Corrida

GP Megarace já tem os finalistas da edição 2020

O Megarace é uma prova que gera expectativas em todo público da América do Sul e homenageia seu idealizador, um dos maiores nomes do turfe brasileiro

O sábado, 4 de julho, em Sorocaba/SP, contou com uma programação de corridas ainda de portões fechados para o público externo. Dessa forma, os primeiros páreos disputados foram os do tradicional GP Megarace – Gianni Franco Samaja, classificando os vencedores dos três páreos para a grande final em 18 de julho. A previsão é de bolsa total de R$ 650 mil para esse grande prêmio.

Na primeira classificatória, conforme informações do Jockey Club de Sorocaba, vitória impressionante de Atau JQM, fêmea de criação do Haras Jaguaruana e propriedade do Haras J Name. Filha do garanhão No Secrets Here em Corona Bikini (Corona Cartel), Atau QM largou bem e disparou na frente para cruzar o disco em 21s601. Surpreendentemente, colocou quatro corpos de vantagem do segundo colocado. Foi guiada por J D Pereira e contou com treinamento de M Artemam.

Enquanto o segundo páreo classificatório teve Eurico For Me JQM vencendo com autoridade. Também de criação do Haras Jaguaruana, o macho de quatro anos dominou a prova, marcando 21s865 ao cobrir os 402 metros. Eurico For Me JQM, filho de Corona For Me em Dashing Folly (First Down Dash), é de propriedade do Haras Jaguaruana e de Mariana Jubran. Correu sob a sela de C Medina e treinamento de L Manoel.

Por fim, a última vaga foi conquistada por Granite Facil MRL (foto de chamada), de propriedade de Piccinim e Kiko e criação do Haras Portofino. O macho zaino é filho de Granite Lake em mãe Corona Facil (Corona Cartel). Granite Facil MRL venceu com 21s535, o melhor tempo das classificatórias, conduzido por J D Pereira e treinado por M Artemam.

GP Megarace já tem os finalistas da edição 2020 O Megarace é uma prova que gera expectativas em todo público da América do Sul e homenageia seu idealizador, um dos maiores nomes do turfe brasileiro
Imperatriz Wagon MV

Outros resultados

Seis fêmeas vão para a final no dia 18 de julho do Torneio Especial Leilão Virtual Ana Dantas – XIII Edição Velocidade. A corrida, para animais de três anos ou mais, inéditos ou corridos em Sorocaba com IV até 89, contou com três classificatórias. Provas bastante disputadas que fizeram brilhar, acima de tudo, o olhar do público que acompanhou a transmissão ao vivo pelo site do Jockey Club de Sorocaba.

No páreo mais rápido das classificatórias desse Torneio a vitória foi conquistada por Imperatriz Wagon MV (Wagon To Hollywood x Ladys is First, First Down Dash). Fêmea zaina de criação de Paulo Otavio Freire Macedo e propriedade de Rivail da Rosa fez uma bela largada e veio constante para vencer com facilidade. Cobriu os 201 metros em 11s716, com mais de um corpo de vantagem, guiada por J Santana e treinada por seu proprietário, R Rosa.

Também se classificaram Domicaget JQM (11s861) e Godiva Reason MV (11s954), vencedoras dos outros dois páreos. E ainda Brenda Vista (11s940), Muchacha Gold (11s973) e Vitoriana HLA (11s974) por tempo.

O Jockey Club de Sorocaba vem, sobretudo nos últimos anos, cobrando de forma mais vigorosa a não utilização de medicamentos proibidos nas corridas. A confirmação dos vencedores está condicionada aos resultados dos exames antidoping. Por esse motivo, a final do GP Sorocaba Futurity, que aconteceria dia 4 de julho, foi remarcada para o final de agosto.

O exame do animal classificado North America deu positivo para Triancinolona Acetonida, conforme laudo do Laboratório do Jockey Club de São Paulo. Com base no Art. 115, item “b” do código Nacional de Corridas, a Comissão de Corridas resolveu aguardar a contraprova pedida pelo treinador do cavalo.

Fonte: Jockey Club de Sorocaba
Crédito das fotos: Divulgação/JCS

Veja mais notícias da modalidade Corrida no portal Cavalus

X