Ranch Sorting

Copa Laredo Blue de Ranch Sorting é destaque no interior de São Paulo

Prova aconteceu na pista coberta do Haras Terra, em Narandiba/SP, com mais de 500 inscrições

Publicado

⠀em

O Haras Terra, em Narandiba/SP, sediou a 2ª etapa da Copa Laredo Blue de Ranch Sorting no dia 13 de fevereiro. De acordo com os organizadores, o evento foi uma integração de competidores dos Estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. Assim como contou com participações de atletas de Minas Gerais e Bahia.

Antes de mais nada, foi uma prova credenciada pela ABQM – Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha em 18 categorias. Também aconteceram três categorias no Tira Boi (Aberta). Do mesmo modo que a Copa Laredo Blue de Ranch Sorting contou com apoio do NOPQM – Núcleo Oeste Paulista do Quarto de Milha.

Copa Laredo Blue de Ranch Sorting aconteceu na pista coberta do Haras Terra, em Narandiba/SP, com mais de 500 inscrições; veja como foi!

A organização, portanto, ficou a cargo dos CT’s MM – Marcio Marques (Buck’s Ranch), Welinton Pontes e Marcio Barbosa (Rancho MB). Conforme planilha de inscritos, nas categorias ABQM foram 253 inscrições, enquanto nas categorias Tira Boi (aberta), 279 inscrições.

Com instalações adequadas, pista coberta, boiada qualificada, a competição apresentou alto nível com disputas eletrizantes em todas as categorias. Em ambas as etapas a adesão de participantes foi acima do esperado segundo a organização da prova.

Copa Laredo Blue

A copa leva o nome do reprodutor Laredo Blue, patrocinador máster do campeonato. Laredo Blue é recordista em prêmios com mais de um R$ 1 milhão de ganhos em competições. E seus filhos têm vitórias em Apartação, Rédeas, Laço, Team Penning e Ranch Sorting.

João Carlos e Patrícia

Seu novo proprietário, João Carlos Bezerra da Silva Júnior, esteve presente na prova, acompanhado de sua esposa Patrícia Carmel Bezerra. Ambos também aproveitaram para competir e ver de perto o evento que Laredo Blue patrocina. Antes de tudo, um fomento ao esporte, além de divulgar o ganharão Laredo Blue.

Assim sendo, essa primeira edição da Copa Laredo Blue de Ranch Sorting contará com três etapas. A final já tem data: 29 de maio de 2021, no mesmo local da segunda etapa. A primeira etapa foi realizada em 2020, em Regente Feijó/SP.

Copa Laredo Blue de Ranch Sorting aconteceu na pista coberta do Haras Terra, em Narandiba/SP, com mais de 500 inscrições; veja como foi!

Fique por dentro: @laredoblue.

Colaboração e fotos: Eugênio José

Veja mais notícias de Ranch Sorting no portal Cavalus

Ranch Sorting

Filhos de Second Amendent somam mais de 50 pontos em um único evento

Proprietárias comemoram o fato de filhos do seu garanhão se destacarem em prova de Ranch Sorting e elevar seu nome no ranking de reprodutores

Publicado

⠀em

Único filho de Nic It In The Bud no Brasil em Katie Gun, mãe do famoso Gunner, Second Amendent vem cada vez mais comprovando-se na reprodução. De propriedade de Sueli Regina Deodato Mottola, do Haras Ysabruje, de Duartina/SP, comemorou recentemente o fato de quatro de seus filhos pontuarem em um mesmo evento mais de 50 pontos.

Um feito e tanto para o histórico do garanhão como reprodutor. A equipe do haras participou da primeira etapa do Núcleo Paulista do Quarto de Milha de Ranch Sorting, no Haras Suleira, em Bálsamo/SP. Mesmo sabendo de todo o potencial dos cavalos, os resultados foram uma surpresa por conta da soma de pontuação para registro de mérito, 53, em uma única prova.

Proprietárias comemoram feito dos filhos de Second Amendent, destaque em prova de Ranch Sorting, elevando seu nome no ranking de reprodutores
Destiny Dun It Gun – Foto: Ysabella Mottola

Destiny Dun It Gun é agora filho mais pontuado de sua prole. Nesse evento somou 15 pontos com as vitórias nas categorias Aberta Feminino e Amador Castrado e anda terceiro lugar na Amador. Em segundo lugar na lista dos melhores filhos, Metalic Bodee Gun. Ele somou 18 pontos em Bálsamo como campeão da Cavalo Iniciante e Amador Castrado e ainda o terceiro lugar da Amador e quarto da Amador Light.

