Cinema

The Horse Boy – O Menino e o Cavalo

É o título de um livro autobiográfico e um documentário que mostra como o cavalo pode curar e mudar a vida das pessoas

Publicado

⠀em

Baseado em um livro autobiográfico, a estreia mundial do documentário The Horse Boy foi em 2009. Antes de mais nada, segue a busca de Rupert Isaacson e sua esposa, Kristen Neff, a fim de encontrar a cura para seu filho autista, Rowan. A família deixa sua casa no Texas em uma árdua jornada para a Mongólia logo depois que descobre que a condição de Rowan melhora no contato com cavalos.

Durante essa viagem do Texas às estepes da Mongólia, os Isaacson’s buscam uma cura descrita como xamânica para seu filho autista. Ao longo do documentário você testemunha as lutas do casal, suas dúvidas, bem como a comemoração das pequenas vitórias. Mas os vemos também no stress dos retrocessos e nos momentos de profundo cansaço e desânimo perante um desafio hercúleo.

The Horse Boy é o título de um livro autobiográfico e um documentário que mostra como o cavalo pode curar e mudar a vida das pessoas

O pequeno Rowan tem uma relação especial com animais, principalmente com os cavalos. Com toda a certeza, esse é o fio condutor, não apenas da experiência, como também do filme. A câmera viajante capta os comentários imediatos dos pais, em vez de reflexões ponderadas a posteriori. Daí um sentido de urgência, temperado pelo lirismo com que se tratam lugares e sentimentos.

Michel Orion Scott dirigiu The Horse Boy, distribuído pela Zeitgeist Films. O documentário ganhou prêmios, como o do Festival de Cinema de Sundance 2009. No mesmo ano, ganhou o Feature Film Audience Award, como melhor Longa-Metragem de 2009 do festival South by Southwest. Enquanto o livro, lançado pela Little Brown and Company, foi best-seller do New York Times.

É um filme muito bonito, tanto pelas paisagens quanto pela mensagem que passa. Assista ao trailler:

Fonte: fimow, wikipedia

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Cinema

Oeste sem Lei

Determinado a encontrar a mulher que ama, um adolescente escocês avança pela fronteira Oeste nos EUA do século 19, sendo perseguido por caçadores de recompensas

Publicado

⠀em

No filme Oeste sem Lei, o jovem Jay Cavendish (Kodi Smit-McPhee) sai da fria Escócia e cruza os Estados Unidos em busca de sua amada. Rose (Caren Pistorius) fugiu com o pai para terras distantes logo após serem acusados de um crime. O filme se passa no Século 19 no Oeste americano.

Antes de mais nada, Cavendish conta com uma companhia importante nesta imprevisível jornada rumo ao Oeste. Silas Selleck (Michael Fassbender), um misterioso cowboy, conhecido por ser um temido pistoleiro e caçador de recompensas. Mas será que o objetivo de Selleck seria o mesmo do jovem apaixonado?

Oeste sem Lei é um clássico filme de faroeste. Sobretudo, pela temática intrinsecamente ligada à história da formação cultural e social dos Estados Unidos. Antes de tudo, foi a estreia cineasta britânico John Maclean em longas-metragens.

Determinado a encontrar a mulher que ama, um adolescente escocês avança pela fronteira Oeste nos EUA do século 19 em Oeste sem Lei

Mas não é só de faroeste vive Oeste sem Lei. Enquanto se deixa guiar por Selleck, Cavendish mostra todo seu romantismo por conta do amor por Rose. Capaz de arriscar a própria vida por ela, as cenas revivem os momentos de paixão do casal. Mas o filme conta com muitas cenas de ação e drama.

Momentos brilhantemente retratados por John Maclean e o diretor de fotografia Robbie Ryan. Oeste sem Lei estreou em 15 de maio de 2015 nos Estados Unidos. Para os brasileiros, está na plataforma de streaming Netflix. Apesar da história se passar no Oeste americano, rodaram o filme nas magníficas paisagens da Nova Zelândia.

Fonte: papodecinema

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Ranching Perspectives

Um documentário que foi exibido pela primeira vez em 2013 e conta a história por trás da tradição pecuária na Dakota do Norte

Publicado

⠀em

A pecuária, sem dúvida, requer uma mistura de senso financeiro, habilidade de marketing, força física absoluta e um toque de psicologia animal. Por isso, o documentário Ranching Perspectives passa o tempo com dez famílias da Dakota do Norte, Estados Unidos, que entendem esse estilo de vida, a vida do negócio rural original.

Mas os problemas complexos que esse fazendeiros enfrentam hoje são diferentes daqueles que seus pais encontraram. Os pecuaristas  norte-americanos gerenciam as oportunidades e desafios complexos de administrar uma empresa com o fardo adicional de cuidar e alimentar diariamente centenas de animais de grande porte.

Ranching Perspectives: o documentário foi exibido pela primeira vez em 2013 e conta a história por trás da tradição pecuária em South Dakota

Eles se fundamentam em tradições, mas devem modificar constantemente suas operações a fim de atender às necessidades de um mundo moderno. Em Ranching Perspectives, a expectador pode ainda ficar de olho em algumas das mais belas paisagens da Dakota do Norte enquanto vivencia a indústria da pecuária de uma perspectiva diferente.

A produção teve apoio com doações para o financiamento da USDA Rural Development e por membros da Prairie Public – uma estação de rádio pública de Bismarck, Dakota do Norte.

