Cultura & Estilo

Documentário sobre Lenita Perroy faz sua Première Mundial na 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Lenita Perroy, famosa criadora de cavalos Árabes, foi também a primeira fotógrafa brasileira a expor no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo

Publicado

⠀em

Documentário sobre Lenita Perroy faz sua Première Mundial na 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

O documentário “Lenita” sobre Lenita Perroy, pioneira fotógrafa de moda, cineasta brasileira e respeitada criadora de cavalos árabes, faz sua estreia mundial na 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, no dia 27 de outubro, às 21h55, no Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca 2.

Do premiado diretor Dácio Pinheiro (Meu Amigo Claudia), e produzido pela Gore Produtora Cinematográfica, o filme revela a história de Lenita Perroy, uma mulher que viveu à frente do seu tempo, onde dedicou parte de sua história dedicada à busca pela beleza, através de sua esquecida coleção de fotografias de moda e seus filmes, entre eles, o raro “Mestiça, a Escrava Indomável”(1973), com Sônia Braga (que  estava quase perdido e foi recuperado recentemente pela Cinemateca Brasileira) e “Noiva da Noite”, com Rossana Ghessa. Assinou também a direção de arte de clássicos nacionais como “A Super Fêmea”, estrelado por Vera Fischer, e a versão para o cinema de “Beto Rockfeller”, com o ator Luís Gustavo.

Lenita Perroy

Lenita aprendeu as técnicas de fotojornalismo com Jun Miki, pioneiro e mestre do fotojornalismo, e foi a primeira fotógrafa brasileira a expor no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo. Ela e o ex-marido, Olivier Perroy, passaram dois anos no Japão, trabalhando como correspondentes de revistas como Manchete e Realidade, como fotógrafos profissionais. Em São Paulo, o poderoso e respeitado casal produziu, em meio a grandiosas festas, ensaios de moda, publicidades e capas de discos famosos, como o lendário álbum “Tropicália”, realizado na sala da casa do casal e fotografada por Olivier. Lenita fotografou a capa do famoso disco psicodélico do cantor Ronnie Von (1968), do Zimbo Trio, Célia e Eduardo Araújo.

Após a separação, Lenita abandonou a carreira artística e se dedicou exclusivamente a uma grande paixão: a criação de cavalos árabes, sendo uma das precursoras no Brasil, responsável pela importação de um dos mais importantes reprodutores da raça, Ali Jamaal. Lenita foi a mais reconhecida criadora de cavalos árabes do Brasil e uma das mais reconhecidas criadoras de cavalos árabes de todo o mundo, e recebeu visitas de importantes nomes em seu Haras em Sorocaba como Charlie Watts, baterista do Rolling Stones, o ator Patrick Swayze, entre outros criadores de cavalo.

O documentário conta com depoimentos de Lenita Perroy, Olivier Perroy, Ronnie Von, Luisa Strina, Vera Fischer, Mila Moreira, Luis Gustavo, Antonio Pitanga, Miriam Mehler, Ralph Camargo, Daniela Gavaldão, Liège Monteiro, Vera Duvivier, Marilda Pedroso, Malu Fernandes, Ferdinand Huemer, Doug Dahmen, João Acácio Franco, entre outros.

Confira o trailer do documentário

Serviço

LENITA, de Dácio Pinheiro (82′), Première Mundial na 47ª Mostra Internacional de São Paulo

27/10 – Sexta-feira, às 21h55 (Première) – ESPAÇO ITAÚ DE CINEMA – FREI CANECA 2  

**Sessão com a presença do diretor Dácio Pinheiro. Apresentação no início do filme e bate papo com a plateia após a exibição.

30/10 – Segunda-feira, às 16h – RESERVA CULTURAL – SALA 1

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação

Leia mais notícias aqui.

 

WordPress Ads
WordPress Ads