Etapa dos Estados Unidos está marcada para fevereiro de 2020

A PBR anunciou essa semana que o campeão mundial de 2008 Guilherme Marchi irá assumir o papel de treinador principal do Team Brasil, que defende o título na próxima etapa da Copa do Mundo. Hoje aposentado das competições, líder nas estatísticas da PBR de maior número de paradas, Marchi tinha sido nomeado assistente técnico. Agora ele substituirá Renato Nunes e comandará o Brasil na busca pelo terceiro título da PBR Global Cup.

“O formato da Copa Global da PBR nos presenteou com três dos mais empolgantes e competitivos eventos de montaria em touros da história”, disse Sean Gleason, CEO da PBR. “Nós mudamos as regras para permitir que os técnicos escolhessem toda a equipe. Estamos confiantes de que elevará o nível da competição. Teremos um produto melhor para nossos fãs”, reiterou o dirigente. Para ele, a liderança dos técnicos é essencial para o desenvolvimento da competição.

Um dos grandes ídolos do esporte, Guilherme Marchi conta que o que ele quer trabalhar com seus comandados é a mente. “Certifique-se de que os caras permaneçam fortes, permaneçam juntos e decidam tudo juntos”, disse Marchi, que nomeou Robson Palermo, três vezes campeão da final mundial, como o novo treinador adjunto. Os dois são amigos, sempre estiveram juntos nos rodeios. Robson também está aposentado das arenas.

“Eu escolhi o Robson porque o conheço há muito tempo e ele é um ótimo profissional. Sabe como trabalhar com os cowboys. Se precisamos trabalhar mentalmente com os meninos, Robson é o cara perfeito para ficar comigo. E os demais atletas também o respeitam muito, pois ele é uma grande inspiração para todos. Juntos, sinto que vamos ser ótimos, formar um ótimo time”.

A quarta edição da PBR Global Cup, a única competição de montaria em uma nação concorre contra a outra em equipe, fará sua segunda parada no AT & T Stadium em Arlington, Texas, de 15 a 16 de fevereiro de 2020. Esse formato de competições da PBR estreou em Edmonton, Alberta, em novembro de 2017, e já passou por Sydney, na Austrália, em junho de 2018 e, pelos Estados Unidos, em Arlington em fevereiro deste ano.

Na etapa de abertura, Marchi fez parte da equipe ainda competindo. Foi suplente em Sydney e fará sua estréia como treinador. O brasileiro, porém, já tem costume de orientar e passar seu conhecimento para jovens bullriders. Traços que foram destacados pelo tricampeão mundial da PBR Silvano Alves e pelo atual campeão mundial da PBR, Kaique Pacheco. Membro do PBR Ring Inductee de 2019, Marchi é um dos esportistas mais admirados desse esporte.

Sem dúvida, é considerado um dos maiores competidores de montaria em touros de todos os tempos. Quando se aposentou, alémd e todos os seus feitos saiu com 635 montarias válidas na série principal. Mais do que qualquer outro competidor na história da PBR. Mesmo com todos os ídolos que a entidade tem, ele é o ‘Sr 600’. Robson não fica atrás em feitos pela PBR. Foram 13 vitórias em etapas na carreira e o único a vencer a Final Mundial da PBR três vezes (2008, 2011, 2012).

Robson foi homenageado pela PBR na Global Cup desse ano. Na ocasião, falou sobre seu desejo de abrir uma escola ou centro de treinamento para aspirantes a bullriders, destacando sua paixão por orientar os futuros talentos. Os convocados para integrar o Team Brazil não poderiam ter dois coach’s melhores.

Fonte e Foto: PBR

5 Comentários

  1. Pingback: Jess Lockwood vence na volta da PBR e reassume liderança do mundial - Cavalus

Escreva um comentário