Geral

Amberley Snyder conta como está dez anos após o acidente

Janeiro de 2020 marcou dez anos desde o acidente que deixou a competidora na cadeira de rodas

Amberley Snyder lembra da tarde fria de inverno nos arredores de Rawlins, Wyoming. Sua vida mudou em um instante. Por uma distração, de fato, sua caminhonete desapareceu da estrada. Quando tentou voltar, capotou violentamente.

Ela foi ejetada com tanta força que seu pequeno corpo estalou na cerca. Ainda, um corte sangrento em sua testa e várias escoriações. Mas ela estava viva. Contudo, quando o impacto do acidente começou se dissipar, percebeu que não conseguia sentir as pernas.

Talvez tenha sido o destino deixá-la viva. Amberley Snyder não estava com o cinto de segurança, de tal forma que isso pode tê-la salvado, considerando os danos extremos na cabine da caminhonete.

Ou tenha sido uma intervenção divina. Visto que após esses segundos a vida dessa amazona mudou por completo. Outro propósito para sempre. Amberley Snyder foi feita para fazer algo maior.

Dez anos

A recuperação de Amberley do acidente é notável. Em apenas alguns meses, ela estava de volta ao lombo do cavalo. Quase instantaneamente se tornou uma fonte de inspiração para quem conheceu sua história.

Janeiro de 2020 marcou o décimo aniversário de seu acidente. Assim como seu 29º aniversário. Nesse ínterim, o caminho para a recuperação de Amberley não só foi uma inspiração para muitos, mas também uma jornada para sua família e amigos.

Amberley é uma garota ocupada. Ministra palestras motivacionais. Além disso, viaja bastante e desenvolveu uma carreira que serve como uma maneira de ganhar a vida e também de retribuir.

No ano passado, um filme sobre sua vida estreou na Netflix – Walk. Ride. Rodeo.. Sua história inspiradora foi eternizada, mostrando sua personalidade forte e sua devoção a ajudar os outros.

Em sua casa, em Elkridge, Utah, lembra que logo no começo percebeu como sua jornada podia salvar outras vidas. Depois que voltou de uma palestra no FFA Convention recebeu uma mensagem de um garoto que viu que sua vida valia a pena após ouvi-la.

Nesses dez anos houve contratempos, sem dúvida. Entre os desafios diários, Amberley destaca a paciência. Com ela mesma, com outras pessoas, com cavalos, com o mundo. No processo de recuperação ela trabalhou duro para conquistar independência, por isso quando precisa de ajuda fica um pouco mais nervosa.

Sobretudo, Amberley aprendeu a viver uma vida normal, com obstáculos e muito amor. Estar em uma cadeira de rodas não é o que queria, mas entende que esse fato moldou quem ela é hoje. A amazona conseguiu transformar o que poderia ser um desastre em algo que a motivou e tem orgulho disso.

Amberley Snyder conta como está dez anos após o acidente

Próximos dez anos

De acordo com sua filosofia, não há problema em ter dias ruins, em ficar triste, bravo ou chateado. Todo mundo precisa passar por essas frustrações, sentir tudo. Dessa forma, poderá decidir o que fazer a seguir.

Os planos de Amberley para a próxima década é ter podido ir com sua palestra em todos os 50 estados dos Estados Unidos. Em termos de rodeio, quero estar em várias finais e voltar ao The American.

Antes de mais nada, sonha em encontrar seu companheiro e iniciar um trabalho de caridade. Também quer escrever mais livros. Sobretudo, pensa que estará de pé. Seja através dela mesmo ou com a ajuda da tecnologia.

Texto e Fotos: Ken Amorosano/Cowgirl Magazine
Tradução e adaptação: Luciana Omena

Veja outras notícias no portal Cavalus