Internacional

Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke garantem ‘Tríplice’

Conjunto venceu o Nível 4 do NRHA Open Derby em Oklahoma; também são campeões do NRHA Futurity e NRBC

A Vintage Smoke sobrou no Jim Norick Coliseum durante as finais do NRHA Open Derby no último dia 20 de junho, em Oklahoma. Em seu comando, Jason Vanlandingham, que alcançou recentemente o status de NRHA Two Million Dollar Rider.

O treinador e seu vistoso garanhão preto já haviam deixado sua marca na história da Rédeas, visto que foram campeões do NRHA Futurity 2018 e do National Reining Breeders Classic (NRBC) 2019. Durante o tempo em que fica elegível para disputar as três competições da Tríplice Coroa, a chance permanece. Não venceram, portanto, o NRHA Derby ano passado, mas garantiram a Triple Crown em 2020.

Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke surpreenderam os juízes com manobras impecáveis, uma seguida da outra, que valeram ao conjunto nota 227,5. Foi visível, ao final da apresentação deles, que todos estavam apreensivos com o resultado. Mesmo com regras de distanciamento social, bilheteria fechada e todos os cuidados para não aglomeração, quem pode assistir ao vivo aplaudiu de pé ao ser anunciada a nota.

Para um dos melhores treinadores de Rédeas do mundo – que já veio ao Brasil três vezes – uma pela ANCR e duas para um curso no Rancho Karoline em Avaré – o resultado proporcionou uma sensação de alívio. “Fiquei decepcionado comigo no ano passado, porque tivemos a chance de vencer, mas perdi minha última parada. Havia muita pressão, mas esse cavalo é realmente incrível ”, conta o campeão ao confessar que ficou nervoso antes da final.

Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke garantem ‘Tríplice’ Conjunto venceu o Nível 4 do NRHA Open Derby em Oklahoma; também são campeões do NRHA Futurity e NRBC
Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke

Duas vezes Tríplice Coroado

Sentindo a pressão, Jason Vanlandingham afirma que precisou de alguns momentos em oração antes de competir. “Eu estava muito nervoso, mas me conectei com Deus e orei”. Essa resolução se mostrou tudo o que ele precisava. “Fomos lá e fizemos nosso melhor, A Vintage Smoke deu o máximo que ele pôde, especialmente nas paradas”.

A vitória veio com um grande cheque de US$ 60.000. Vanlandingham e a proprietária Diane Mesmer também receberam outros prêmios: Kyle Zanetti Trailer; uma sela Bob Custom, fivela Montana Silversmiths, entre outros. Assim como o criador, que nominou o animal, ficou com uma porcentagem da premiação.

Contudo, não foi a primeira vez que Jason sentiu o gostinho de ser um Triple Crown. A Vintage Smoke é o segundo cavalo que ele montou e que venceu as três principais provas. A primeira vez que ele realizou esse feito foi com Not Ruf At All. Ambos filhos de A Sparkling Vintage. “Fazer algo que ninguém mais fez é muito especial”, reforça.

A Vintage Smoke, com apenas 5 anos, ainda tem dois anos de elegibilidade para o Derby, que pode ser disputado entre cavalos de até 7 anos hípicos. Por outro lado, o NRBC é para cavalos de até 6 anos hípicos, enquanto o NRHA Futurity, animais de até 3 anos. Os planos, acima de tudo, são para que o conjunto permaneça competindo.

Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke garantem ‘Tríplice’ Conjunto venceu o Nível 4 do NRHA Open Derby em Oklahoma; também são campeões do NRHA Futurity e NRBC
Fappani, Spooks Goota Outfire, Clemerson e Letícia – Foto: Reprodução/Facebook

Outros resultados

Com julgamento de Drake J. Johnson, Andi Paul, Ryan Kail, Bud Poplin e Mark E. Turner, a final do NRHA Open Derby aconteceu entre 30 cavalos no Nível 4. As maiores notas da semana, já que todo o evento aconteceu de 15 a 21 de junho, foram marcadas nessa final. Além do 227,5 de Jason e A Vintage Smoke, Nathan Piper foi o segundo melhor da semana. Com 226 pontos encerrou a participação ao lado de Patriot em segundo lugar no Derby.

Piper e Patriot enfrentam Vanlandingham e A Vintage Smoke desde o início de suas carreiras. De tal forma que os dois conjuntos já até dividiram um título, o do NRBC Open L4 de 2019.