Assista na íntegra:

Fonte: Prairie Public

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

The Brave One

Com o título no Brasil de Arenas Sangrentas, o filme norte-americano de 1956, do gênero drama, foi dirigido por Irving Rapper e estrelado por Michel Ray e Rodolfo Hoyos Jr

Publicado

⠀em

Em The Brave One, um menino mexicano, Leonardo (Michel Ray), adota um touro como seu animal de estimação logo depois de salvá-lo durante uma tempestade. Então, a amizade entre o garoto e o touro, apelidado de Gitano, é posta em cheque quando os verdadeiros donos do animal aparecem.

Eles pegam Gitano de Leonardo e levam-no para a arena de touradas na Cidade do México. Nesse meio tempo, o garoto faz um pedido ao presidente do México. Como resultado, ele assina um ‘perdão’ para o touro. Mas o papel não sai a tempo suficiente de impedir que Gitano chegue até a Praça do México. O touro fica, então, frente a frente com o toureiro Fermín Rivera.

Com o título no Brasil de Arenas Sangrentas, The Brave One foi dirigido por Irving Rapper e estrelado por Michel Ray e Rodolfo Hoyos Jr

Rodado no México, com elenco daquele país, o filme é direcionado a crianças, ainda que possua vários elementos que podem agradar ao público adulto. Uma curiosidade de The Brave One é que o protagonista, Michel Ray, é um ator inglês cujo pai é brasileiro. Na década seguinte, ele desistiu de atuar e casou-se com a herdeira da empresa Heineken.

O filme recebeu três indicações ao Oscar na época, tendo vencido na categoria de Melhor História Original. O desconhecido Robert Rich, ganhador do Oscar de melhor roteiro, era na verdade pseudônimo de Dalton Trumbo. À época proibido de trabalhar por ter seu nome na lista negra durante a caça às bruxas em Hollywood.

A propósito, The Brave One foi o último filme premiado nessa categoria, que deixou de existir a partir do ano seguinte. Foi também a última produção da história da RKO a arrebatar uma estatueta da Academia. Outro nome ‘estrelado’ da produção foi o diretor Irving Rapper, mais conhecido pelas películas que fez com Bette Davis na Warner.

Assista ao trailer:

Fonte: filmow, adorocinema, wikipedia

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Camp Harlow

É um drama religioso que envolve a mudança de comportamento de uma adolescente quando ela vai para um acampamento e tem contato, acima de tudo, com um dos cavalos

Publicado

⠀em

Camp Harlow conta a comovente história de Alex (AJ Olson). Uma adolescente valentona que passa seu tempo atacando colegas de classe e tornando suas vidas o mais miseráveis ​​que pode. Tudo isso porque dentro de casa ela ouve diariamente seus pais brigando por anos e torna-se uma menina revoltada.

Quando o ano letivo termina, Alex aceita o convite para ir ao acampamento de verão com seu namorado, Eric (Andrew Dyer), e escapar de sua vida familiar tensa. Chegando lá descobre que é um acampamento cristão e ela teria que lidar com situações que não está acostumada. Eric e sua conselheira Sam (Monique Hurd) tentam atraí-la para as atividades do acampamento.

Entre elas, o trabalho de doma de um dos cavalos. O contato com os cavalos, então, e a vida no campo, passeios e cavalgadas, amenizam o gênio da garota. O filme mostra ainda o dia a dia simples do campo, momentos como escovar um cavalo ou encilha-lo.

Aos poucos ela aceita o que o namorado e os amigos estão propondo e abre seu coração. Um alerta, sem dúvida, para a mudança de vida que Alex tanto precisa. Mas, será o suficiente para realmente mudar sua vida ou ela apenas retornará aos seus métodos de intimidação quando o acampamento terminar? O convívio com os cavalos do acampamento realmente será decisivo?

Assista o trailler de Camp Harlow:

Fonte: commonsensemedia

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Hope Ranch

Com a ajuda de seu majestoso cavalo, uma viúva e sua filha tramam um plano para salvar o rancho da família

Publicado

⠀em

Hope Ranch começa como todo filme de cavalo que amamos: lindos pastos, cercas, baias e, claro, os cavalos. Mas, à medida que o enredo avança, nos deparamos com a história de superação de Rebecca (Marisa Brown) e sua filha Grace (Grace Van Dien). Mike (John Schneider), marido de Rebecca e pai de Grace, é militar e um dia sai para uma missão e não volta.

Ao lidar com a perda e o luto, elas precisam salvar o rancho da família. Antes de partir para a missão, Mike avisou que estava tudo certo com a propriedade. Contudo, sem a presença física dele, a viúva se vê em posição de ter que vender tudo. A tristeza pela morte do pai ainda leva Grace ao desespero quando percebe que pode ficar sem o seu cavalo favorito. 

Hope Ranch: com a ajuda de seu majestoso cavalo, uma viúva e sua filha tramam um plano para salvar o rancho da família depois da morte do pai

Em outras palavras, só um golpe da sorte para salvá-las. Mas, justamente com uma pequena ajuda de seu majestoso cavalo branco, e amigos, Grace e Rebecca elaboram um plano com o intuito de arrecadar dinheiro suficiente para salvar o rancho. Nesse meio tempo, aprendem a nunca perder a esperança. Aquele enredo de filme ‘seção da tarde’ que não dá para deixar de assistir. Contando ainda com a fotografia.

Entre as curiosidades de Hope Ranch, John Schneider é 18 anos mais velho que a atriz que interpreta sua esposa, Marisa Brown . Ela, por sua vez, é 18 anos mais velha do que a atriz que interpreta sua filha, Grace Van Dien. T.C. Stallings faz o Pastor Williams, enquanto Carter Roy interpreta Luke Star,k e Jimmy Deshler é Chris. O filme estreou em março de 2020 no canal de streaming Netflix. Escrito por Simon K. Parker e dirigido por Paco Aguilar.

