Brasileiro segue na competição que só termina dia 25 de maio

O Breeder’s Invitational é uma corporação sem fins lucrativos formada para promover e reforçar a indústria do cavalo de Apartação através de um grande evento e boa premiação. Em todos os anos em que é realizada, a prova já pagou quase US$ 20 milhões e está classificada como uma das maiores do setor. Em 2019, está acontecendo desde o dia 11 de maio, no Expo Square, em Tulsa, Oklahoma.

Logo no começo da programação, houve disputas da Open e da Open Limited valendo para o Classic/Challenge, destinado a cavalos de cinco e seis anos de idade hípica. Foram duas passadas classificatórias e depois a final da Open, com 20 conjuntos, e a final da Limitada. O brasileiro Rodrigo Taboga não entrou nas duas por apenas um ponto.

Rodrigo Taboga
J H Nail Ranch e Rodrigo Taboga

Montando Metallic Royal Mate, marcou 216 na primeira passada e 219 na segunda, somando 435 pontos. A nota de corte foi 436 para a final da Open. Mas com essa performance ele se classificou para a final da Open Limited, ficando com o título. Marcou na decisão outro 219 pontos, ganhando US$ 2.632,00, além de fivela e uma sela. O cavalo é de propriedade de JH Nail Ranch.

“Eu monto desde dezembro nesse cavalo. É um filho do Metallic Cat muito fácil de montar. Já tinha ido a algumas provas com ele e nessa, ficamos fora da final mais importante por um ponto apenas. Fui em casa buscar os cavalos mais novos e já estou na estrada voltando para Tulsa. Vamos ficar treinando os quatro anos até domingo, quando terá a disputa do Derby”, contou Rodrigo.

Rodrigo Taboga
John Sanislow e Im Quintan Checks

Na Open, a decisão foi para o desempate. O que não é muito comum acontecer em provas de Apartação nos Estados Unidos. Dois conjuntos empataram na final e decidiram voltar para a pista. O título do Challenge/Classic Open ficou para Im Quintan Checks e John Sanislow, representando o Circle Y Ranch. Marcaram 222 no desempate e levaram US$ 21.337,87 de prêmio.

Hott Heels e Lloyd Cox, que haviam marcado 225 junto com John, no desempate a nota foi 216. Eles terminaram em segundo lugar, levando US$ 17.646,40. Cox e Hott Heels tinham sido os primeiros a marcar 225 e John com Im Quintan correu atrás para buscar a nota. Vem ‘batendo na trave’ nos últimos meses e queria muito o título. Acabou conseguindo de forma emocionante.

Rodrigo Taboga
John e Beau

“Está sendo uma temporada atípica para mim, ficando fora de algumas finais. Então pedi ajuda, tenho ido treinar com Beau Galyean toda terça-feira. Ele foi sincero comigo, me disse o que eu estava fazendo errado. Foi duro de ouvir, mas era o que eu precisava”, contou John, que também ficou com a premiação da Aberta Castrado.

No próximo domingo, dia 19 de maio, acontece a primeira passada do Derby Open, para cavalos de quatro anos hípicos. Os classificados correm no dia seguinte a segunda passada e depois tem a final, tanto da Open como da Limietd Open. Rodrigo Taboga está inscrito com Shes Fire And Ice, égua do brasileiro Renato Eugênio Rezende Barbosa com quem já teve vários resultados positivos.

Rodrigo Taboga
Lloyd Cox e Hott Heels

Por Luciana Omena
Fonte e Fotos: Cutting Horse Central

Escreva um comentário