Vitória no Nacional da ABQM foi decisiva. Prova do Quarto de Milha valorizou o Laço Feminino e descobriu jovens talentos na modalidade

Como dizem por aí, o Breakaway Roping veio pra ficar! A cada evento aumenta a animação e o empenho dos competidores. Neste 42° Campeonato Nacional de Trabalho e Conformação da raça Quarto de Milha não foi diferente: pistas e arquibancadas lotadas para contemplar os shows das categorias Aberta, Amador e Amador Principiante Feminina, além da disputa Jovem Principiante.

Colecionadora de títulos, entre os destaques desse evento na Aberta, Gabriela Sávio Mazetto acumula 151,25 pontos no ranking da ABQM, entre as provas de Três Tambores e Breakaway. Nessa última, ela acabou de chegar ao melhor posto do ranking geral, ao alcançar 17,75 pontos. “Só tenho que agradecer a Deus por ser a primeira colocada ranking de Breakaway Roping entre as melhores do Brasil. E agradecer a todos os meus parceiros também”.

Para chegar a um nível alto de performance, é preciso investimentos, sejam eles em treinamento, cavalos, educação (cursos), cuidados com os cavalos e muitas outras variáveis. “Eu treino todos os dias meus animais. Procuro bater cavalete também todos os dias. O cavalo baio Noble Dun It, que eu laço há 23 anos, precisa de um zelo especial. Ele dorme com ligas nas patas e tem um treinamento bem leve, afinal já é um professorzão”, conta Gabi.

Gabriela Savio

Mas para ela, o maior segredo desse esporte é “se preocupar com você e seus amimais e não com os outros. Treinar firme e se dedicar, que o sucesso vem!” E ela pode falar com propriedade, já que, no momento, é a melhor laçadora do Brasil em um esporte que ainda está engantinhando. Mas que ganha força a cada evento.

“É muito gratificante estar no topo do ranking. Eu me tornei a primeira pessoa na categoria Aberta da modalidade dando cursos para ensinar novas adeptas a laçar. Ajudar as meninas que têm vontade de entrar nesse esporte tão bonito. Espero que a modalidade cresça a cada dia”, finaliza ela, aproveitando para reforçar que tem cursos programados ainda para esse ano, aulas particulares, basta chamá-la no WhatsApp (14) 99741-7731.

Em Araçatuba Gabi foi campeã da Aberta Feminina com Alpha Roosters (Roosters Tru Luck x Princess JAC, por Melodys Dun It), que possui Registro de Mérito na classe Amador e é de propriedade de Valdir Aparecido Massucatto. O conjunto concluiu a prova em 4s110. Não foi o único título de Alpha Roosters no Nacional. Também foi campeão da Amador Principiante Laço Individual Cronometro com Marcos Gagheggi Madeira, namorado de Gabi, marcando 10s185.

Gabriela Savio

A prova de Breakaway foi muito boa e com números altos de inscritos. Na Jovem Principiante (13 anos ou menos) por exemplo, com 13 inscritos, saiu o menor tempo da modalidade em Araçatuba. Os meninos também tiveram sua vez e Diogo Henrique Baldim, montando Red Lil Fama, subiu ao pódio para comemorar 3s480. Red Lil, uma filha de Peppy Playboy San e Playgirl Boonsmall (Trytoplay Red Dan) é de propriedade de Milton Aparecido Carvalho.

Pela Amador Feminina venceu Lívia Maria Machi de Oliveira trabalhando o animal de sua propriedade, Getulio Bar Peppy (Skippy Bar Peppy x Candy Special FNS, por Go Sugar KRB), e marcando o tempo de 3s670. A campeã da Amador Principiante, com tempo de 4s185, foi Tania Aparecida Alves montando Helluva Hall (Helluva Chex x Leap Yrs Masterpiece, por  Freckles Playboy), propriedade de Vinicius Silva Moura.

Por Luciana Omena
Fonte: ABQM
Fotos: Miguel Oliveira/ABQM

5 Comentários

  1. Pingback: 3ª etapa da Copa GA de Breakaway aconteceu em Leme/SP - Cavalus

Escreva um comentário