Assista o trailer:

Fonte: Cowgirl Magazine, Rotten Tomatos, IMdb

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

5 filmes sobre cavalo para você ver nessas férias

Se você é apaixonado mesmo por cavalo, certamente já viu esses filmes; mas não custa nada aproveitar as férias para ver ou rever

Publicado

⠀em

Calendário de provas vazio por conta das férias? Com toda a certeza é hora de você aproveitar um pouco para descansar. Então, nada melhor do que assistir alguns dos filmes de cavalo mais famosos e fofos da história. Por isso, selecionamos cinco dicas para você! São clássicos, eventualmente você já até assistiu. Mas ver e rever quantas vezes for faz bem para matar a saudade dos nossos cavalos, não é mesmo?

Seabiscuit – Alma de Herói

O filme se passa na década de 1930, na América, durante um difícil período da Depressão, o pior e o mais longo período de recessão econômica do País. Retrata, portanto, a história de um pequeno cavalo maltratado e desajeitado. Que parecia mancar quando marchava, chamado Seabiscuit. A história real de um cavalo campeão e de três homens que acreditaram na potencialidade de um animal frágil. Contudo, de uma excelente linhagem de Corrida, mostrando que o poder da esperança e a coragem podem transformar sonhos em realidade.

Secretariat

Secretariat (foto) é um filme americano da Walt Disney Pictures, que estreou nos cinemas em 2010. Com um roteiro de Mike Rich, dirigido por Randall Wallace, é estrelado por Diane Lane, como proprietária de Secretariat. Conta de modo biográfico a historia do thoroughbred tríplice coroado. Durante sua carreira na corrida, ele ganhou cinco Grandes Prêmios, incluindo prêmios de Cavalo do Ano aos dois e três anos de idade. Entrou para o National Museum of Racing and Hall ofFame em 1974. Uma lenda!

Se você é apaixonado mesmo por cavalo, certamente já viu esses filmes; mas não custa nada aproveitar as férias para ver ou rever

O Encantador de Cavalos

O Encantador de Cavalos (acima) conta a história de um talentoso treinador de cavalos. Com efeito, ele foi contratado para ajudar uma adolescente que sofrera um grave acidente e seu cavalo a se recuperarem. O processo de recuperação é lento, mas após algum tempo os resultados aparecem. No final, a lição que fica é que o cavalo pode curar feridas físicas e emocionais. De fato, o amor pelo cavalo faz com que Grace encare sua nova limitação com mais garra.

Spirit – O Corcel Indomável

A animação Spirit – O Corcel Indomável fala em uma hora e 24 minutos sobre a amizade entre um menino indígena e um cavalo indomável apaixonado por uma égua. Ambientada no Velho Oeste americano, mostra o impacto do processo civilizatório na vida dos três. Bem como a amizade que construíram. O cavalo vive no final do século 17 em pleno Oeste norte-americano e ele resiste ser domado pelo homem.

O Corcel Negro

Em uma viagem em um navio à vapor, o filme se passa em 1946 e conta a história de um belo cavalo Árabe. Ao longo da costa do Norte da África, o jovem Alec Ramsey viajava com seu pai em um navio à vapor. De fato, na mesma viagem estava um magnífico cavalo árabe preto. Quando um desastre destrói o navio e ele naufraga, Alec liberta o cavalo e escapa com ele para uma ilha próxima, onde eles formam um estreito vínculo.

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Nico, o Unicórnio

Em Nico, o Unicórnio, um menino de 11 anos de idade luta para lidar com uma deficiência, ao mesmo tempo que encontra um pônei que dá à luz um unicórnio que vira seu amigo

Publicado

⠀em

Nico, o Unicórnio, é o nome de um livro de ficção juvenil de 1996. Um romance popular para jovens adultos. O filme, de mesmo nome, foi adaptado para o cinema de 1998. Ademais, o livro foi escrito por Frank Sacks, que também escreveu o roteiro do filme. A película para as telonas foi dirigida por Graeme Campbell.

Então, no enredo de Nico, o Unicórnio, Billy passou por um acidente que resultou em ferimentos permanentes na perna. Um motorista bêbado matou seu pai e quase tirou a vida do menino de 11 anos. Billy e sua mãe Julie se mudam de Boston para uma nova cidade na zona rural de Vermont na esperança de escapar das más lembranças do acidente.

Em Nico, o Unicórnio, um menino de 11 anos de idade luta para lidar com uma deficiência quando encontra um pônei que vira seu amigo

Billy vive sua nova vida enquanto tenta fazer amigos. Assim, ele e a mãe visitam o Starlight Circus, um circo já decadente, na tentativa de distraírem-se. Lá ele conhece um pônei abandonado e a leva para casa. Surpreendentemente, esse pônei fêmea dá à luz um unicórnio, que Billy coloca o nome de Nico. Posteriormente, o pônei é morto por um leão da montanha ao defender a cria.

Dessa forma, o menino sabe que precisará fazer o que puder com seu segredo para proteger seu novo amigo. Nico, o unicórnio, parece ter poderes mágicos. Muitas aventuras pelas montanhas acontecem na sequencia das cenas.

Kevin Zegers faz Billy Hastings. No elenco ainda Anne Archer (Julie), Michael Ontkean (Tom Gentry), Pierre Chagnon (Ben Willett), Elisha Cuthbert (Carolyn Price). Amigos e desafetos que o garoto faz ao longo do filme. As filmagens aconteceram em Eastern Townships do Canadá.

