos da Ponta do Mangue, vilarejo de pescadores, por áreas de vegetação seguindo trilhas de animais, entre igarapés, áreas alagadas e lagoas, passamos na Lagoa do Mario e continuamos cavalgando até o Canto do Atins, aonde chegamos já com um belíssimo pôr do sol no horizonte. Na volta paramos no Restaurante do Antônio para provar os famosos camarões na brasa, prato mais conhecido dos Lençóis Maranhenses.

Pôr do sol nas dunas

Em nosso último dia de cavalgada, atravessamos Atins e o povoado de Santo Inácio, e seguimos por áreas de vegetação do Parque Nacional Lençóis Maranhenses no limite leste do campo de dunas, com diferentes formações arenosas e flora, cerrado e restinga, atravessando igarapés, até chegar nas dunas do circuito da Lagoa Tropical, passando por diversas lagoas de diferentes cores e tamanhos. Depois entramos novamente na Ponta do Mangue, e seguimos até a casa da Dona Ziluca, que nessa região criou seus 16 filhos.

Cavalgada na Rota das Emoções – Sete Cidades/Delta do Parnaíba/Lençóis Maranhenses – 2ª parte
Restaurante tem cardápio original e saboroso

O local é simples e aconchegante, com um cardápio original e saboroso que inclui uma deliciosa galinha caipira e pescada amarela, receitas tradicionais da casa. Depois do almoço, um merecido descanso no redário. Depois de um bom café voltamos aos cavalos para percorrer um último trecho de dunas em direção da praia da antiga foz do Rio Preguiça. Assim encerramos essa espetacular viagem a cavalo com chave de ouro.

Por Paulo Junqueira Arantes
Cavaleiro profissional e Diretor da agência Cavalgadas Brasil
www.cavalgadasbrasil.com.br

Veja outras notícias da editoria Turismo Equestre no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads