O AQHyA World Championship Show aconteceu de 2 a 11 de agosto, com jovens de todo o mundo

O State Fair Park, em Oklahoma City, recebeu mais de 3500 inscritos de Estados Unidos, Canadá, Costa Rica, Dinamarca e Luxemburgo para dez dias de provas em diversas categorias, entre halter, english e performance para a disputa do mundial de jovens da AQHA.

Faith Farris tornou-se bicampeã jovem AQHA na modalidade Apartação. Se ganhar um não é nada fácil, imagina dois. Foi um feito e tanto para a jovem de Midway, Texas. Ela foi o segundo membro da família a ganhar dois títulos consecutivos do evento. Seu irmão mais velho Kyle também venceu por dois anos em Apartação, 2011 e 2012.

prova de rédeas e apartação
Faith Farris e Smooth Serena Rey

Farris montou a égua Smooth Serena Rey de sete anos, filha de Smooth As Cat e Margaret Rey, por Dual Rey, de propriedade de seu avô, Jimmy Farris. A nota delas foi 220,5. Farris também ficou em 13º lugar com Quite The Fat Cat, mesmo cavalo que ela foi campeã em 2017.  Ela conta que estava nervosa antes da final. “Stephanie Croft [que terminou em segundo lugar] já tinha feito sua prova e ido muito bem, então eu também queria fazer uma prova apresentação”, disse ela.

Quando entrou em pista, sentiu o gado muito dividido, uns bois eram muito devagar e outros bem rápidos. Os dois primeiros bois que apartou não foram tão bem, eram muito difíceis de ler e devagar. Mas o terceiro, esse sim foi o melhor. “Foi o ‘boi do dinheiro’. E minha égua é muito boa, tem um coração enorme. Sempre me dá 110% toda vez”.

A jovem e Smooth Serena Rey estão juntas desde fevereiro e ela acredita que agora estão se entendendo melhor. Faith começar o primeiro ano do ensino médio e tem a vontade de se tornar maquiadora e, é claro, continuar competindo até estabilizar na categoria Non Pro.

Na final do Nível 3 da mesma prova, outro membro da família esteve lá. A prima de Faith, Riley Farris, de Madisonville, Texas, montou o KT Macs Kat para ficar com a sexta colocação.

prova de rédeas e apartação
Taylor Zimmerman e Gotta Get A Diamond

Na Rédeas, Taylor Zimmerman, de Rogersville, Missouri, foi destaque em 2018. Ela encerrou a competição com os dois primeiros lugares. Aos 17 anos, estava com bastante determinação para levar esse título mundial para casa. Com Gotta Get A Diamond marcou 222 pontos e carimbou sua vitória.

Filha de Spooks Gotta Whiz e Brillante Diamantes, por Shining Spark, a égua de cinco anos é de propriedade de seu avô Vaughn Zimmerman, de Springfield, Missouri. Para o segundo lugar ela montou Wimpys Dolled Up, chamada de Peaches, e marcou 221,5 pontos. A égua de sete anos também é de propriedade de seu avô.

O mundial foi a primeira vez que Taylor montou Cricket, como chama carinhosamente a Gotta Get A Diamond. “Ela é super boa”, disse Zimmerman. “Ela é uma égua realmente boa e me conduziu lindamente no percurso. Ah, ela é muito, muito boa e super honesta em todos os lugares. Eles [Cricket e Peaches] foram praticamente perfeitos”, comemorou a jovem campeã mundial.

Taylor monta com Bobby Avila Jr e pretende continuar montando as duas éguas. Isso claro, se seu pai, Justin, não assumir as rédeas de Cricket. Além dela e do pai, sua mãe Leah também já correu provas no passado. Seu irmão de 13 anos, Jacob, também esteve no mundial pelo segundo ano. Em uma categoria especial, Reining Shoot Out, montando I Am Magnificent, mas não chegou as finais.

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: Quarter Horse News

Escreva um comentário