Assista ao trailer:

Fonte: Imdb

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Rodeo Girl

Publicado

⠀em

Forçada a passar o verão no rancho de seu pai, uma adolescente se liga a seu cavalo e descobre desafios nunca antes imaginados

Rodeo Girl, de 2016, é um longa-metragem estrelado por Kevin Sorbo, Sophie Bolen e Derek Brandon. Conta a história de uma jovem garota e seu cavalo enquanto eles fazem a transição do estilo inglês para as provas de Três Tambores.

Priscilla, de 14 anos, vive uma vida de luxo em seu colégio interno na Nova Inglaterra. Acima de tudo, entre suas atividades, aulas diárias de equitação em seu cavalo de Salto, Lucky Lad. Porém, sua vida dá uma reviravolta quando é enviada para viver com Duke, seu pai cowboy em Michigan durante o verão.

Um pai que ela não via desde 1 ano de idade. Ou seja, um homem de quem ela não se lembra e de quem não tem notícias há anos. O lado bom da viagem é que ela pode levar seu cavalo. Em princípio, Priscilla não gosta da ideia. Mas tudo muda quando ela descobre o rodeio.

Em Rodeo Girl, forçada a passar o verão no rancho de seu pai, uma adolescente se liga a seu cavalo e descobre desafios nunca antes imaginados

Assim, ao longo de Rodeo Girl ela logo troca sua sela inglesa por uma western. Ao mesmo tempo em que coloca Lucky Lad para aprender a correr Três Tambores.

Duke e Priscilla aprendem muito um sobre o outro nesse meio tempo. Ela foi treinada em cavalos de Salto e seu pai mora em uma área onde as pessoas adoram rodeios. Fato que os ajuda a encontrar um terreno comum. Dessa forma, com esse contato, podem se conhecer melhor.

Com os treinos, a adolescente chega ao Youth Nationals Finals. Contudo, as cenas foram filmadas All American Quarter Horse Congress de 2015, em Ohio. No rodeio final, para encerrar com uma mensagem positiva, o filme mostra que ela consegue um tempo nunca antes alcançado e vence.

Fonte: IMDb, Dove.org, Finance.yahoo

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Spirit Riders

Publicado

⠀em

O filme de 2015, escrito por David Wilson e dirigido por Brian T. Jaynes, conta mais uma história de amor entre uma menina e um cavalo

Em Spirit Riders, uma adolescente rebelde é presa e sentenciada a um campo de terapia equina. Dessa forma, ela estabelece uma conexão com um puro-sangue espirituoso que tem contato no local. Logo depois, com a ajuda e orientação do proprietário do rancho, ela passa a treinar o cavalo.

Kacie (Alexandria DeBerry) é pega ajudando seu namorado a roubar medicamentos prescritos. Então, como punição, é enviada para trabalhar no acampamento de cavalos Spirit Riders. O local é utilizado como alternativa ao centro juvenil. A menina fica furiosa por ter que passar seus dias limpando baias. Sobretudo, ter que ajudar no trabalho com campistas com necessidades especiais.

O filme Spirit Riders, escrito por David Wilson e dirigido por Brian T. Jaynes, conta mais uma história de amor entre uma menina e um cavalo

Desse modo, ninguém escapa das criticas da adolescente. Rex (Lance Henriksen), o dono do acampamento, a convence a ajudá-lo no treinamento de um dos cavalos. Trata-se de Blaze, um animado ex-cavalo de corrida puro-sangue. À medida que Kacie e o cavalo começam a formar um vínculo forte, ela começa a ver que talvez possa fazer algo de si mesma.

Assim como em outros enredos, Spirit Riders mostra como qualquer pessoa pode transformar o lado que pensam ser ruim em suas vidas. Ela precisa lutar para não deixar sua vida familiar conturbada e o namorado ladrão atrapalharem. Os clichês do filme, acima de tudo, não tiram o brilho da emoção dessa conexão de Kacie com o cavalo.

De fato, Kacie aprende os mecanismos de enfrentamento para lidar com o luto, uma vida familiar difícil e a pressão dos colegas. Lições que são inegavelmente valiosas para públicos pré-adolescentes. Sem contar na relação doce dela com Mike, um dos campistas com síndrome de Asperger.

Assista ao trailer:

Fonte: Commonsensemedia

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Ostwind 3: Aufbruch nach Ora

Publicado

⠀em

Um filme de 2017 que fecha a série Ostwind dessa produção alemã

Mika e seu cavalo Ostwind viajam agora para a Andaluzia, na Espanha. Acima de tudo é lá onde ela espera encontrar as raízes de seu amado cavalo selvagem. Ostwind e Mika pertencem um ao outro, não importa o tamanho do oceano que os separa, suas aventuras são como conexões mágicas. De tal sorte que acabam como uma maldição e uma bênção.

Na terceira parte de Ostwind, Mika parte com seus cavalo selvagem em uma ação noturna. Chegam a Andaluzia, a casa de Ostwind, na Hacienda Monte Sabino, e descobrem a família dele. Assim, Mika fica maravilhada ao ver que vivem em uma manada, diversos cavalos ao redor da fonte de água de Ora.

Ostwind 3: Aufbruch nach Ora. Um filme de 2017 que fecha a série dessa produção alemã. Conta mais uma aventura de Mika e seu cavalo Ostwind

Mas Ora e a manada de cavalos estão ameaçados, então eles enfrentarão um novo grande desafio. Ao lado de Ostwind, Mika busca salvar a cidade de uma aquisição hostil, da mesma forma que livram os animais de um treinador sem escrúpulos.

