Thunderhead, é filho de Flicka, e o filme foi rodado em 1945

Nesta sequência do adorado clássico Minha Amiga Flicka, Ken McLaughlin (Roddy McDowall) se empenha para criar um rebelde potrinho filho da famosa égua. Apesar de ser um desafio a princípio, o potro Thunderhead acaba mostrando seu valor. E quando se torna claro que o lindo cavalo pode ser um campeão de Corrida, Ken o inscreve em uma competição.

Mas após um ferimento e um inesperado confronto, Ken percebe que o magnífico animal está destinado a uma vida de liberdade. O filme foi adaptado para as telonas por Dwight Cummins e Dorothy Yost através da trilogia de Mary O’Hara. Thunderhead (1943) é o segundo livro. My Friend Flicka (1941) foi o primeiro e Green Grass of Wyoming (1946), o terceiro.

Thunderhead - Fúria Selvagem

Quando a égua de Ken, Flicka, dá a luz a um potro todo branco, ele esconde do pai (Preston Foster) que deixou sua égua cruzar com o garanhão puro-sangue de um fazendeiro vizinho, Appalachia. É a mãe de Ken, Nell (Rita Johnson), que o nomeia de Thunderhead. O rapaz treina o potro como um cavalo de Corrida, mas ele acaba sofrendo uma lesão durante sua primeira competição, terminando sua carreira ali mesmo.

Thunderhead - Fúria Selvagem

Após terem perdido alguns cavalos, a família fica perto da falência, até que em uma noite Thunderhead se solta e foge. Ken sai imediatamente à sua procura a pé até um vale isolado. Descobre o rebanho liderado por Albino, um garanhão selvagem, incluindo os cavalos de seu pai. Ao levar o cavalo de volta para casa, Ken percebe que ele fica desconfortável preso nas baias ou piquete. Percebe que precisa deixa-lo voltar a viver livre.

8 Comentários

Escreva um comentário