Rodeio

João Victor Gimenez é o Campeão da Temporada 2023 da Copa Rozeta Cutiano

João Victor Gimenez mostrou o motivo de ser considerado um nos principais nomes da nova geração, conquistando o título aos 24 anos de idade

Publicado

⠀em

João Victor Gimenez é o Campeão aa Temporada 2023 da Copa Rozeta Cutiano

O sul-mato-grossense João Victor Gimenez conquistou o título de Campeão da Temporada 2023 da Copa Rozeta Cutiano, o principal campeonato da modalidade tipicamente brasileira, conquistando a inédita Taça Jorge dos Santos. A Final Nacional foi realizada de 15 a 18 de abril durante o 32° Rodeio Tavorense, em Joaquim Távora no Paraná e recebeu os principais competidores do ranking da temporada, além das melhores tropas da atualidade.

Com quatro importantes vitórias nesta temporada, o representante de Deodápolis-MS também ficou entre os cinco primeiros colocados em outras oito etapas, o que o fez ficar boa parte do campeonato na primeira colocação do ranking. Chegando a decisão na liderança, o competidor dependia apenas de seu próprio desempenho para conquistar o título devido a vantagem sobre os demais concorrentes, e mesmo não obtendo grandes notas nas três primeiras noites se manteve regular e não deixou que a vantagem diminuísse consideravelmente.

Depois de se classificar para a última noite na oitava posição da somatória da etapa, cenário que poderia lhe tirar o título, o animal sorteado caiu com ele, obrigando o competidor a montar novamente, desta vez em Comissário (WR – Roberto Biasi). A montaria que foi tecnicamente uma das melhores da temporada lhe rendeu 91,25 pontos e o colocou na segunda posição na somatória da Final Nacional, garantindo pontos suficientes para fechar em primeiro lugar no ranking.

“Não foi fácil, desde o primeiro dia tudo levava a eu não ganhar o título, mas continuei confiante, tranquilo, fazendo o meu trabalho porque sabia que estava nas mãos de Deus e tudo deu certo. É um sonho de criança ganhar um título tão importante assim e estou muito feliz por ser o Campeão da Copa Rozeta Cutiano, o maior campeonato da modalidade. Só tenho a agradecer a minha família, amigos e todos que me deram forças pra chegar até aqui,” disse o campeão.

João Victor Gimenez

Aos 24 anos de idade, o sul-mato-grossense mostrou porque é considerado um dos principais nomes da nova geração da modalidade, tendo um estilo único que o fez realizar grandes montarias ao longo de sua ainda curta carreira nas arenas. João Victor Gimenez chegou a Copa Rozeta Cutiano através de uma indicação de seu conterrâneo, o campeão nacional de 2019, Altamiro Lima, que mais uma vez ajudou a realizar um dos principais fundamentos da Copa Rozeta Cutiano, que é o de dar oportunidades e revelar novos talentos.

Coincidentemente, o próprio filho de Altamiro Lima foi o principal concorrente de João Victor Gimenez na disputa do título em Joaquim Távora. Felipe Mariano, que também está entre os principais nomes da nova geração e foi revelado pela Ekip Rozeta, terminou a temporada em segundo lugar na classificação geral após mais um ano de grande desempenho. Completaram o Top 5 da temporada, Alessandro Vieira Ferreira (Bocaiúva-MG) em terceiro, Matheus Lima de Matos (Pirapora do Bom Jesus-SP) em quarto e Marcelo Pedro da Silva (Jardim Alegre-PR) em quinto.

A Final Nacional também coroou pela terceira vez a égua Paixão Caipira (Tito Cardoso) como o Melhor Animal da Copa Rozeta Cutiano, após vencer 16 etapas ao longo do ano. Vencedora nos dois campeonatos anteriores, o animal agora é recordista de títulos na história da competição. Pelo segundo ano consecutivo a Cia. WR – Roberto Biasi venceu como Melhor Tropa da Temporada, tendo obtido 10 fivelas nas etapas que disputou.

Pela primeira vez a Copa Rozeta Cutiano contou com o título de competidor Revelação da Temporada, vencido pelo estreante Matheus Lima de Matos, mais uma forma do campeonato valorizar os jovens talentos e incentivar a renovação da modalidade. Todos os premiados receberam a Taça Jorge dos Santos, novo troféu instituído no campeonato este ano e que homenageia o pioneiro da modalidade Cutiano que faleceu no início deste ano.

O Rodeio Tavorense sediou uma competição de altíssimo nível e extremamente acirrada nas quatro noites, terminando com a vitória de Fabiano Garcia Dias (Riolândia-SP) que foi o melhor na somatória do evento, totalizando 349,50 pontos. Além do campeão nacional João Victor Gimenez, completaram o pódio da etapa decisiva, Adilton Rodrigues (Mineiros-GO) em terceiro, Kaio Henrique Barros (Tietê-SP) em quarto e o experiente Vaelter Dias (Mirassol-SP) em quinto lugar.

Contando com o recorde de 48 etapas, a temporada 2023 da Copa Rozeta Cutiano vivenciou um alto nível de competição, com nomes consagrados e jovens talentos mostrando muita garra e determinação para enfrentar a melhor geração de animais que a modalidade já teve. A competição que nasceu em 2014 por iniciativa dos próprios competidores e apoio da Ekip Rozeta, teve um papel fundamental nos últimos anos ao lado de tropeiros e organizadores para os “renascimento” da modalidade Cutiano no Brasil, após vários anos em declínio na década anterior.

“É uma satisfação muito grande concluir mais uma temporada e com números tão expressivos que provam que a Copa Rozeta Cutiano está crescendo cada vez mais e fortalecendo a modalidade. Agradeço as comissões organizadoras que nos receberam em seus eventos, aos nossos parceiros, ao competidores, meus amigos tropeiros, demais profissionais por ter nos ajudado a realizar esta temporada tão brilhante e em especial aos competidores que são diretores da Copa, por todo o trabalho e dedicação,” disse o presidente da Ekip Rozeta, Enrique Moraes.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Fotos: Divulgação/Ekip Rozeta

Leia mais notícias aqui.

WordPress Ads
WordPress Ads