Hanna Binke faz o papel de Mika. No elenco ainda Amber Bongard (Fanny), Jannis Niewöhner (Milan), Marvin Linke (Sam), Cornelia Froboess (Maria Kaltenbach), Tilo Prückner (Sr. Kaan), Lea van Acken (Samantha), Thomas Sarbacher (Pedro), Nicolette Krebitz (Tara).

No primeiro Ostwind, Mika era uma adolescente rebelde que se apaixonou por cavalos durante as férias, uma afinidade que mudou sua vida para sempre. Com a finalidade de ajudar a escola de equitação da cidade da avó, no filme dois Mika treina Ostwind para uma competição. Eles não vencem a prova, mas a escola é perdoada da dívida e não decreta falência. Em suma, toda a sequência é recheada de aventuras e descobertas.

Assista ao trailer:

Fonte: Filmow e Amazon
Crédito das fotos: AdoroCinema

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Running Forever

Publicado

⠀em

No filme Running Forever, uma adolescente que perdeu a mãe no 11 de Setembro se une a um belo cavalo no rancho de seu pai. Juntos eles reparam os pedaços de suas vidas

Em Running Forever, a mãe de Taylor Sims estava entre as vítimas do 11 de setembro de 2001. Data de três atentados aos Estados Unidos onde morreram quase três mil pessoas. Afastada do pai Billy por anos, no entanto, a adolescente tem a chance de reconstruir um relacionamento com ele na fazenda de cavalos que possui.

Dessa forma, Taylor, previsivelmente, encontra um cavalo para se relacionar e um novo namorado. Quando a dificuldade quase consome os dois, ela e o pai, um vínculo com um cavalo que também passou por uma perda trágica leva a garota de volta ao que é importante: família, amizade e fé.

No filme Running Forever, uma adolescente que perdeu a mãe no 11 de setembro se une a um belo cavalo também traumatizdo no rancho de seu pai

Antes de mais nada, um enredo já visto antes: uma personagem problemática, que vai para uma área rural, o vínculo com um cavalo, uma paixão inesperada. E, sobretudo, a temática do conserto de um relacionamento familiar distante. Porém, tudo tratado de maneira adequada e ótimos diálogos.

Jaimie Steck faz Taylor e tem como colegas de elenco ainda Martin Kove (Carson), Mike Mayhall (Billy), Leticia Jimenez (Martha), Krista Kelley (Janice), Chase Victoria (Layla)

Assista ao trailer:

Fonte: Wikepedia

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Once Upon a Time in the West

Publicado

⠀em

Se você está em busca intrigas e foras da lei assista Once Upon a Time in the West, um filme italiano de 1968, um épico de Spaghetti Western

Se você está em busca intrigas e foras da lei assista Once Upon a Time in the West

Once Upon a Time in the West é um filme italiano de 1968. Em português ‘Era uma vez o Ocidente’ é um épico de Spaghetti Western – estilo que surgiu em meados dos anos 1960. Foi dirigido por Sergio Leone, que o co-escreveu com Sergio Donati. Acima de tudo, é baseado em uma história de Dario Argento, Bernardo Bertolucci e Leone.

A história retrata dois conflitos que ocorrem em torno de Flagstone, uma cidade fictícia no Velho Oeste americano : uma batalha terrestre relacionada à construção de uma ferrovia e uma missão de vingança contra um assassino de sangue frio.

Se você está em busca intrigas e foras da lei assista Once Upon a Time in the West, um filme italiano de 1968, um épico de Spaghetti Western

Existe uma luta por Sweetwater, um pedaço de terra no deserto nos arredores de Flagstone, que contém a única outra fonte de água da região. De acordo com o contrato de venda, a dona perderá Sweetwater a menos que a estação seja construída quando as equipes de construção da pista chegarem a esse ponto. A disputa é o que permeia toda a história, a saber, como muito tiroteio e intrigas. Inegavelmente, poderoso estilo Velho Oeste.

A estrela é ninguém menos que Henry Fonda, que faz o vilão Frank. E outro ícone, Charles Bronson, como seu inimigo, o Harmonica. O elenco ainda conta com Claudia Cardinale, que faz Jill McBain, dona das terraas, e Jason Robards. O filme foi rodado no Cinecittà studios, em Roma, assim como teve cenas gravadas na Espanha e nos Estados Unidos.

Fonte: Wikepedia
Crédito das fotos: Cedidas 

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

A Champion Heart – Um Coração Campeão

Publicado

⠀em

A Champion Heart - Um Coração Campeão Um filme de 2018 inspirador que conta a história de uma menina e seu cavalo

Um filme de 2018 inspirador que conta a história de uma menina e seu cavalo

A Champion Heart, ou em tradução literalUm Coração Campeão – conta a história de uma menina problemática que, acima de tudo, encontra fé, esperança e cura através de um relacionamento com um cavalo ferido. Só para ilustrar, em comum com outros enredos, a menina perde a mãe e não sabe lidar muito bem com as emoções.

A garota problemática é Mandy, vivida por Mandy Grace, que aprende a confiar em um cavalo que foi resgatado. Entretanto, essa parceria começa difícil, mas continua a crescer ao longo de todo o filme. No começo, tudo é um desastre no rancho onde ela passa um tempo. Sem ligar muito para a forma correta de fazer as coisas, ela acaba, inclusive, deixando os cavalos fugirem.

