Hipismo

Destaques do Hipismo no Prêmio Brasil Olímpico 2019

Foco, entre outros, foi homenagem a medalhistas do Pan e Olimpíadas de Toquio

Reunindo os melhores do ano de 56 modalidades esportivas olímpicas, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, o Comitê Olímpico Brasileiro premiou atletas e fez homenagens.

Destaque para os medalhistas do Pan de Lima, ocasião em que o Brasil fez sua melhor campanha com a conquista de 171 medalhas (55 ouros, 45 pratas e 71 bronzes).

Além dos vencedores do Premio Brasil Olímpico, o COB homenageou os integrantes das equipes medalhistas dos Jogos Panamericanos realizados no Peru. No Hipismo, o país fez sua melhor campanha na história da competição.

Conquistou, portanto, cinco medalhas: no Salto, ouro por equipe e no individual, no Concurso Completo de Equitação (CCE), prata por equipe e bronze individual, e bronze por equipe no Adestramento.

Assim sendo, os astros do Hipismo foram à premiação do Prêmio Brasil Olímpico. Estiveram na cerimônia os três medalhistas do CCE em Lima 2019: Carlos Parro, Rafael Losano e Marcelo Tosi. João Paulo dos Santos e Pedro Tavares de Almeida representaram o Adestramento.

Entretanto, não puderam comparecer os medalhistas do Adestramento João Victor Oliva, Leandro Silva e no CCE, Ruy Fonseca Filho. Além disso, os integrantes da equipe de Salto também não foram devido a compromissos no exterior.

Contudo, Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo, acompanhou os atletas na noite de premiação. Assim como Carla Rosana de Paula, secretaria geral da CBH, também prestigiou a cerimônia.

Confira outras notícias de Hipismo no portal Cavalus

Marcelo Tosi, Carlos Parro, Pedro Tavares de Almeida, Ronaldo Bittencourt Filho, João Paulo dos Santos e Rafael Losano

Homenageados

Carlos Parro subiu no palco do Prêmio Brasil Olímpico pela segunda vez, já que havia vencido em 2016. João Paulo dos Santos estreou entre os vencedores, assim como Marlon Zanotelli.

A contagem regressiva rumo aos Jogos Olímpicos marcou a cerimônia. Todos os atletas do Hipismo presentes voltam para Europa. Dessa forma, prosseguem com treinamento e concursos em busca de uma vaga no Time Brasil em Toquio 2020.

Desde 1999 o COB realiza o PBO com o Hipismo em destaque nas três modalidades olímpicas.

Todavia, a festa é para todos os esportes. Os campeões mundiais Beatriz Ferreira (Boxe) e Arthur Nory (Ginástica) conquistam o troféu de ‘Melhor Atleta do Ano’. Já o prêmio de ‘Atleta da Torcida’ ficou com Hugo Calderano (Tênis de Mesa).

O ex-jogador de basquete, Osmar Schmidt recebeu o troféu Adhemar Ferreira da Silva instituído pelo COB para homenagear personalidades do esporte.

Ao mesmo tempo, além dos vencedores por modalidade, o COB imortalizou mais nomes no ‘Hall da Fama’. Em 2019 cinco novos membros passaram a integrar essa galeria:

Guilherme Paraense (Tiro Esportivo), Joaquim Cruz (Atletismo), João do Pulo (Atletismo), Maria Lenk (Natação) e Sylvio de Magalhães Padilha (Atletismo). O Prêmio Brasil Olímpico homenageou ainda Hortência Marcari, prata em Atlanta 1996 e mãe do cavaleiro olímpico João Victor Marcari Oliva, e Chiaki Ishii, bronze em Munique 1972.

Outras informações: www.cbh.org.br.

Fotos: Alexandre Loureiro / Inovafoto / COB, Luis Ruas / Hipismo Brasil e Carola May

X