Rodeio

Após acidente, Leandro Machado recebe alta do hospital e retorna ao Brasil

Atleta se lesionou durante a PBR World Finals nos Estados Unidos e ficou de fora das finais da PBR Brasil

Leandro Machado fechou os olhos quando a equipe de medicina esportiva da PBR o colocou em uma maca no último dia de PBR World Finals em Las Vegas. O competidor foi aos Estados Unidos classificado pelo ranking da PBR Brasil.

Em sua montaria em Nailed acabou sendo pisoteado pelo touro no final da competição. Assim sendo, foi transportado para o University Medical Center com três costelas quebradas e um pulmão em colapso.

O jovem de 22 anos sabia que isso sempre era uma possibilidade quando começou a montar em touros profissionalmente há cinco anos. Entretanto, teve a sorte de evitar ferimentos graves até essa sua primeira final mundial da PBR.

“Foi estranho estar em uma ambulância, porque antes daquela montaria eu nunca havia machucado nada. Foi uma sensação nova, mas agora sei que faz parte (do esporte) e já estou ansioso pelo próximo evento”.

Infelizmente para Leandro Machado, esse retorno ainda pode demorar. Estava liderando o ranking da PBR Brasil, porém precisou ficar de fora da final brasileira da PBR em virtude de ainda permanecer nos Estados Unidos. Vale ressaltar que ele quase foi coroado campeão mesmo sem montar.

Paulo Crimber e sua família hospedaram Leandro até ele poder pegar um avião de volta para o Barsil ao ser liberado pelos médicos para voltar para casa. Contudo, o ‘gancho’ fora das arenas deverá ser de três meses.

Leandro Machado depois do 92,75 pontos na PBR World Finals falou com Rafael Vilela para o Ride Pass

Estreia nos Estados Unidos

Para muitos, os ferimentos dele prejudicaram o que, de outra forma, seria uma estreia americana de sucesso. Embora para os fãs brasileiros a performance de Leandro Machado nos dias que montou em Las Vegas foi sucesso total.

Chegou um dia antes da final da Velocity Tour, a segunda divisão, e venceu o wild card internacional. Ou seja, foi o melhor entre os ‘estrangeiros’ que disputavam uma vaga para a final mundial dias depois.

Em seguida, na competição mais difícil e importante da temporada americana da PBR, parou em dois dos cinco touros que montou. E em um deles, El Big Bad, marcou nada menos que 92,75 pontos.

“Estou feliz! Gostei muito (da minha primeira final), apesar de eu ter me machucado e não poder competir na rodada decisiva. Eu não conhecia os touros e consegui fazer boas montarias, então, é um ótimo sentimento. Estou pronto para 2020!”

Brasil

A ideia é iniciar a fisioterapia com o trabalho fortalecimento dos músculos intercostais. Leandro está no Brasil desde o dia 30 de novembro. Natural de Nova Esperança/PR, mora hoje em Tanabi/SP. Chegou e foi direto ver a esposa e a filha.

Em conversa com nosso colaborador Abner Henrique disse estar se sentindo muito bem disposto. Não vai montar até meados de janeiro. Além da traia, que ficou toda nos Estados Unidos, também precisa se recuperar da lesão.

O prazo para voltar a montar seria fevereiro, embora Leandro esteja pensando em voltar mesmo em janeiro. Antes de mais nada, tem como objetivo seguir a temporada 2020 nos Estados Unidos. Disputar as etapas de acesso para poder se qualificar à PBR World Finals.

Leia também:
Alan de Souza vence e torna-se campeão da PBR Brasil

Por Justin Felisko/PBR
Tradução e adaptação: Luciana Omena
Foto: PBR