De acordo com os resultados dos últimos anos, a tabela tem os IVs conforme o tempo que o cavalo fez em determinada distância

O Índice de Velocidade do animal – em inglês, Speed Index – é calculado pelo tempo que ele percorreu em determinada distância. E varia de acordo com o local (Hipódromo ou Jockey Clube) que ele correu. Muitas são as variáveis a se considerar, por isso é importante conhecer melhor para saber o que significa e como deve-se usá-lo para avaliar um cavalo.

Por exemplo, o animal que marcou o tempo de 21s41 nos 402 metros no Jockey Club de Sorocaba em 2017, em uma corrida de antidoping e com 53kg de peso do jóquei. Recebe o índice de velocidade 100. Cada quatro centésimos a mais que ele demora para percorrer os mesmos 402 metros, perde um índice. Ou seja, se fizer a distância em 21s45, ele terá índice 99. E se fizer em menos tempo, como 21s37, terá IV 101.

Quando um animal faz índice de 80 a 89, recebe o Registro de Mérito AA (double A). Quando faz de 90 a 99, recebe AAA (Triple A). E quando faz acima de 100 de índice, seu Registro de Mérito é AAAT (Top Triple A). Porém, deve-se ficar atento em alguns fatos importantíssimos, para não analisar o índice de forma errada.

A primeira é saber se ele correu Padock – onde não teve exame antidoping após a corrida. Ou se correu numa prova com exame Antidoping. De 2009 a 2013, o Jockey Club de Sorocaba utilizava a mesma tabela para provas de Padock e Antidoping. E isso era algo que distorcia os índices obtidos na época. Já que nas provas de Padock os animais são mais rápidos.

Outro fato importante é avaliar o peso do jóquei. Os índices são para cavalos que correram com peso do jóquei de 53kg. A cada quilo a menos do jóquei, acrescenta-se 0,05 segundo a mais no seu tempo para apuração de índice.

Logo, se um cavalo correr com o jóquei de 53kg e fizer 21s41 nos 402 metros em Sorocaba terá índice AAAT 100. Mas se ele correr com seu condutor tendo 51kg, nos mesmos 21s41, acrescenta-se 0,05s x 2 = 0,10s. Portanto para índice ele terá feito 21s51 e terá índice AAA 97.

Outro fato importante é o Jockey Clube onde correram: há diferenças nas pistas. Mais um importante fator é em que distância fez o índice. Como a Tabela é feita pelas melhores marcas, e os melhores cavalos correm em distâncias clássicas, as distâncias onde não correm os craques torna o índice mais fácil de ser obtido.

Como é definida a tabela de Índice de velocidade?

De acordo com as regras da AQHA e da ABQM, a cada ano, e para cada pista reconhecida, são selecionados os três melhores tempos em cada distância – sem repetir o animal – em cada um dos três últimos anos. Tira-se a média desses nove tempos para encontrar, então, o tempo que representará o novo índice de Velocidade 100.

Por que não usar o mesmo índice para todas as pistas?

Porque o piso, as condições atmosféricas variam de lugar para lugar. Nas pistas e distâncias, onde correram os melhores cavalos, é mais difícil de fazer melhor índice. Por exemplo, os maiores hipódromos de corridas de Quarto de Milha do mundo – Los Alamitos e Ruidoso Downs – são os lugares mais difíceis do mundo para se fazer índice, pois lá correm os melhores cavalos do mundo.

Fonte: Jockey Club de Sorocaba

1 Comentário

  1. Hello, i think that i saw you visited my website thus i came to “return the favor”.I’m attempting to find things to improve my site!I suppose its ok to use some of your ideas!!

Escreva um comentário