Internacional

Brasileira encerra temporada de rodeio da Nova Zelândia no Top 8

Essa foi a segunda temporada completa de Nancy Franco pela New Zealand Rodeo Cowboy Association

Publicado

⠀em

De 1° a 4 de abril, a brasileira Nancy Franco disputou a final da New Zealand Rodeo Cowboy Association nos Três Tambores. O encerramento da temporada de rodeio da Nova Zelândia aconteceu em Taupo, cidade localizada na ilha norte, entre os oito melhores classificados em todas as modalidades.

Assim como a PRCA, a NZRCA pontua os atletas através do dinheiro ganho nas etapas. De acordo com a brasileira, foram cerca de 30 rodeios na temporada 2020/2021 entre as ilhas norte e sul da Nova Zelândia.

Na final, cada competidor disputou quatro rodadas, encerrando o campeonato com os campeões da etapa final e da temporada.

temporada de rodeio da Nova Zelândia: esse foi o segundo ano completo de Nancy Franco pela New Zealand Rodeo Cowboy Association

Essa foi a segunda temporada de rodeio da Nova Zelândia completa que Nancy Franco disputou. Em 2019/2020 ela sagrou-se Rookie of the Year e agora já disputa no ranking pela categoria principal.

Entrou para a final em sétimo lugar, classificação em que encerrou a temporada, mas na etapa em Taupo, ela foi a quarta melhor na soma de tempos (média).

“Foi ótimo! No Round 3, com minha égua Texan, fiquei em quinto e no ultimo round, fiz o segundo melhor tempo. Ao passo que nos dois primeiros rounds, não fomos muito bem, ficamos em sexto e em sétimo colocadas”, conta ela.

Lembrando que lá na Nova Zelândia os rodeios acontecem durante o dia. “Fizemos uma passada de manhã e outra a tarde em dois dias da competição”. A média final dela foi 16s797.

Uma grande conquista para a brasileira, que chegou à Nova Zelândia há pouco mais de 6 anos sem conhecer ninguém. “Comprei a Texas ainda potra, há quase 5 anos, fiz todo o treinamento dela. Até que no ano passado começamos a colher os frutos. Então, fazer a minha primeira final na Aberta foi incrível”.

temporada de rodeio da Nova Zelândia: esse foi o segundo ano completo de Nancy Franco pela New Zealand Rodeo Cowboy Association

Despertando atenção de todos por lá

Nancy conta ainda que a Texan sofreu um pouco no começo da temporada. Precisou se recuperar de uma tosse forte. Ao longo do calendário, muitas viagens, algumas bem distantes de onde moram, a égua também sentiu.

“Ela só ficou 100% agora no ultimo mês. No começo eu me concentrei em ir aos rodeios da ilha sul, onde moro, mas quando vi que dava para chegar entre as finalistas, fui às demais etapas, e a Texan foi maravilhosa!”

O fato de Nancy ser de fora da Nova Zelândia e se destacar por lá despertou atenção do pessoal que vive do rodeio.

“Sem dúvida, ser brasileira desperta curiosidade das pessoas. Todo mundo sempre me pergunta a respeito das diferenças entre rodeios no Brasil e aqui, sobre treinamento e etc. Além disso, elas têm muita vontade de correr no Brasil. Quando tudo tiver mais normalizado por conta da pandemia, o número de pessoas que quer ir ao Brasil para correr pelo menos um rodeio é grande!”

O rodeio na Nova Zelândia é considerado esporte de verão. A temporada segue de outubro a abril. Em agosto/setembro começam algumas provas e jackpots. Portanto, até lá ou o atleta prática algum esporte de inverso ou fica apenas nos treinos. O maior esporte de inverno por lá é o Hunter.

Por Luciana Omena
Crédito das fotos: Divulgação/Helen Mclean e Mark Burgess

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads