Super Stakes e Copa Haras Virgínia marcaram a última prova oficial de Rédeas do ano e a abertura do ano hípico

O Recinto de Exposições de Avaré/SP recebeu mais uma vez os redieiros de todo o Brasil. As provas do ANCR Super Stakes e I Copa Haras Virgínia movimentaram o Parque de Exposições Dr. Fernando Pimentel – EMAPA entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro.

Em pista animais de quatro, cinco e seis anos hípicos (Super Stakes), sete anos hípicos ou mais (Copa Haras Virgínia). Ao mesmo tempo que também foram realizadas provas sem idade limitada dos animais (Principiante e Jovem) e ainda o Snaffle Bit, para animais de três anos hípicos, que se preparam para o potro do futuro.

“Estamos muito felizes, porque a temporada 2018/2019 foi muito boa. Essa festa do Awards premia as pessoas que tanto disputaram e brigaram pelo pódio na temporada; e a gente também valoriza quem fez parte da história da ANCR no Hall da Fama”, conta Francisco Moura, presidente da Associação Nacional do Cavalo de Rédeas.

Chico, sobretudo, ainda ressalta que o Super Stakes é a primeira prova do ano hípico. “Tivemos recorde de inscrição e premiação, em relação ao ano passado aumentamos esses números. Então, a nossa expectativa para o próximo ano é ainda maior”. Foram 150 inscritos e mais de US$ 87 mil em prêmios para esse evento

Acesse outras notícias de Rédeas no portal Cavalus

Premiação de Jone Carlos, campeão do Super Stakes Aberta N4, com Country Hit

Estrutura especial que vem sendo montado pela ANCR em todos os eventos no Parque da EMAPA agradou a todos novamente. Arquibancadas, estandes, camarotes e praça de alimentação com food trucks levaram, portanto, mais conforto ao público.

Super Stakes

A fim de proporcionar um espetáculo aos presentes; e, sobretudo, quem acompanhou as provas online através do site da ANCR, os competidores deram um show! O resultados mais esperado, do Super Stakes Aberta Nível 4, ficou para Jone Carlos da Silva e Country Hit, de propriedade de Pedro Mendes de Brito.

O conjunto marcou 223 para ficar com o título. “Esse cavalo é especial para mim e minha carreira. E o título veio em um momento especial também. Havíamos ficado reservado ano passado, então eu estava esperando ganhar uma prova grande com ele. Agora estou realizado”, comenta o campeão.

Eagle Hollygun QR, com Nelson Rodrigues, 216,5 pontos; e Premium Dunit BK, com Valber Pontes Amurim, 215,5 pontos, foram os campeões Super Stakes Aberta Nível 3 e Nível 2, respectivamente.

Repetindo o feito do Potro do Futuro, My Lucky Gun e Fernando Cervelati Botteon foram campeões Super Stakes Amador Nível 4, nota 214. “A minha égua estava perfeita nessa prova, Fui bem agressivo, era para o tudo ou nada, e deu tudo certo. Graças a ela foi premiado como melhor cavaleiro Amador e agora vamos rumo a tríplice coroa no Derby ano que vem”.

ANCR Super Stakes encerra temporada de provas oficiais de 2019
Fernando Botteon busca agora a tríplice coroa da Rédeas ao lado de My Lucky Gun

Com 213,5 pontos, Country Hit levou seu segundo prêmio do evento. Com seu dono, Pedro Mendes de Brito, ganhou o Super Stakes Amador Níveis 2 e 3.

Snaffle, Principiante e Jovem

Treinando So Much Whizkey desde novinho, Miguel Cruz se sente satisfeito com o trabalho do potro no Snaffle Bit. O conjunto foi campeão da Aberta ao marcar 213,5 pontos. “Acredito muito nele, é um cavalo que tem muito futuro. Nessa prova, spinou muito bem e se comportou muito bem também no resto das manobras”.

Com Violeiro do Topo da Serra, Karoline Kazue Rodrigues venceu o Snaffle Bit Amador. Duas jovens promessas da Rédeas subiram no lugar mais alto do pódio na Principiante. Gabriel Cordeiro Martins com Helluva Whiz BK ficou com o título do Principiante Aberta ao marcar 210 pontos.

Enquanto no Principiante Amador a fivela de campeão foi para o cinto de Octávio Cipolla Lunardini. Fazendo conjunto com Shootin Like Wanda anotou 213,5 pontos. Da mesma forma que os jovens não fizeram feio em mais um evento oficial da ANCR.

Pódio Jovem e Jovem 13

Apresentando Shinning Tag, de criação e propriedade de sua família, Paulo de Melo Tripoloni levantou mais um título de campeão. Marcou 206,5 na Jovem e Jovem 13. “Achei que meu cavalo foi muito bom. Consegui me entrosar melhor, visto que essa foi a sexta vez que o montei”. Com No Tears Rooster, Rafael Christians levou para casa orgulhoso o troféu da Jovem 10.

Copa Haras Virgínia

Pela I Copa Haras Virgínia Nivel 4, Casual Great Whiz foi o destaque. Venceu a Aberta e a Amador. Na Aberta, apresentado por Gilson Vieira Diniz Filho marcou 220 pontos; porquanto na Amador, sua nota foi 215 pontos, sendo apresentado por Jonathan Cândido de Oliveira.

“O Casual é um cavalo muito bom e habilidoso! Passa confiança dentro da pista e por isso a gente faz a prova com muita certeza de que vai dar certo. Hoje foram duas as melhores manobras dele. Ganhamos crédito nos spins e nos esbarros”, reforça Jonathan, criador e proprietário do animal.

Os conjuntos Arion Dun It e Américo Ribeiro dos Santos Neto; e Joy Roosters VSJ e Laércio Casalecchi Filho empataram na primeira colocação da I Copa Haras Virgínia Aberta Nível 3 ao marcar 215,5 pontos. Pela Nível 2, vitória de Sandy Rey Dual e Gustavo Rezende Moreira da Rocha, nota 211,5 pontos.

ANCR Super Stakes encerra temporada de provas oficiais de 2019
Criançada da Nova Geração que, antes de tudo, sempre faz a maior festa durante as provas da ANCR

American Dragster levou Rafael de Souza Xavier ao título da I Copa Haras Virgínia Amador Nível 3; enquanto Craque Marca Dos Santos e Gabriel Cordeiro Martins levaram mais um para sua coleção, campeões I Copa Haras Virgínia Amador Nível 2 com 211 pontos.

O evento foi julgado por Wadson Lander, Giovani Bornancin, Valter Lopes, Fabrício Suris, Ann Salmon e Antônio Corrêa (equipamento). Outras informações e resultados completos: www.ancr.org.br | @ancr_oficial.

Por Luciana Omena
Colaboração: Verônica Formigoni e Karol Rodrigues
Fotos: Adilson Silva/Foto Perigo

Escreva um comentário