Rédeas, Apartação e Working Cow Horse se preparam para ver em pista os primeiros ‘bebês’ de alguns reprodutores de linhagem forte e renomada

Sabe quando o pai, ou mãe, ficam orgulhosos por algum feito de seus filhos a cada etapa da vida? Semelhante é com os cavalos. E no caso dos animais de Rédeas, Apartação e Working Cow Horse, esse orgulho é traduzido em prêmios. Todo criador quando escolhe um animal para tornar reprodutor espera que os produtos sejam vencedores nas pistas. Os ganhos dos filhos são importantes para suas carreiras, mas também para a de seu pai.

Com uma prole vencedora, a reputação do garanhão eleva. Para esse artigo, deixemos de lado os produtores já comprovados. A Quarter Horse News elencou os 31 garanhões que vão estrear sua produção nos futurities de Rédeas, Apartação e Working Cow Horse esse ano nos Estados Unidos. O primeiro ano em que esse filho competem pode desencadear muitas emoções. Na verdade, uma mistura de emoção, ansiedade e esperança.

Afinal, são anos esperando esse momento. Tempo que passa desde a escolha do garanhão, do cruzamento, nascimento dos potros, doma e treinamento. Ter sido um atleta de destaque muita vezes conta muito, mas nem sempre. Há cavalos memoráveis como pai, líderes de estatísticas, que não foram sucesso como competidores. Cabe, portanto, à geração seguinte levar seus nomes para os livros de história.

ARC Gunnabeabigstar e Jordan Larson. Foto: Waltenberry

Como estamos falando de Estados Unidos, para se qualificar como um garanhão novato em 2019, o primeiro potro registrado na American Quarter Horse Association dele deve ter nascido em 2016. São cavalos que atingiram a maioridade este ano e serão elegíveis para competir nas três modalidades citadas nas provas de Futurity no final da temporada – NRHA Futurity, NCHA Futurity e NRCHA Snaffle Bit Futurity.

Quem encabeça a lista é ARC Gunnabeabigstar, ganhador de US$ 308.902,00, filho de Gunnatrashya e Wimpys Little Chic, por Wimpys Little Step. Segundo dados da AQHA, em 2016 foram registrados 26 potros, nove em 2017 e dois em 2018, filhos desse destaque da Rédeas. Co-campeão do NRHA Futurity Open em 2014, ARC Gunnabeabigstar participou de momentos memoráveis da modalidade, com outros títulos importantes ao longo de sua jornada até aqui.

Propriedade da HDC Quarter Horses, ARC Gunnabeabigstar fará sua estréia como pai de forma mais tranqüila, já que a quantidade de potros à disposição do mercado foi maior em seu primeiro ano de estação de monta. Com mais produtos competindo, há uma boa chance que ele já dispare no ranking de reprodutores. Criado por Arcese Quarter Horses USA está alojado no Sterling Ranch.

Meteles Cat e Cody Hedlund. Foto: Hart Photos

Há seis garanhões de Apartação nessa lista. Todos, com exceção de um deles, têm ganhos recordes que ultrapassam US$ 100.000. Ninguém chega perto do líder, Meteles Cat . O garanhão de 2010, que foi criado e exibido pela família Hedlund, acumulou US$ 437.016,00 durante sua carreira. Agora, segue sua vida na reprodução e faz as estações de monta no Brazos Valley.

Filho de Metallic Cat e Teles Lies, por Lenas Telesis, Meteles Cat tem 12 filhos de 2016 registrados na AQHA e que vão representá-lo esse ano. Em 2017, foram 78 potros com registro, e em 2018, 35. Cody Hedlund, e seu pai, Rock, montavam o garanhão em sua fase como competidor. Entre os títulos, reservado campeão Derby Non Pro 2014 no NCHA Super Stakes, e ainda no Breeder’s Invitational e El Rancho Futurity.

Se 2017 e 2018 foram os grandes anos dos estreantes em Apartação e Rédeas, respectivamente, 2019 tem tudo para ser dos garanhões de Working Cow Horse. Nessa robusta lista robusta, existem seis cavalos com ganhos com mais de seis dígitos na carreira. O destaque dessa modalidade vai para Blind Sided, reservado campeão do NRCHA Snaffle Bit Futurity Open em 2013. Seus ganhos são de US$ 223.726,00 segundo o Equi-Stat.

Criador por Carol Rose foi apresentado exclusivamente por Jay McLaughlin para seu proprietário Aaron Ranch. Depois do sucesso no Futurity, Blind Sided continuou se destacando ao ganhar o NRCHA Stallion Stakes Open em 2015 e fazer as finais duas vezes do NRCHA Derby Open. Foi também reservado campeão mundial AQHA em 2015 no Cow Horse Open Junior. Ano passado, seu treinador e donos se arriscaram em provas de Apartação.

A lista completa com todas as análises dos possíveis filhos de todos os eles que podem se destacar esse ano você encontra clicando aqui.

Fonte: Quarter Horse News
Tradução e adaptação: Luciana Omena
Foto de chamada: Blind Sided e Jay McLaughlin, crédito: Primo Morales

Escreva um comentário