Treinador trabalha para o LUB Breeding, referência para a modalidade

Aos 42 anos, Lenilson de Souza comemora o fato de estar como o melhor competidor da classe Aberta no ranking 2018 da ABQM em Conformação. Nascido em Jacarezinho/PR, hoje mora e trabalha em São Paulo, no Haras LUB Breeding, em Cesário Lange. Casado com Marcia Cristina, o casal tem três filhos, Wesley, Érica e Jonas.

Ele começou a trabalhar com cavalos no LUB em 1997, como tratador. Até hoje ele cuida de tudo em relação aos cavalos. Desde de tratar, cuidar, treinar. Ao ver Luciano Beretta trabalhando com os cavalos de Conformação no haras, ele tomou interesse. Passou a adicionar talentos ao seu dia a dia.

Conversamos com ele. Confira!

Que ano e local, cavalo fez sua primeira prova?

Lenilson: No ano de 2005, na cidade de Bauru. Entrei com as pernas bambas nesse dia, mas deu tudo certo.

Como buscou se aperfeiçoar?

Lenilson: Me aperfeiçoei ao longo dos anos, com muito treinamento e assim obtendo meu objetivo. Sempre quis aprender, então busquei melhorar. Da minha primeira apresentação até hoje, vejo uma evolução. Eu preparo os animais do haras e também os apresento na classe Aberta.

Como tornou-se profissional?

Lenilson: Com essa oportunidade que tive no Haras LUB. Conforme fui adquirindo conhecimento, aderi à paixão pelos cavalos. Luciano é meu grande professor. Trabalhar com cavalos foi algo muito importante na minha vida. Tenho um amor muito grande pelos cavalos, foi uma grande porta que se abriu para mim e agarrei essa oportunidade que virou profissão.

Se não fosse profissional do cavalo, o que teria vontade de fazer como profissão?

Lenilson: Professor de Matemática.

Você tem alguém que admira no esporte e porquê?

Lenilson: O Luciano Beretta, pois me deu a oportunidade de atuar como treinador na modalidade Conformação.

Como é o seu dia a dia hoje?

Lenilson: Atuo todos os dias trabalhando na preparação e treinamento dos cavalos de Conformação do haras.

Títulos mais importantes.

Lenilson: O Potro do Futuro de 2018. Era o título que eu almejava conquistar. Era um sonho para minha carreira.

Qual prova te marcou mais até hoje e porquê?

Lenilson: Copa dos Campeões de 2018, porque conquistei os grandes campeonatos nos machos e nas fêmeas.

Tem um cavalo especial da vida?

Lenilson: Little Discipline.

Como se sente prestes a receber o ABQM Awards em Conformação:

Lenilson: É uma honra e satisfação muito grande chegar onde cheguei. Dá muito orgulho da trajetória. E tudo graças ao LUB, ao Luciano, que abriu as portas para mim.

A quem você dedica o êxito nas pistas?

Lenilson: Primeiramente à Deus, ao Luciano Beretta e à minha família, que sempre me apoia.

Por Luciana Omena
Colaboração: Analucia Araujo e Verônica Formigoni
Foto: Cedida

Escreva um comentário