Primeira etapa do Núcleo Anhanguera da modalidade, válida pela ANCR, aconteceu dia 15 de dezembro

“Obrigado meu Deus por me conceder o privilegio de poder fazer as coisas que amo” (SIC). Foi com essa frase que o cantor Sorocaba, da dupla Fernando & Sorocaba, contou ao seus mais de 2,6 milhões de seguidores no Instagram a respeito de sua participação na primeira etapa da temporada 2018/2019 do Núcleo Anhanguera do Cavalo de Rédeas.

A prova aconteceu na Fazenda Nossa Senhora de Lourdes, em Jaguariúna/SP. O local é bem próximo ao rancho do cantor, que fica na mesma rodovia. Aproveitando que o show do dia não era longe, ele voltou às pistas.

Fazia 15 anos que Fernando Fakri de Assis não competia. Para quem está familiarizado com o sobrenome, sim, Sorocaba é neto do grande José Nelson Fakri, um dos precursores do Quarto de Milha no Brasil, idealizador do Rancho das Américas.

Após sua passada, Sorocaba falou ao presentes a respeito da felicidade que ele estava sentindo em poder voltar às pistas. Também agradeceu ao avô por tê-lo introduzido no mundo do cavalo. Foto: Adilson Silva

Sorocaba vem montando há alguns anos, quando adquiriu uma propriedade em Jaguariúna/SP, onde mora. Montou uma pista, ajeitou as baias, comprou cavalos e contratou um treinador. Mas até o sábado passado não tinha tido oportunidade de competir novamente. Montando Irado Hell, filho de Helluva Chex do Haras Sacramento, o cantor ficou em segundo lugar na Amador N1 – Principiante, marcando 70 pontos.

“Foi um sucesso essa etapa de retomada do campeonato. Tivemos a colaboração de todos da diretoria, que trabalharam incansáveis para que tudo desse certo. Sem o apoio deles eu jamais teria conseguido fazer tudo ficar perfeito como foi. Só tenho que agradecer a eles, sozinho eu não faço nada”, comentou José Cardinalli Filho, presidente do NACR.

Caio Castelani, treinador do Sorocaba, Chico Moura, presidente da ANCR, Sorocaba e Daniel Magalhães. Foto: Karol Rodrigues

Além da presença do Sorocaba, competindo após 15 anos, ele também destaca a demonstração da categoria Paratleta de Rédeas. “Tivemos dois paratletas de graus diferentes em pista. Estamos trabalhando junto à ANCR para validar a categoria Paratelta de Rédeas no Brasil e poder pleitear a competição na Paralimpíada”, completou Cardinalli.

Gabriel Claro e Veri Real foram os representantes dessa demonstração de Parareining durante a etapa do NACR. Os dois já competem pela ABQM em provas de Três Tambores na categoria e ficaram satisfeitos em poder vislumbrar mais essa possibilidade. Veri é muito atuante nas redes sociais em prol da causa.

Laércio Casalecchi, Veri Real, Chico Moura e Zé Cardinalli. Foto: Cedida

“Claro que sou cada dia mais feliz. A vida é feita de momentos especiais e hoje foi um dia completamente especial”, contou ela em seu Facebook. “Foi uma das maiores emoções da minha vida o lançamento dessa categoria de Rédeas para os Paratletas. O começo de muitas, com certeza”, reforçou Veri.

O Núcleo Anhanguera do Cavalo de Rédeas também vem realizando junto a suas etapas provas de Western Pleasure. Esse é um dos regionais da Associação Nacional do Cavalo de Rédeas, um dos representantes do estado de São Paulo. Ao final do ano hípico, cada núcleo classificada cavalos e cavaleiro para a grande final da temporada, a disputa do Campeonato Nacional ANCR.

Resultados completos das provas no SGP Sistema.

Por Luciana Omena
Foto de chamada: Adilson Silva

Escreva um comentário