Mas, como em todas as histórias onde o trabalho duro do dia a dia molda a postura de quem quer aprender, assim acontece com Mandy em A Champion Heart. Tarefas como limpar cocheiras e serviços gerais do rancho, e ainda, a amizade com o garoto Bradley, interpretado por Devan Key, surtem efeito nela. As palavras fé, esperança e cura permeiam a história e inspiram. No elenco ainda Donna Rusch como Diane, a dona do haras.

Aos poucos, a relação de Mandy com um cavalo também cheio de traumas, evolui. Ela aprende a montar e treina para um concurso de Salto. Rivalidades, apoio e muito aprendizado no final. O filme foi dirigido por David de Vos, e conta também como Isabella Mancuso (Zoey), Ariana Guido (Lauren), Caris Kozak (Sarah).

Assista ao trailer:

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Out Of The Wild – Uma Nova Chance

Publicado

⠀em

Out Of The Wild - Uma Nova Chance Deixar o passado para trás será a única coisa que salvará a vida de um cowboy Uma Nova Chance conta a história de Henry McBride

Deixar o passado para trás será a única coisa que salvará a vida de um cowboy

Out Of The Wild – Uma Nova Chance conta a história de Henry McBride, um cowboy de passado doloroso e que busca na bebida uma forma de esquecer sua dor. Sem dinheiro e sem destino, ele acaba indo parar onde jamais pensou ou desejou estar: um rancho.

Dessa forma, lá Henry será obrigado a abandonar de vez seus sonhos de aventura. Ao lado da dona do rancho, Jessie King, o cowboy encontra um novo desafio, algo que pode realmente mudar sua vida.

Ao longo de Uma Nova Chance, o homem irá ajudar a domar um mustang selvagem, um animal temperamental que está sendo um problema para Jessie. Enxergando no cavalo um pouco de si mesmo, Henry vê suas angústias e medos aflorarem.

Acima de tudo, ao abrir seu coração para domar o animal, ele encontrará respostas para os medos internos que o afligem. Assim, com o apoio de novos amigos e, quem sabe, de um novo amor, esta pode ser a oportunidade para a redenção.

Com o título original de Out Of The Wild, Uma Nova Chance tem no elenco os atores John Diehl, Jean Louisa Kelly, Benjamin Ashbrook, John Saint Ryan, Sewell Whitney, Kevin Mclorck, Haley Finegan, Josh Fingerhut, Paul Schackman. Com direção de Paul Krizan e roteiro de Mark Rashid.

Assista ao trailer:

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Filmes western dos anos 80

Publicado

⠀em

Filmes western dos anos 80 Certamente, os anos 80 não eram apenas a musica disco e cabelos com laquê

Certamente, os anos 80 não eram apenas a música disco e cabelos com laquê

Os anos 80 nos deram a fita métrica e Pac-Man. Mas também tivemos alguns bons filmes sobre cavalos. Com os finais de semanas ‘mais longos’ por conta do isolamento social e da quarentena por conta do novo coronavírus, você vai querer anotar essas dicas.

The Man From Snowy River (1982)

Está disponível na Amazon e outras plataformas de streaming. Baseado no poema de Banjo Paterson, a saga conta a jornada de Jim Craig que viveu os primeiros 18 anos de sua vida no alto das montanhas, na fazenda de sua família. Logo depois da morte de seu pai, ele precisa trabalhar, juntar dinheiro para garantir a posse da fazenda e assim se tornar um homem respeitado. Assista o trailer.

Lonesome Dove (1989)

O filme está disponível na Amazon, Youtube, iTunes e outras plataformas de streaming. É um épico western, estrelado por Robert Duval e Tommy Lee Jones. Baseado no romance de Larry McMurty, a trama segue um grupo de texanos levando um rebanho de gado até Montana. Também estrelam Danny Glover, Angélica Houston, Chris Cooper, Diane Lane, Steve Buscemi e Barry Corbin. Assista o trailer.

Filmes western dos anos 80
Certamente, os anos 80 não eram apenas a musica disco e cabelos com laquê
Phar Lap

The Black Stallion Returns (1983)

Você também o encontra na Amazon, Youtube e outras plataformas de streaming. No enredo, a forte ligação de Alec Ramsay (Kelly Reno) e seu cavalo de corrida, o rápido Corcel Negro, está fortemente ameaçada. Isso porque os donos originais do animal, os bérberes, estão voltando para pegar de volta o campeão. O problema é que, durante o processo, Corcel é roubado por um grupo de ladrões, fazendo com que seu dono arrisque sua vida para resgatá-lo. Assista o trailer.

Murphy’s Romance (1985)

Netflix e Amazon e, inegavelmente, outras plataformas de streaming, está disponível o filme que conta a história de Emma. Logo depois do divórcio, Emma se muda para o interior com o filho para cuidar de um haras e conhece Murphy, de quem gosta muito. O relacionamento deles parece estar indo bem, até que seu ex-marido aparece na cidade e ela se sente dividida. Estrelam esta comédia romântica a corajosa Sally Field e o carismático James Garner. Assista o trailer.

Phar Lap – Herói de uma nação (1983)

Antes de mais nada, você pode assistir esse filme no Youtube. Assim como The Man From Snowy River, Phar Lap é um filme australiano estrelado por Tom Burlinson (que interpreta Jim Craig). Conta a história de um dos maiores cavalos de Corrida de Down Under, se não do mundo, nos anos 30. A carreira dele se desenvolveu na Europa e nos Estados Unidos com grande sucesso. Assista o trailer.

