Geral

Cavalo Caramelo “engorda 50 quilos”: saiba como está o símbolo dos resgates no RS

Animal foi resgatado com saúde debilitada, depois de passar 4 dias em cima do telhado de uma casa

Publicado

⠀em

Cavalo Caramelo “engorda 50 quilos” saiba como está o símbolo dos resgates no RS

Ícone dos resgates em meio às enchentes no Rio Grande do Sul, o cavalo Caramelo se tornou um símbolo de resistência e mobilização. Mas o que aconteceu com ele e qual é o futuro desse símbolo? Relembre o caso.

Resgate heroico

O cavalo ficou famoso após passar cerca de quatro dias ilhado em cima do telhado de uma casa em Canoas, no Rio Grande do Sul. Ele foi resgatado por socorristas do corpo de bombeiros, em uma ação que repercutiu e despertou diversos influenciadores e políticos que se mobilizaram para viabilizar o resgate. O animal foi apelidado de Caramelo, e o nome chegou a ficar entre os assuntos mais comentados do X, o antigo Twitter.

O animal foi levado para o Hospital Veterinário da Universidade Luterana Brasileira (ULBRA), em Canoas. Ele apresentava lesões na pele, nos músculos e na pata traseira, provavelmente causadas pelo tempo que passou em cima do telhado e pelas condições precárias de vida.

Período de recuperação

Resgatado no dia 9 de maio, o cavalo caramelo apresentava um quadro avançado de anorexia e desidratação, onde recebeu assistência do Hospital Veterinário da Ulbra em Canoas.

Cavalo 'Caramelo', resgatado de cima do telhado, apresenta quadro clínico estável

Recuperado, o equino engordou cerca de 50 kg – média superior a um quilo por dia – durante os últimos 40 dias. Atualmente, não passa por nenhum tipo de tratamento em decorrência de condições agravadas. No dia 11 de junho, Caramelo passou por uma revisão odontológica.

“Hoje ele é um cavalo normal e não apresenta nenhum tipo de sequela”, destaca Louise Maciel, médica veterinária responsável por cuidar do animal.

Sucesso nas redes sociais

Ainda sob os cuidados da Universidade Luterana Brasileira (ULBRA), em Canoas, o cavalo Caramelo tem sido um destaque nas redes sociais da ULBRA. O sucesso está nas métricas e médias de interações no Instagram da universidade. Para se ter noção, a postagem com o menor número de interações do cavalo caramelo levou pouco mais de duas mil curtidas. Em uma das postagens, onde o cavalo aparece se recuperando e vestido por uma capa, nada menos do que dez mil pessoas interagiram com o conteúdo.

Outros animais acolhidos e a propriedade do cavalo caramelo

Em nota à CNN, a Ulbra relata que durante os resgates no Rio Grande do Sul acolheu de forma voluntária mais de 8 mil pessoas em suas instalações, no campus de Canoas. Além das pessoas, mais de 3 mil animais foram atendidos pelo corpo colaborativo da instituição, que inclui funcionários, alunos e voluntários. Desse número, o levantamento inclui pouco mais de uma centena de equinos, entre eles o cavalo caramelo. Cerca de 50% dos animais receberam atendimento veterinário gratuito.

Sobre a devolução dos animais e a polêmica acerca do verdadeiro direito de propriedade do cavalo caramelo, a instituição garante que todos os animais serão devolvidos aos seus verdadeiros donos, desde que já tenham condições de ter alta médica e seja comprovada a propriedade do animal.

Fonte: CNN
Foto: Reprodução/Instagram

Leia mais notícias aqui.

WordPress Ads
WordPress Ads