Geral

Curly Horse, a raça de cavalos de pelos encaracolados

Também são chamados de Bashkir Curlies, American Bashkir Curlies e North American Curly Horses

As origens do cavalo Curly são altamente debatidas, com estudos em andamento. A parte da história que gera mais confusão é sobre como a raça deve ser chamada. Os membros da American Bashkir Curly Registry – ABCR preferem Bashkir Curly, enquanto os membros da Curly Sporthorse International – CSI e da International Curly Horse Organization – ICHO preferem North American Curly.

A adição ou remoção de Bashkir ao nome da raça é altamente debatida até hoje. Um estudo de 1990 indicou que é improvável que o cavalo Bashkir, que também tem uma pelagem encaracolada, seja um ancestral.

Curly Horse

A história conta que cavalos Curly foram documentados em obras de arte asiáticas em 161 d.C.. Charles Darwin também documentou cavalos encaracolados na América do Sul no início do século 19. E os primeiros índios Sioux consideravam cavalos encaracolados como montarias sagradas para chefes e curandeiros.

Outra teoria é que a origem da raça é ibérica. Foi notado que potros de cavalos de raça cruzada têm o cabelo encaracolado. Isso sugere que o gene curly (encaracolado) é dominante. Existem várias teorias sobre como o American Curly se desenvolveu. Na América, soube-se da existência pela primeira vez em Eureka, Nevada, no início do século 20.

Curly Horse

O fazendeiro John Damele e seus filhos possuíram um exemplar, a quem domaram e venderam, iniciando assim a relação da raça com o mercado de cavalos. Em 1932, um inverno severo atingiu a área. Na primavera, os únicos cavalos que podiam ser encontrados eram os Curlies. Fato que evidenciou outra característica da raça, a resistência.

Isso chamou atenção ainda maior da família Damele, que decidiram incluir mais desses cavalos em seu rebanho. Depois de mais um inverno rigoroso, em 1951, os Dameles começaram a levar a sério a criação desses cavalos. Encontraram o garanhão de fundação entre alguns cavalos selvagens e o denominaram de Copper D.

Curly Horse

Os Dameles não se importavam muito em manter a raça ‘pura’, fazendo cruzamentos diversos a fim de melhorar a genética dos cavalos. Ao acrescentarem outros sangues ao rebanho, uniram o Curly a cavalos de duas linhagens, um Morgan, Ruby Red King AMHR 26101, e um Arabian, Nevada AHR 18125. Estes dois garanhões são responsáveis por muitos descendentes e estão hoje em centenas de pedigrees de cavalos Curly.

Embora pouco vistos em provas, o cavalo da raça encaracolada tem o movimento, resistência e coração para se destacar em competições de Adestramento e Salto. Por seu temperamento calmo, são excelentes ‘professores’ para cavaleiros iniciantes. Também são usados para combined driving, western riding, ranching e trail.

Curly Horse

O gene único que dá ao Curly seu cabelo encaracolado pode ser expresso minimamente no corpo e crina. Ele também exibe cachos dentro das orelhas. Como o traço pode ser transportado de forma heterozigótica, alguns Curlies puros de raça não exibem nenhuma ondulação.

Fonte e Fotos: Wikipedia