Fonte: Quarter Horse News
Fonte: Pexels

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Ostwind 2

Publicado

⠀em

Ostwind 2 É um filme alemão filme feito em 2015 por Katja von Garnier

É um filme alemão filme feito em 2015 por Katja von Garnier

Ostwind 2 é a versão cinematográfica do romance Ostwind – Return to Kaltenbach, de 2014. Além disso, é a sequência do filme Ostwind – Livres como o vento, de 2013. O enredo conta a história de Mika Schwarz (Hanna Binke), que passa as férias de verão na granja da avó em Kaltenbach.

Acima de tudo, a escola de equitação da região está à beira da ruína por causa de uma empresa concorrente. As instalações modernas estão gradualmente ameaçando a antiga escola e envolvendo todos os alunos. A única salvação pode ser o premio de um torneio que Mika irá participar.

A garota começa então a treinar com seu cavalo Ostwind para poder participar dessa competição. Inegavelmente, só a vitória interessa para que ela evite a falência da escola de equitação no tribunal.

Enquanto se preparam para o torneio, Ostwind e Mika descobrem seu interesse pelo sexo oposto. Para o garanhão, é uma égua tordilha, para Mika, a jovem Milan, que a ajuda no treinamento. Uma vez que a personagem principal conseguiu resgatar a égua para ele.

Contudo, Mika é incapaz de vencer o torneio devido a um desmaio. Mas, o local é poupado da falência porque a polícia descobre uma farsa do concorrente.

No elenco ainda Amber Bongard (Fanny), Jannis Niewöhner (Milan), Marvin Linke (Sam), Cornelia Froboess (Maria Kaltenbach), Tilo Prückner (Sr. Kaan), Nina Kronjäger (Elisabeth Schwarz), Jürgen Vogel (Philipp Schwarz), Henriette Morawe (Tinka), Max Tidof (Leopold Sasse), Walter Sittler (Hanns de Burgh).

Há uma terceira senquencia dessa história, Ostwind – Aufbruch nach Ora, filmado em 2016.

Assista ao trailer:

Fonte: Wikipedia

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

5 filmes sobre a cultura rural brasileira

Publicado

⠀em

5 filmes sobre a cultura rural brasileira Para você que está ai em isolamento social e não sabe mais o que assistir, algumas dicas que falam sobre cavalo

Para você que está ai em isolamento social e não sabe mais o que assistir, algumas dicas que falam sobre cavalo

Muitas pessoas estão buscando alternativas do que ver na TV ou na Internet nesses tempos de isolamento social. Nosso parceiro Luciano Rodrigues, cavaleiro e pesquisador, listou para nós cinco filmes que falam sobre a cultura rural brasileira. Confira!

5 filmes sobre a cultura rural brasileira Para você que está ai em isolamento social e não sabe mais o que assistir, algumas dicas que falam sobre cavalo

Boi Neon

Boi Neon (2015), filme vencedor de vários prêmios, dirigido por Gabriel Mascaro. Retrata a vida do vaqueiro de curral, representado por Iremar e seu sonho de ser um estilista de moda. Viajando por festas de vaquejada de todo o Brasil, Iremar e os amigos de curral apresentam a vida dos trabalhadores da vaquejada, cada qual com sua vida, seus sonhos e as labutas do dia a dia.Iremar é um desses, procura no decorrer do filme conquistar o seu sonho no mundo da moda.

O tempo e o vento

Filme dirigido por Jayme Monjardim, mesmo diretor da minissérie “A casa das sete mulheres”, estreou em 2013, uma adaptação da trilogia de Érico Veríssimo, aborda anos de guerra entre duas famílias. Além dos conflitos familiares, o filme apresenta um pouco da cultura gaúcha, mostrando a formação do Estado do Rio Grande do Sul e os conflitos territoriais entre Portugal e Espanha.

Vidas secas

Baseado no livro homônimo de Graciliano Ramos, o filme estreou em 1963, foi dirigido por Nelson Pereira dos Santos. Indicado pela British FilmInstitute como obra fundamental em uma cinemateca. É neste clássico que aparece a famosa cachorra “Baleia” e uma família de retirantes. Retrata a vida no sertão, assolados por secas e misérias, vivendo do trabalho árduo com gado para a sobrevivência da família. Contudo, caminham juntos com as desventuras do sertão.

5 filmes sobre a cultura rural brasileira Para você que está ai em isolamento social e não sabe mais o que assistir, algumas dicas que falam sobre cavalo

O Quatrilho

Com direção de Fábio Barreto, estreou em 1995, indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, “O quatrilho” exibe a vida de imigrantes italianos no Rio Grande do Sul na chegada ao novo mundo. O filme tem seu eixo dois jovens casais e seus amores. Além de abordar temáticas envolvendo a traição e o amor, o filme apresenta uma dimensãoda cultura dos imigrantes colonizadores.

5 filmes sobre a cultura rural brasileira Para você que está ai em isolamento social e não sabe mais o que assistir, algumas dicas que falam sobre cavalo

Filmografia de Mazzaropi

Um grande clássico da cultura brasileira, os filmes de Amácio Mazzaropi foram sucesso de público por mais de 30 anos. O primeiro filme estreou em 1952, ao todo foram 32 filmes, representando o caipira brasileiro. Seus filmes com diversas temáticas fizeram de Mazzaropi um grande incentivador do cinema brasileiro, sempre com humor e uma linguagem simples.

