Corrida

Granite Toll Lake conquista a edição 2019 do GP Megarace

A final desse importante Grande Prêmio do calendário nacional foi realizada no sábado, dia 15 de junho, junto às classificatórias do GP Super Speed

Foi às 16h30 do último sábado que aconteceu no Jockey Club Sorocaba a grande final do Grande Prêmio Megarace, distribuindo R$ 450.000,00 em prêmios. O vencedor foi Granite Toll Lake (foto de chamada), confirmando favoritismo por ter feito o menor tempo da classificatória. Filho de Granite Lake e Summer Six (por Tres Seis), cruzou a linha de chegada, para encerrar a programação do final semana, em 21s264.

De criação e propriedade do Ana Dantas Ranch, de Jonatas Dantas, e do Haras Santa Maria, de Eugênio Gomes Nunes, o macho zaino de dois anos de idade foi conduzido por D Macedo e treinado por L Levir. O favorito largou bem e disparou à frente dos demais concorrentes desde o começo da corrida. Nos metros finais, Baby Fantastic tentou ameaçar, mas acabou em segundo lugar por um pescoço de diferença, 21s316.

Granite Toll Lake
Festa na premiação de Granite Toll Lake

O Megarace é uma prova que gera expectativas em todo público turfista da América do Sul. Circulam pelas dependências do JCS gente de Argentina, Paraguai, Bolívia, Uruguai, Brasil, claro, em diversas cidades representadas. Vencer o Megarace, nominado Grande Prêmio Gianni Franco Samaja – em homenagem ao seu idealizador (In Memorian), tem sempre um sabor especial. Principalmente agora que é uma prova com antidoping, como todas as corridas do Jockey Club de Sorocaba.

“O que realmente está encantando, e mostrando o sucesso do Jockey Club de Sorocaba, é a diversidade de ganhadores. Ganham todos! Gente da Argentina, da Bahia, do Nordeste, do Centro Oeste, da Bolívia. Tudo isso nas corridas mais justas do Brasil, pois em Sorocaba os exames de antidoping são feitos na Universidade de Davis, na Califórnia. Assim vence sempre o melhor cavalo, o melhor pedigree, o melhor treinado”, afirmou Mauro Zaborowsky, presidente do JCS.

Granite Toll Lake
O cantor e criador Wesley Safadão (no centro de boné preto) esteve no JCS para o Megarace

Dos quatro finalistas, na distância dos 420 metros para animais de dois anos hípicos, dois deles eram de fora de São Paulo, onde o Jockey é localizado. E os outros dois, têm sócios que também são de fora do Estado. Com 21s489, Terremoto da Shalako, de propriedade de Caio e Jonatas do Haras Weosheimer de Fortaleza, foi o terceiro colocado. Já Clodoaldo Miranda, do Mato Grosso Do Sul, comemorou o quarto lugar de Dijon Chicks MRL, 22s020.

“Gostaria de manifestar meu total agradecimento a todos os diretores que dirigem e dirigiram o Jockey Club de Sorocaba nestes últimos anos. Cada um teve uma importância essencial para o sucesso que é hoje o nosso Jockey. Tal a importância das diretorias, que o JCS é hoje o único Hipódromo com Carta Patente (autorização Governamental para funcionamento) no Brasil que promove corridas regulares com o cavalo Quarto de Milha. Algumas ações implantadas, com total apoio dos diretores, tiveram seu período de adaptação e consolidação”, reiterou Mauro.

Granite Toll Lake
Jet Opener For Me fez o menor tempo da classificatória do GP Super Speed

Não há como nenhuma instituição sobreviver, pagar suas contas, como no caso do Jockey, prêmios, apostas, despesas de funcionários, luz, manutenção, segurança, entre outros, se não receber dos seus participantes, dos membros que são sócios. “Cumprimos o que está em todas as chamadas das corridas – somente serão aceitas inscrições para as corridas dos proprietários quites com a tesouraria do Jockey. Foi difícil implantar, duro adaptar, mas está consolidado. Temos a certeza que as diretorias futuras manterão com coragem esta conquista”, finalizou o presidente.

As classificatórias do Grande Prêmio Super Speed, que pagará R$ 150.000,00 para quatro finalistas, contou com 19 animais inscritos em quatro páreos. Os ganhadores de cada páreo se enfrentarão no próximo dia 29 de junho, a final do Super Speed, junto com as classificatórias dos GPs Potro do Futuro ABQM, Rei da Velocidade e Rainha da Velocidade. Foram eles: Jet Opener For Me (11s652); Yoyo Verde (11s703); Triger Jess MRL (11s814); e Channel For Me (11s696). Outras informações: jcsorocaba.com.br.

Colaboração: Departamento de Marketing do JCS
Fotos: JCS

X