Museu foi criado para manter, celebrar e preservar a história do cavalo Quarto de Milha

Em março de 1940, um grupo de fazendeiros influentes se reuniu uma noite em torno da mesa de jantar de um dos maiores e mais ricos proprietários de terras dos Estados Unidos com um objetivo: salvar os cavalos encorpados e de bom coração preferidos deles e de pecuaristas. Na época, esses cavalos eram comumente chamados de Steeldust, um fabuloso anima que podia conduzir gado Longhorn através de qualquer clima ou terreno e correr a distância de um quarto de milha mais rápido do que qualquer outra raça.

Wall of Honor & Bronzes, estátuas em bronze de pessoas e cavalos que fizeram história

Em todos os pontos dessa conversa, ficou claro que esses cavalos já haviam causado um impacto significativo na história – eles tinham sido companheiros de guerra, parceiros de trabalho na fazenda e na fronteira não explorada, e atletas nas pistas de Corrida dos primeiros assentamentos coloniais. Aquela noite marcou o nascimento da American Quarter Horse Association e sua missão de preservar e melhorar as linhagens do cavalo Steeldust, conhecido hoje como American Quarter Horse, o Quarto de Milha.

The Grand Hall com os introduzidos no Hall da Fama

Uma das peças-chave que estava reunida em volta da mesa de jantar naquela noite, Bob Denhardt, professor e, mais tarde, comentaria, disse que a ideia era de preservar uma linhagem que estava se extinguindo na época. “Nós julgamos mal o que o futuro reservaria para o Quarto de Milha, achávamos que acabaria”. É difícil imaginar que aqueles reunidos naquela noite tivessem alguma ideia do impacto que a raça teria no mundo. Desde aquele dia histórico, o Quarto de Milha se transformou em uma figura lendária envolvida em alguns dos momentos mais marcantes da história. Hoje, essa história preenche o American Quarter Horse Hall of Fame e Museum.

Joni Hegel Education Gallery destinada a jovens e crianças

Quando você visitar o Museu da AQHA, que fica em Amarillo, Texas, é como entrar e experimentar um pedaço da história como nunca antes. A missão do American Quarter Horse Hall of Fame e Museum é preservar e interpretar a história e os usos modernos do cavalo Quarto de Milha, cultivando futuros entusiastas. O museu abriga a história viva do Quarto de Milha e o hall da fama é a galeria de gala onde estão imortalizados pessoas e cavalos que moldaram e mudaram a história raça ao longo dos anos.

Espaço que mostra a linha do tempo da raça

Entre os visitantes de todo o mundo, um dos programas do Museu da AQHA é levar jovens e crianças a conhecerem a história do Quarto de Milha e deixa-las entusiasmadas para quem sabe, no futuro, tornarem-se criadores, proprietários, treinadores e competidores.  É possível ver de perto itens antigos, como carroças, e os cavalos que começaram a se destacar. Obras de arte, em exposições permanentes e itinerantes, retratam o estilo de vida do mundo western americano, que foi onde tudo começou, e ajuda os visitantes a conhecer e apreciar a raça de cavalo mais popular do mundo.

Peças, artefatos, histórias são exibidos nessa galeria

No Museu, além do Hall Of Fame, no The Grand Hall, onde ficam as fotos das lendas, é possível ainda ver estátuas de bronze em homenagem a ícones da raça, um espaço lúdico e interativo para as crianças, um teatro onde passa uma história de dez minutos a respeito do Quarto de Milha, em outro local é possível fazer uma viagem através da linha do tempo da raça, uma sala de leitura e muito mais. Para quem ainda não consegue ir até lá pessoalmente, há um Tour Virtual, clicando aqui.

Por Equipe Cavalus

Escreva um comentário