Colaboração: Luciano Ferreira Rodrigues Filho
Cavaleiro e Pesquisador | Campeira Dom Herculano | lu_fr@yahoo.com.br
Crédito da foto de chamada: Pixabay

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

Ride Like A Girl

Publicado

⠀em

Ride Like A Girl O filme conta a incrível história verdadeira de Michelle Payne, a primeira jóquei feminina a vencer uma importante corrida de cavalos

O filme conta a incrível história verdadeira de Michelle Payne, a primeira jóquei feminina a vencer uma importante corrida de cavalos

Em Ride Like A Girl você vai conhecer a história de Michelle Payne. Quando menina, ela sonhou com o impossível: vencer a Melbourne Cup – a corrida de duas milhas mais difícil das corridas de cavalos na Austrália.

Caçula de 10 filhos, Michelle é criada pelo pai solteiro Paddy. Assim sendo, deixa a escola aos 15 anos para se tornar jóquei. Muito nova ainda, comete falhas e acaba por se deparar com uma tragédia familiar, seguida por sua queda quase fatal. De fato, uma sucessão de acontecimento que quase acabam com o sonho dela.

Mas com o amor do pai e do irmão Stevie, Michelle não tem coragem para desistir. De tal forma que mesmo contra todos os conselhos médicos e os protestos de seus irmãos, segue em frente.

Nesse meio tempo, conhece o príncipe de Penzance. Juntos, eles superam as probabilidades impossíveis de tentar o sonho: a participação na Melbourne Cup 2015, com probabilidades de 100 a 1. O resto é história.

Da diretora Rachel Griffiths, Ride Like A Girl tem no elenco Teresa Palmer, Sam Neill, Stevie Payne, Sullivan Stapleton, Genevieve Morris.

Assista ao trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=QJTZsCG7kv0&feature=youtu.be

Fonte: transmissionfilms

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

One Half Of Me – Aika Jonka Sain

Publicado

⠀em

One Half Of Me - Aika Jonka Sain Longa-metragem de 2020 baseado em fatos reais. Conta, sobretudo, a história da amazona Jaana Kivimäki

Longa-metragem de 2020 baseado em fatos reais. Conta, sobretudo, a história da amazona Jaana Kivimäki

Com o título em inglês One Half Of Me, Aika Jonka Sain (tradução livre em português ‘O tempo que me foi dado) estreou em março de 2020. O longa-metragem conta a incrível história de sobrevivência de uma mulher finlandesa.

Jaana Kivimäki é dona de um bar e mãe de dois filhos. Contudo, seu hobby é montar cavalos. Tudo que ela sempre fez em seu tempo livre.

O filme retrata a vida de Jaana, que mora junto com um parceiro carismático, mas mau humorado, Marko. A vida dela está prestes a mudar totalmente de direção quando ela sofre um grave acidente e fica paraplégica.

Enquanto as palavras ‘quando um acidente devastador é o começo de uma nova vida’ aparecem na tela, é difícil não se sentir inspirado e admirado pela história da hoje atleta finlandesa do Para Dressage.

Foram Tuukka e Olga Temone que procuraram Jaana para pedir que pudessem contar sua história. Tuukka, sobretudo, ficou responsável pela direção, enquanto Olga interpreta o papel principal. Sebastian Rejman faz Marko.

O acidente que a deixou paralisada da cintura para baixo aconteceu em 2004 e foi seu maior desafio. Você poderá ver no filme Jaana a caminho de uma competição, quando parou para verificar o barulho alto de trailer. A porta de trás se soltou, esmagando duas vértebras e rompendo sua medula espinhal.

One Half Of Me destaca a agonia e a luta que o atleta passa após esse momento. Também mostra que, por causa de sua profunda conexão com os cavalos, além de sua coragem, fé e vontade forte, conseguiu avançar na vida como sobrevivente.

 Assista ao trailer:

Fonte: FEI

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo

Cinema

The Horseman – Os Cavaleiros do Buzkashi

Publicado

⠀em

The Horseman - Os Cavaleiros do Buzkashi

Omar Sharif estrela esse filme de 1971 que descreve a vida rural no Afeganistão contemporâneo e o amor do povo afegão por um esporte tradicional antigo semelhante ao pólo a cavalo

The Horseman se passa nas pobres e desoladas províncias do norte do reino sunita feudal montanhoso do Afeganistão – antes das revoluções republicanas de engenharia soviética. Dessa forma, por lá, o status dos homens orgulhosos e de seus clãs é determinado menos pela riqueza ou até pelo poder militar (ambos raros) e depois pelas vitórias no antigo jogo de Buzkashi.

Trata-se de um esporte tradicional antigo que se assemelha ao pólo a cavalo. De tal sorte que remonta a Genghis Khan, na qual os cavaleiros participantes usam seus chicotes em montarias e rivais em uma luta implacável por uma pesada ‘bola’.

Tursen (Jack Palance), um ex-campeão, respeitado por seus feitos, criou um cavalo sem igual, o garanhão branco Jahil. A fim de colocá-lo em um torneio nos arredores da capital Cabul, pede ao filho para montá-lo.

Como Tursen é muito velho e tem uma perna torta, seu filho Uraz (Omar Sharif) toma as rédeas e vai para a competição. No entanto, ele é orgulhoso e tem necessidade auto-destrutiva de provar-se contra probabilidades desesperadas;

Vence a competição regional, dessa forma, indo tentar a sorte em prova maior. Para tal, precisa viajar com o cavalo pela estrada terrivelmente longa e perigosa, através das implacáveis ​​montanhas do Hindu Kush.

O que será que acontece com ele na competição no final de The Horseman? Desafios maiores estão por vir.

Fonte: imdb
Crédito da foto: Divulgação/Mubi

Veja mais da editoria Cinema no portal Cavalus

Continue lendo