A regional paulista tem dois núcleos ativos e que congregam boas provas da modalidade

Para participar do Campeonato Nacional da Associação do Cavalo de Rédeas, competidores e seus cavalos competem durante o ano hípico, que vai de julho a junho, em seus estados. A realização dos campeonatos regionais ajuda a fomentar o esporte em cada uma das regiões, trazendo novos adeptos a cada prova. Ao final da temporada, que pode ser de três a seis etapas, os campeões estaduais são definidos. Os melhores classificados ganham vaga para a disputa Nacional, ocorrida todos os anos no mês de agosto.

Jone Carlos no lugar mais alto da categoria Aberta. Ele montou Fantastico Spark, o destaque da etapa

E dando sequência a temporada 2017/2018, o Núcleo Anhanguera do Cavalo de Rédeas, sob a presidência de José Cardinalli, junto aos diretores Heloísa Chiattone, Lauro Ayrosa e Raphael Simone Neto, realizou sua segunda etapa em Jaguariúna/SP, na Fazenda Nossa Senhora de Lourdes. Pista coberta e a presença de 77 cavalos e 131 conjuntos aqueceram o dia 3 de janeiro, data do evento. Mas a festa começou uns dias antes, com a chegada dos conjuntos. Fortalecendo a amizade que une os competidores, teve churrasco e música. Violas e microfones comandados pelos competidores artistas.

“Nós, da diretoria, estamos muito felizes com o crescimento constante das provas do Núcleo a cada etapa. Especialmente da categoria Iniciante, que é por onde recebemos os que estão começando na modalidade. E isso tem dado bons resultados, aumentando o numero de participantes”, lembrou Zé Cardinalli.

Gilson Vendrame ficou em primeiro e segundo na categoria Pré-Futurity Aberta. Com Golden Spring Dunit marcou 71 e com H2O marcou 70. Na Pré-Futurity Amador, vitória para Evandro Levendosk Silva   e Jubileu da Roraima, 72.5 pontos, a maior nota do evento. Com quase 15 inscritos, a categoria Iniciante deu um show. A vitória ficou para o conjunto Maria Gabriela Franco com Gallon do Caçador e a nota 69.5. Os amigos Murillo e Octavio subiram juntos no pódio da Jovem. Murillo Franklin Moreno, que é um verdadeiro cowboy completo, já que também laça, foi o campeão com Fantastico Spark e a nota 69.5. Eles também ganharam a Amador N1 com a nota 70. Já Octavio Cipolla Lunardini marcou 69 pontos para ficar com o segundo lugar ao montar Spark N Reminic.

Murillo e os pais Mellina e Vicente Moreno
Apolônio e seus pupilos!

Kiki Benevides também levou primeiro e segundo, só que na Amador N4. Com Showtime Rooster RLT marcou 71.5 pontos para ficar no lugar mais alto do pódio. Com Smart Gun N Chic a nota foi 71 e o conjunto ficou com a segunda colocação. Juliana Fruet, com Fasito Whiz, foi campeã Amador N3 e N2 ao marcar 69.5. Fantatico Spark estava inspirado e levou sua terceira premiação do dia. Com 71.5 foi campeão Aberta N4, N3 e N2 apresentado por Jone Carlos da Silva. Pedro Ribaldo, com My Boy Trashyawhiz, e Gilson Vendrame, com Makin Little Step, foram os reservados, com 71 pontos. Na Aberta N1, a vitória ficou com Flavio Augusto Antiorio e Hijo Del Faceiro da Matarazzo com a nota 70.

A programação do evento ainda contou com a Copa Merry Six Cash de Western Pleasure, vencida por Gilson Paulo Vendrame na categoria Aberta e Marcos Mingrone na categoria Amador, ambos montando Makin Little Step, de propriedade de Marcos Mingrone, e a categoria Nova Geração, que deu um show, 16 mini-cowboys e cowgirls, alunos do CT Apolônio Rédeas, experimentando o gostinho pela competição e vivendo o mundo da Rédeas em sua essência.

Os campeões receberam fivelas Sumetal e os três primeiros colocados em cada categoria levaram troféus Beto Almeida e brindes Organnact, Supra e GA Western Store. A prova contou ainda com apoio da ANCR, ABCCC, FNSL, Hotel Matiz, Foto Perigo e Fazenda Pantaleão. Resultados completos no SGP Sistema. A próxima etapa já está marcada para 12 de maio, data que o NACR definirá seus classificados para o Nacional ANCR.

Por Luciana Omena
Fotos: cedidas

Escreva um comentário