Enquanto Countess Dun It Gun, em sua primeira participação em provas, conquistou a fivela de reservada campeã na categoria Aberta Livre, somando 8 pontos. Completando a lista, Grafit Bee Gun. Égua que aparece em terceiro lugar na lista de filhos melhores pontuados de Second Amendent, somou 12 pontos pela vitória na Aberta Feminino e quarto lugar na Amador Light.

Proprietárias comemoram feito dos filhos de Second Amendent, destaque em prova de Ranch Sorting, elevando seu nome no ranking de reprodutores
Metalic Bodee Gun

Destaque na lista de reprodutores

Como resultado, Second Amendent subiu posições importante na lista de reprodutores da ABQM em Ranch Sorting. De acordo com o SEQM, é o segundo melhor pai do Ranking 2021, com 60,5 pontos. Por outro lado, no Ranking Geral de Animais para a temporada 2021, destaque para Destiny Dun It Gun, quarto lugar, e Metalic Bodee Gun, quinto.

Countess Dun It Gun – Foto: Ysabella Mottola

Sueli Mottola lembra que seus primeiros filhos são da Geração 2012. Logo na estreia, Atlas Lena ARG foi destaque nas modalidades Ranch Sorting e Team Penning. “Sua prole surpreende por uma extrema docilidade e cow sense apurado”, conta a proprietária.

E não apenas em Ranch Sorting e Team Penning, como também no Laço Comprido, Rédeas, Team Roping e Westenr Pleasure. Segundo ela, “o plano é continuar com acasalamentos focados em diversas modalidades demonstrando sua docilidade e genética em pista”.

Grafit Bee Gun

Por Luciana Omena
Crédito das fotos: Arquivo Pessoal

Veja mais notícias de Ranch Sorting no portal Cavalus

Continue lendo

Ranch Sorting

Jovem empreendedor supera adversidade para seguir com sua criação

Vitor Zafanelli conta sua história de superação e a volta às pistas de Ranch Sorting, enquanto toca sozinho sua criação de cavalos Quarto de Milha

Publicado

⠀em

Vitor Zafanelli Dória Garcia, 18 anos, é um jovem empreendedor do cavalo de Umuarama/PR. Montou a primeira vez em aos três anos de idade na fazenda da família. Cresceu em meio aos cavalos de lida. Seu avô, aliás, está entre os cinco maiores pecuaristas do Paraná e é ainda um dos maiores do Noroeste do Paraná.

A família de Vitor cria gado Nelore e de corte desde que ele era criança, ambiente perfeito para que ele desenvolvesse a paixão pelos cavalos. Contudo, só em 2014 ganhou seu primeiro animal da raça Quarto de Milha e começou no Ranch Sorting.

Vitor Zafanelli sofreu um acidente que limitou os movimentos de um braço; de volta às pistas o jovem empreendedor toca sozinho sua criação

Dois anos depois ele viu que podia viver de negócio e montou o VZ Ranch, em Umuarama mesmo, dentro da propriedade da família. Da paixão de criança, portanto, o jovem empreendedor transformou em sua profissão. Hoje ele cria cavalos Quarto de Milha voltados para o trabalho, com linhagem de boi.

Cavalos e a superação de uma adversidade

“Por conta, especialmente da modalidade que eu pratico, que é o Ranch Sorting, os animais aqui de casa são todos com sangue de boi. Temos Metallic Cat, One Time Pepto, Peptoboonsmal, High Brow Cat, Dual Rey, Smart Little Lena, Dual Pep”, explica.

Vitor Zafanelli sofreu um acidente que limitou os movimentos de um braço; de volta às pistas o jovem empreendedor toca sozinho sua criação
Star Shine Light

Vitor é o único da família a tocar o negócio com os cavalos. Conta que seus animais de prova são Star Shine Light, Napoli Boy e Blue Cast Rey. Ademais, o Star Shine Light serve também como o garanhão-chefe da criação hoje.

