Geral

Ruffian foi uma estrela da Corrida nos anos 1970

Por seu destaque, um filme foi feito para contar sua história real

Ruffian, uma thoroughbred, campeã das pistas de Corrida dos anos 1970, nasceu em 17 de abril de 1972 e morreu em 7 de julho de 1975. Uma vida curta, contudo meteórica. Venceu dez corridas consecutivas. Inegavelmente, ‘sobrando’ em relação aos demais concorrentes.

Em julho de 1975, Ruffian participou de uma corrida que gerou uma alta expectativa. Já que ela ia ‘duelar’ com o vencedor do Kentucky Derby, Foolish Pleasure. Acabou caindo e mesmo com uma cirurgia para recuperar a lesão não conseguiu sobreviver.

Como resultado, Ruffian foi sacrificada. Entretanto, seu legado permanece vivo até hoje. Está, sem dúvida, classificada entre os principais cavalos de Corrida dos Estados Unidos no século 20 pela revista The Blood-Horse. Do mesmo modo, sua história foi contada no filme de 2007 ‘Ruffian’ e em vários livros.

Ruffian foi uma estrela da Corrida nos anos 1970

História

Ruffian nasceu na Claiborne Farm, perto de Paris, Kentucky, Estados Unidos. Foi criada por Stuart S. Janney Jr e Barbara Phipps Janney, proprietários da Locust Hill Farm, de Glyndon, Maryland.

Janney, primo do proeminente cavaleiro Ogden Mills Phipps, tornou-se mais tarde presidente do Bessemer Trust. O pai de Ruffian era Reviewer, filho de Bold Ruler, garanhão da família Phipps’s. E sua mãe, Shenanigans, filha de Native Dancer. Foi treinada por Frank Y. Whiteley Jr.

Sua pelagem quase preta também chamava atenção. Media 1m65 de altura quando tinha dois anos de idade. O escritor esportivo Joe Hirsch a chamou de ‘a potranca juvenil mais imponente que ele já viu’. A potra usou seu tamanho e força para intimidar outros potros antes mesmo de começarem a correr.

Ruffian foi uma estrela da Corrida nos anos 1970

E ela correu provas para cavalos de dois anos e três anos. Sua estreia, portanto, foi no Belmont Park, em 22 de maio de 1974. Jacinto Vasquez era seu jóquei. Em seguida, venceu a Fashion Stakes, Astoria Stakes, Sorority Stakes, Spinaway Stakes. 

Logo após as cinco primeiras vitórias, Ruffian sofreu uma fratura na perna e perdeu o resto da temporada. Entretanto, suas cinco primeiras vitórias foram suficientes para que ela ganhasse o Eclipse Award como American Champion Two-Year-Old Filly.

Ela deu inicio a sua campanha dos três anos de idade vencendo uma allowance race. Ao mesmo tempo, carimbou vitórias na Comely Stakes, Acorn Stakes, Mother Goose Stakes e Coaching Club American Oaks. Dez corrida e dez vitórias consecutivas.

Ruffian foi uma estrela da Corrida nos anos 1970
Com Jacinto_Vazquez

Última corrida

A décima primeira corrida de Ruffian foi realizada no Belmont Park em 6 de julho de 1975. Ela e Foolish Pleasure eram montadas por Jacinto Vasquez, que escolheu montar Ruffian no ‘duelo’. A corrida contou com a presença de mais de 50 mil espectadores e uma audiência televisiva estimada em 20 milhões de pessoas.

Quando Ruffian saiu do partidor, bateu com força o ombro antes de se endireitar. Contudo, ela estava à frente por um nariz. Aumentando a distância a cada metro até que quando mudou de pista um barulho alto de rachadura foi perceptível. Ruffian fraturou os dois ossos sesamóides na perna dianteira direita.

Continuou correndo piorando, sem saber, sua lesão. O ferimento era enorme quando finalmente ela parou. Um vídeo mostra que Ruffian foi surpreendida por um pássaro no campo e por isso acabou contundida.

Na disputa com Foolish Pleasure

Quatro veterinários e um cirurgião ortopédico atenderam-na imediatamente. A operação de emergência durou três horas. Quando a anestesia se dissipou, ela se debatia violentamente como se ainda tivesse correndo. Os veterinários não conseguiam contê-la até que optaram pelo sacrifício.

Legado

Algumas mudanças foram feitas após o episódio de Ruffian para melhorar a recuperação de cavalos que passam por cirurgias. Há quem diga que sua genética a predestinou a uma lesão óssea, já que seus ancestrais todos tiveram problemas parecidos.

Foi enterrada em Belmont Park e recebeu, postumamente, o Eclipse Award como American Champion Three-Year-Old Filly. Em 1976, entrou para a galeria da fama do National Museum of Racing and Hall of Fame.

Fonte: Wikipedia
Fotos: Wikipedia e Pinterest