O terceiro lugar do L4 foi Andrea Fappani com Spooks Gotta Outfire, 225,5 pontos. O garanhão é de criação do brasileiro Tiago Coleto e de propriedade do treinador brasileiro Clemerson Gomes Barbalho em sociedade com Mark Weissman. “Obrigado Andrea, Tish e a equipe Fappani por, literalmente, tornar meus sonhos realidade”, comenta Clemerson em post no Facebook.

Kole Price e Gunna Stop ficaram com o título do NRHA Open Derby L3 ao marcar 222,5 na final. Enquanto o L2 teve Arno Honstetter e Special Made Whiskey como campeões, 220,5 pontos. E Torri Sims, com Codalicious, ganhou o L1, 214,5 pontos. Pela Non Pro, o resultado do L4 surpreendeu. Indy Roper, que tem despontado recentemente no cenário da modalidade, ficou com o título ao marcar na final, com Spooks Show Time, a nota 222,5.

A programação ainda conta com provas para jovens e outras categorias, como a Novice Horse Open. Nessa última, Rodrigo Nieves, uruguaio que morou no Brasil e tem toda a nossa torcida, apresentou Hesa Rockin Whiz, segundo lugar na quinta-feira (18), e One Special Affair, outro segundo lugar na terça (16).

Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke garantem ‘Tríplice’ Conjunto venceu o Nível 4 do NRHA Open Derby em Oklahoma; também são campeões do NRHA Futurity e NRBC
Carlos Deleu

Brasileiros

O melhor brasileiro na competição foi Franco Bertolani. Com Colonels Dancing Gun marcou nota 220 na final do L4 garantindo o 11° lugar (empatado com Francesco Martinotti/ Smoking Trash), a nona melhor nota. “Estar na final de uma prova desse nível é sempre muito importante. O nível é alto demais, grandes cavalos, provas fortes. Sou competitivo, sempre espero mais nos eventos, mas não posso reclamar. Consegui estar na final com os dois cavalos que apresentei e foi bastante positivo”.

Estiveram na final do nível quatro ainda Franco Bertolani com Masked Gun, Fernando Salgado com Gotta Shiney Peso e CSR Flash Mob. Assim como foram finalistas Gabriel Bittar Borges com Checksworthy (L3/ L2), Ricardo Amaral com Crome It Tonite (L1) e Carlos Deleu com Toriano Whiz (L1). 

“Sou abençoado! São 40 anos de profissão, onde escolhi para escritório uma arena e a escrivaninha a sela. Só tenho a agradecer esse animal maravilhoso chamado cavalo, que me deu tudo que tenho, até a esposa e meu filho”, comemora Deleu em seu Facebook, que revelou estar seis anos sem apresentar cavalos em provas.

Durante as classificatórias, houve uma disputa paralela para a decisão do Bob’s Custom Saddles Novice Horse Open. Com a nota 219 que marcou, o  brasileiro Fernando Salgado sagrou-se campeão com Gotta Shiney Peso. A Novice Horse é uma categoria para cavalos sem nenhum ganho anterior. Começaram o NRHA Open Derby 222 conjuntos, entre eles ainda os brasileiros Eduardo Salgado, Lorinaldo Gomes, Thiago Sobral. Resultados completos: http://nrhaderby.com/.

Jason Vanlandingham e A Vintage Smoke garantem ‘Tríplice’ Conjunto venceu o Nível 4 do NRHA Open Derby em Oklahoma; também são campeões do NRHA Futurity e NRBC
Fernando Salgado e Gotta Shiney Peso.

Números recordes

Com a pandemia de Covid-19, a NRHA esperava que o evento fosse ser discreto.  Contudo, ao balanço final se mostrou acima das expectativas. De acordo com a NRHA, o total de mais de US$ 1.1 milhão em prêmios foi o maior da história. Em conseqüência, as premiações por categoria baterem recordes, como na Non Pro, que pagou US$ 354.620,00, maior montante já registrado.

A NRHA também computou recorde no número de baias – 1433 – e no número de cavalos que efetivamente entraram em pista – 820. Assim como o número de competidores aumentou em relação a 2019 – de 499 para 637 – produzindo recorde de inscritos – 3301.

Fonte: NRHA
Tradução e adaptação: Luciana Omena
Crédito das fotos: NRHA Divulgação/ Waltenberry

Veja mais notícias da editoria Internacional no portal Cavalus

X