Após 16 dias de rodeio, campeões em todas as modalidades foram anunciados

Pelo segundo ano consecutivo, um caubói chamado Crawley ganhou o título da modalidade Sela Americana no famoso Fort Worth Stock Show & Rodeo. Sterling Crawley, de Stephenville, Texas, cujo irmão mais velho Jacobs ganhou a mesma categoria no ano passado, chegou à final empatado e liderando.

Sterling tinha o mesmo número de pontos do ex-campeão mundial Zeke Thurston. Depois que Thurston somou 255 pontos com sua montaria final de 87 pontos, Crawley tinha que superá-lo se quisesse ficar com o título. E ele fez o seu melhor marcando 88 pontos, a segunda maior nota da última noite de rodeio.

Passou a ter 256 pontos e ficou com a vitória. Ele também estabeleceu um novo recorde em Fort Worth, superando a marca de 255,5 pontos de Jake Wright em 2017. Crawley, e ainda Stephen Culling, do Bulldog, foram os únicos atletas a chegar às finais liderando e confirmarem o título na edição 2019 do FWSSR.

Realizado há 123 anos – o mais antigo rodeio e mostra de gado do mundo, 76 anos foram no Will Rogers Coliseum, um dos locais mais tradicionais de eventos western do mundo, em Fort Worth, Texas. Para se ter uma ideia, há leilões de gado, mais de 5.000 inscrições em 11 raças de cavalos, entre rodeio, julgamentos e outras provas.

A etapa da PRCA – com quase mil inscritos – esse ano aconteceu de 25 de janeiro a 9 de fevereiro e premiou com US$ 667.267,00. É uma etapa longa e difícil de se estar. Cada dia se apresenta uma turma diferente em cada modalidade, duas rodadas preliminares. Sem contar com toda a programação artística e de entretenimento que começou em 18 de janeiro.

Ft Worth Stock Show
Sterling Crawley

Como a agenda é cheia de etapas importantes nesse época, os competidores se apresentam, garantem suas notas ou tempos, e viajam para outros rodeios. Só depois é que os classificados para a final retornam. A classificação se dá com a soma de notas ou tempos de cada um.

Nascido em Ennis, Texas, hoje morador de Stephenville, Crawley tem cinco National Finals Rodeo no currículo e ao longo de quase nove anos na PRCA tem um ótimo currículo. Por uma década, ele tentou ganhar Fort Worth. “Sem dúvida, era um rodeio que estava na minha lista de desejos. Foi muito bom conseguir ganha-lo”, contou.

Hoje com 27 anos, ele vai a esse rodeio desde o colegial. “Ganhei dinheiro aqui algumas vezes, mas nunca tinha ficado com o título. E é realmente incrível essa vitória um ano após meu irmão Jacobs receber a mesma fivela. Além de ser o último ano do FWSSR aqui no Will Rogers Coliseum”. De fato, após 75 anos, o rodeio passará a acontecer na Dickies Arena.

Toda essa atmosfera ficou ainda melhor quando Crawley soube que ia montar Delta Dawn na final. Um cavalo que, recentemente fez o campeão de dois importantes rodeios. “Tive sorte de as coisas funcionarem do jeito que funcionaram. Eu nunca tinha montado esse cavalo, mas já tinha visto ele em ação. Contei que ele faria seu trabalho. Foi ainda melhor do que eu pensava”.

Ft Worth Stock Show
Um dos mais prestigiados do mundo

Crawley esteve na NFR do ano passado. Encerrou a temporada em 11º na média da etapa, com 415,5 pontos, e terminou o ano em 13º lugar no ranking mundial, com US$ 108.748,00. Mais uma vez, seu foco è voltar à NFR esse ano e tentar chegar melhor posicionado. Já começou bem com essa vitória. Ano passado ele quebrou a clavícula em San Antonio o que freou sua ascensão na temporada de inverno.

Com tudo sob controle esse ano, Crawley está de olho nas etapas de San Antonio, Houston, Pendleton e Cheyenne. Quer conquistar a tão sonhada fivela dourada  no final da temporada como fez seu irmão Jacobs em 2015. Em outro momento de destaque em Fort Worth, Justin Shaffer, do Bulldog, marcou 3s1 e quebrou o recorde de arena, que antes era de 3s2.

Foram campeões também do World’s Original Indoor Rodeo: Bareback – Ty Breuer (336.5 pontos); Steer Wrestling: Stephen Culling e Josh Clark (12s5); Team Roping – Adam Rose/Jett Hillman (16s3); Tie-Down Ropig – Marty Yates (26s6); Barrel Racing – Hailey Kinsel (49s37); Bull Riding – Foster McCraw (254 pontos).

Por Luciana Omena
Fonte: PRCA e FWSSR

Escreva um comentário