Fazendo sua primeira prova de Rédeas e dando início ao um novo projeto, fechando 2018 com mais uma conquista

A vida é cheia de altos e baixos, alegrias e tristezas, conquistas e derrotas, coisas boas e ruins, mas independente desses sentimentos, Veri Real esteve sempre com belo sorriso e transformando cada pedra do seu caminho em uma alavanca para novas descobertas e se superar.

Encerrando o ano de 2018, Veri Real se superou mais uma vez. Mostrando que não só gosta de cavalo, mas que tem um dom com eles. No dia 15 de dezembro, ela lançou, a convite do presidente do Núcleo Anhanguera do Cavalo de Rédeas – NACR, José Antônio Cardinalli, a Para-Rédeas, categoria para os paratletas na modalidade.

Veri (de rosa) ao lado de Laercinho, Fernanda, Zé Cardinalli, a mãe Andrea, a vó Marisa e amiga. Foto: cedida

Com ajuda do conhecido treinador Laércio Casalecchi, que a preparou para essa apresentação, Veri deu um show à parte e encantou a todos completando o percurso com técnica e habilidade. Foi super bem recebida pela família da Rédeas e está pronta para dar sequência a mais esse novo projeto.

Após o término da prova, foi premiada com uma linda fivela do NACR, com o escrito ‘campeã Paratleta’. E só isso já foi uma grande realização para ela. “Agradeço ao Zezé, presidente do NACR, que fez o convite para eu lançar a categoria Para-Rédeas, e ao Laercinho, que foi muito atencioso e não mediu esforços para me preparar em pista, obrigada por tudo!”.

Veri na pista de Rédeas

A ‘Embaixadora’ da categoria disse que esse foi mais um desafio para ela. “Com todas as minhas limitações e mais uma vez eu venci! Venci as minhas dificuldades, venci o preconceito e vi que o cavalo é muito mais que uma modalidade para mim, é minha vida e com ele posso desbravar muitas coisas ainda”, declarou.

Retrospectiva

O ano de 2018 foi de muitas concretizações e realizações para Veri Real, apesar da perda de seu companheiro de pista Mufaza Hunter. Mas isso a tornou mais forte e seu cavalo de passeio, Smoke, acabou surpreendendo a todos como um grande atleta dos Três Tambores. E com a ajuda dos amigos Tati e Renan Gruman, Veri Real pode participar das provas oficiais da ABQM, montando WRA Shady Packin.

Sintonia com o amigo e treinador de Rédeas Laércio Casalecchi

O seu currículo de provas aumentou, os troféus e as fivelas também. Ela conquistou Grand Prix Haras Raphaela, Congresso ABQM, Copa dos Campeões, esse título inédito para ela, Copa VF, Prova FNSL, Rancho Mariana, a participação em dois dos maiores Rodeios do Brasil, Jaguariúna e Americana.

Veri também teve a oportunidade de difundir ainda mais a categoria na mídia, participando de programas de Rede Nacional, como: Manhã Leve na TV Aparecida, apresentado por Maria Cândida; Programa Bem da Terra, apresentado por Renata Maron no Terra Viva/Band, e ainda nas mídias especializadas TV Quarto de Milha, entre outras.

Ela ainda participou do Calendário da Fundação FEAC, que tem vários projetos de inclusão para as pessoas com deficiência, realizam um trabalho muito sério.

Fivela especial para a estreia feita pelo NACR. Foto: cedida

“Foi um ano muito intenso com muitas emoções, aprendi muito, chorei também em alguns momentos, mas superei sempre com ajuda do cavalo. Agradeço de coração todos que estiveram comigo torcendo, me apoiando. Obrigada aos meus patrocinadores por acreditarem em mim, aos meus amigos por estarem sempre comigo. E à família do cavalo que é maravilhosa. Mãe e Vó, a vocês todo meu amor e gratidão, pois sem elas nada seria possível”.

E ela ainda finaliza: “desejo a todos um Natal com muitas bem bênçãos e que 2019 seja de muitas realizações para todos nós”.

Por Verônica Formigoni
Fotos Adilson Silva

Escreva um comentário