Treinador, que está atraindo a atenção dos americanos, é destaque em mais uma prova de Apartação nos Estados Unidos

Sabe aquele peso que a gente tira das costas quando conquista algo muito tempo desejado? Certamente é assim que está se sentido o treinador brasileiro Rodrigo Taboga. Essa semana, com The Dewd (foto), foi campeão do Southern Cutting Futurity em Jackson, Mississippi, da categoria Open para cavalos de quatro anos de idade. “Está sendo fantástico o que Deus tem feito na nossa vida!”

Foi a primeira vitória dele na Open e ainda a primeira vez que um brasileiro ganhou uma prova importante de Apartação nos Estados Unidos entre os profissionais. A notícia se espalhou rápido pelos grupos de Whatsapp da modalidade aqui no Brasil. A torcida é imensa e o orgulho de todos maior ainda! “Só agradecer a Deus, à minha esposa Nila, por me apoiar bastante, ao Beau e a Ashley, pela oportunidade”, conta ele ainda em êxtase.

As emoções no Equestrian Center começaram no dia 18 de outubro, com as classificatórias das categorias Open para animais de três, quatro e cinco/seis anos. Geralmente, todos os conjuntos se apresentam juntos na fase preliminar. Na decisão é que separam a Open da Limited Open e Intermediate Open, por exemplo.

Rodrigo Taboga fez história em Apartação pela NCHA em Fort Worth

Rocky Montain Blue

Não foi o caso do Southern Cutting Futurity. Open e Limited Open (categoria aberta para treinadores que ganharam até US$ 200 mil dólares) disputaram classificatória em passadas separadas. Logo de cara, pela 4YO, Rodrigo e The Dewd marcaram a segunda melhor nota entre 52 cavalos – 222 pontos – na Open e lideraram na Limited, entre 37 conjuntos – 221 pontos.

Vitórias

Classificado para a final nas duas, ele ganhou as duas! The Dewd é de propriedade do patrão de Rodrigo, o treinador Beau Galyean. Primordialmente, marcaram 228 pontos para ficar com o título da Open, levando US$ 15.000,00; e na Limited foram reservados campeões, 222 pontos, mais US$ 4.207,00 adicionados aos ganhos do cavalo.

Mas com Rocky Mountain Blues ele venceu a Limited Open ao marcar 225 pontos, US$ 5.188,31. Com esse cavalo Rodrigo também disputou a final da Aberta, terminando a prova em quinto lugar, nota 220 e US$ 6.838,16. Rocky é de propriedade de Selena Orchard Barbosa, de Paso Robles, Califórnia.

Metallic Royal Mate

As botas notícias, no entanto, não pararam por ai. Com Metallic Royal Mate, Rodrigo Taboga disputou Open e Limited Open 5/6YO. Na Aberta, não passou para a final, mas na Limited, avançou com a melhor nota da classificatória, 222 pontos. As finais das provas para cavalos de quatro anos aconteceram segunda, 21, e terça, 22; enquanto para os de cinco/seis anos, aconteceram no domingo, 20 de outubro.

Mais notícias como essa no portal Cavalus

Uma maratona para o brasileiro, sem dúvida. Na final da Limited 5/6YO Rodrigo terminou em oitavo lugar com Metallic Royal Mate, do JH Nail Ranches Inc, de Albany, Texas, nota 209, US$ 1.000,00; e com Desiresomemettalic, do Atwood Quarter Horses Inc, foi sétimo, 213 pontos, US$ 1.000,00. Mesmo não classificando para a Aberta, o título ficou em casa. Beau Galyean foi o campeão com Desiresomemettalic, nota 226.

“Como os americanos dizem: ‘having fun’. Estou me divertindo aqui, fazendo o que eu gosto e tendo resultados. Não tem como dimensionar essa alegria em palavras”.

Trajetória

Desde que chegou aos Estados Unidos há pouco mais de um ano, para trabalhar e viver o sonho de montar no berço da Apartação, Rodrigo Taboga é destaque. Na primeira grande prova, o lendário NCHA Futurity, foi para a final da Limited Open – com The Dwed – terminando em terceiro lugar. Ainda fez história dias depois disputando a semifinal da Open.

Nos EUA, Rodrigo Taboga vence 1ª prova na Open e é chamado de 'maravilha do Brasil'

Posteriormente, na sequencia da temporada 2019, vem colecionando títulos e finais em eventos importantes do calendário. Só para exemplificar, há duas semanas, pela Pacific Coast Cutting Horse Association, o brasileiro foi campeão do Derby Limited Open e do Classic/Challenge Limited Open.

“Meu coração palpita tanto que tem hora parecerá vai sair pela boca (risos)”, conta Luzia Taboga, a mãe orgulhosa, não só de Rodrigo, mas também do talento do outro filho, também treinador, Luis Fernando Taboga. “Deus tem abençoado bastante! Somente gratidão a Deus por tudo. Como diz na própria palavra ‘Sejamos gratos por tudo em nossas vidas, coisas boas e ruins’. E Ele tem nos honrado só com coisas boas sempre”.

Carlão Taboga, o pai dos meninos e por onde tudo começou na família dento da Apartação, também é todo orgulho desses filhos. “Ele se emociona muito. Com o Rodrigo e com o Luis Fernando, em ver o talento e dom que Deus deu aos dois. Eles fazem com muita naturalidade as coisas em cima dos cavalos. É muita gratidão a Deus, sempre”, complementa e finaliza Luzia.

Resultados completos, clique aqui.

Por Luciana Omena
Fotos: S. Sylvester Photography e Cutting Horse Central

Escreva um comentário