“Estamos negociando a compra de outro garanhão, como ainda não está finalizada, deixo o nome em suspense”, comenta Vitor. Napoli Boy também serve como uma das matrizes para reprodução e o VZ Ranch tem ainda mais 30 éguas receptoras em que ele utiliza a Transferência de Embrião.

Em 2018, porém, precisou passar por uma adaptação. Vitor sofreu um acidente, que limitou um pouco os movimentos do braço esquerdo. Foram seis meses longe das pistas em recuperação. “Graças a Deus estou de volta às pistas e tocando meu negócio de criação. Continuo participando das provas nos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso e as das oficiais da ABQM”, finaliza.

Por Luciana Omena
Crédito das fotos: Divulgação

Veja mais notícias de Ranch Sorting no portal Cavalus

Continue lendo

Ranch Sorting

Existe cavalo ideal para Ranch Sorting?

Publicado

⠀em

Conversamos com o pessoal do CT Estância da Mata para entender mais sobre o melhor animal para a modalidade Ranch Sorting

Ao ingressar em uma modalidade equestre, uma preocupação que ronda a cabeça de qualquer pessoa é: qual o cavalo ideal? Especificamente para o Ranch Sorting, fomos conversar com Walter Garcia, proprietário do CT Estância da Mata. “Aqui, focamos e recomendamos que sejam animais fechados em linhagem de Apartação. Acima de tudo, são cavalos dotados do chamado ‘cow sense’, importante para a modalidade”.

De acordo com o criador, para efeito de teste, não há oposição a outras linhagens. “Sendo bem objetivo, ainda não tivemos animais de outras linhagens que se destacaram com o nosso treinamento”. Walter comenta que conhece outros CTs que estão se destacando com animais de linhagem de Rédeas. “Vimos ótimos resultados para os competidores, o que evidencia a ampla possibilidade que existe no Ranch Sorting como mercado para os criatórios de cavalos de maneira geral”.

Conversamos com o pessoal do CT Estância da Mata para entender melhor sobre o melhor animal para Ranch Sorting; existe o cavalo ideal?

Quando se fala em linhagem de Apartação ou Rédeas, o Quarto de Milha é uma raça amplamente utilizada. Contudo, o proprietário lembra que outras raças, como Crioulo, Árabe e Mangalarga estão se rendendo ao Ranch Sorting. “Especialmente pela integração que existe entre os criadores e seus familiares. Ou seja, desde que o cavalo tenha agilidade, rapidez e calma para se tornar um animal ‘preciso’ em pista, a modalidade terá muitos espetáculos para o publico assistir”.

Profissional x Amador

O assunto, entretanto, pode se desdobrar para outro questionamento bastante feito no meio equestre. A categoria Aberta é a que oferta mais prêmios, logo os cavalos são, em essência, preparados para se dar bem nela. Agora, quem paga a conta, eventualmente, são os amadores, os proprietários desses cavalos. E eles competem também, nesse mesmo animal preparado para o profissional.

“Com toda a certeza, é importante manter a sincronia entre o animal e o cavaleiro. Quantos não são os casos de um animal que é um fenômeno na mão de uma pessoa e não vira nada com outra. Cavalos que servem apenas para profissionais apresentarem. Em outras palavras, um ponto para se abordar com muita cautela”, reforça Walter.

Conversamos com o pessoal do CT Estância da Mata para entender melhor sobre o melhor animal para Ranch Sorting; existe o cavalo ideal?

Segundo ele, no CT Estância da Mata o assunto não é tabu. “Sempre falamos sobre isso. Quem paga a conta são os amadores e cavalos bons são os que eles ganham provas. Então, não adianta um cavalo ‘bailarino’ na mão de um treinador que o proprietário nunca montou. Ou ainda uma égua super veloz que não para na porteira com o amador. Que não sabe usar as pernas e esporas corretamente”.

Antes de mais nada, deixar o animal preparado para seu cliente é uma preocupação constante dos treinadores de Ranch Sorting. “Eles buscam por este entendimento. Mas vale lembrar que cada cavalo tem um tipo de treinamento de acordo com nível de equitação do seu proprietário. Dessa forma, todos se divertem e a modalidade continua crescendo cada vez mais!”

Colaboração: Assessoria de Imprensa
Crédito das Fotos: Arquivo Pessoal

Veja mais notícias de Ranch Sorting no portal Cavalus

Continue lendo
X
X