Cavalo do Ano 2018 de Laço em Pé Aberta Junior AQHA, possui ganhos de US$ 10,459.46 e mais de 250 pontos também pela AQHA

Looks Like A Ticket, mais conhecido como Chester, tem uma história interessante que envolve todo um planejamento da sucessão de um dos maiores garanhões de laço no mundo, que está no Brasil, With All Probability ‘Ticket’, seu pai. “Por ser juiz há muitos anos, percebi que o laço precisava de uma genética no Brasil para conseguir ter um padrão e que não tínhamos”, conta Luís Paulo Ramos, da Clínica Equus.

“Comecei estudar e fui para o Estados Unidos, quando achei o Ticket, maior ganhador e produtor de cavalo de laço da história. Foi então que comecei a inserir a linhagem dele no Brasil. Primeiro compramos umas filhas dele e depois o próprio”. E ele completa: “Ticket era um cavalo de idade e que tinha uma vida reprodutiva limitada, porque teve um câncer no testículo”.

Com esse histórico, Luís Paulo observou que precisava investir logo em filhos dele. “E foi isso, nos Estados Unidos primeiro compramos o produto, deixamos continuar a campanha lá para que viesse ao Brasil como campeão e substituísse o pai, Ticket, na reprodução”, esclarece.

Tudo se encaixou quando chegaram até Phil e Sherri Tearney, de Louisburg, no Kansas. Acharam o Chester, um potrinho lindo com todas as características de Ticket. “Giovani Soares estava comigo e falei com ele da minha ideia. Ele abraçou de imediato. Assim, em 2016, adquirimos o Chester”.

O cavalo foi treinado por Brad Lund, grande estrela do laço, que fez o nome do Ticket nos Estados Unidos. Repetindo o mesmo com seu filho. “Conseguimos um substituto com uma linhagem extraordinária e deu certo!”, pontua Luís Paulo.

Os negócios deram certo com ajuda do Dr. Flavio Ribeiro e Cido Marques, primeiro fazendo a intermediação para comprar as éguas Probably Got It All (reservada campeã mundial de Laço Cabeça) e Probably A Gem (campeã mundial de Laço Cabeça), ambas filhas de Ticket e irmãs de Chester. E, posteriormente, ele.

laço
Chester recebendo premiação no Mundial da AQHA, 5º lugar no Laço Cabeça Aberta Junior. Foto: KC Montgomery

Genética

O pedigree de Chester é de fazer inveja em qualquer criador de Quarto de Milha. O seu pai é o grande Ticket, garanhão de laço vivo que mais ganhou e produziu na modalidade, com ganhos de US$ 94.926.93 e um total de 2.006,5 pontos pela AQHA.

Ganhou tudo que podia pela AQHA: reservado campeão mundial Laço Pé Amador em 2004; SuperHorse em 2005, campeão mundial em Laço Cabeça Aberta e reservado campeão mundial Laço Pé 2005. Ele já produziu um total de 9,775 pontos pela AQHA, sendo que 75 deles possuem Registro de Mérito e 48 Registro de Mérito Superior.

Além de seus filhos somarem US$ 293,251.27, sua mãe Tuffs Lady Luck produziu filhos com ganhos de 1.860,5 pontos. Sendo que desses, 14 com Registro de Mérito e Registro de Mérito Superior e ganhos de US$ 39.799.84 pela AQHA, US$ 8 mil pela ARHFA. Produziu um campeão mundial e três reservados campeões mundiais de laço.

Looks Like A Ticket ‘Chester no Arizona Sun Circuit. Foto Jeff Kirkbride

Chester nas pistas

Ele foi imbatível nas principais competições nos Estados Unidos, desde sua estreia, sempre com excelentes resultados. Em 2017, Looks Like A Ticket classificou para o Mundial da AQHA no Laço Cabeça e Pé Aberta Junior e também na Performance Stallion Aberta Junior. Foi finalista no Laço Cabeça e ficou em quinto lugar no geral. O ano de 2018 foi o melhor ano de sua carreira, onde ele foi reservado campeão mundial pela ABRA em Laço Cabeça e Pé na Aberta Junior.

Chester ficou em sétimo lugar no ARHFA World Championship Futurity, que é uma das maiores provas de laço hoje nos Estados Unidos, para animais de quatro a seis anos de idade. Quem apresentou foi o grande Dakota Kirchenschlager. Ele também se classificou novamente para o mundial da AQHA em Laço Cabeça e Pé na Aberta Junior. Dessa vez, foi finalista no Pé.

Em 2018, ele se consagrou Cavalo do Ano (High Point) de Laço Pé Junior Aberta pela AQHA, um título muito difícil de ganhar. Foi também o segundo melhor Cavalo do Ano (High Point) de Laço Pé Aberta e o segundo melhor garanhão do ano (High Point) de Laço em Dupla – Pé e Cabeça – Aberta.

Chester fechou sua carreira em pista nos Estados Unidos com ganhos no total de US$ 10.459.46 e 250,5 pontos pela AQHA, Registro de Mérito Superior em Laço em Dupla – Cabeça e Pé – Aberta. E se classificou cinco vezes para o Mundial da AQHA.

Segundo Dr. Flávio Ribeiro, que agenciava e manejava o cavalo nos Estados Unidos, Chester é um animal extraordinário. “Ele tem um temperamento excelente, uma beleza morfológica invejável e é um grande campeão. Ir para o Brasil, onde está o seu pai, o grande Ticket, é um desafio muito grande, mas acredito que Chester será um ótimo garanhão. Irá adicionar muito para a tropa de laço do Brasil”.

Dakota Kirchenschlager, que já classificou pra National Finals Rodeo três vezes no Laço Pé, e teve a oportunidade de apresentar Chester em 2018, o que mais impressiona são suas paradas. “O que mais me impressionou nele foi sempre as paradas super fortes. E ele tem uma força tremenda no pito da sela quando enrola e dá o tranco. A primeira vez que vi o Chester em prova foi no Potro do Futuro, em Fort Worth, em 2017. com o Billie Jack Saebens, e ele trabalhou demais”.

Desde então, o laçador ficou com vontade de montá-lo. Até que ano passado, Brad Lund pediu que passasse a apresentá-lo em alguns shows e no Potro do Futuro ARHFA. “Ficamos em sétimo lugar no Laço Pé. É uma classe duríssima, com os melhores cavalos dos Estados Unidos na final. Desejo muito sucesso para o Chester no Brasil e espero poder ir conhecer sua casa nova um dia”, reforça Dakota.

Phil Tearney, o criador do Chester, sempre gostou do cavalo. Ele era um dos donos do Ticket e também criador e proprietário de várias éguas que hoje estão no Brasil. “Eu tenho a mãe do Chester até hoje e ela está com 26 anos. Tenho três irmãos próprios dele nas minhas baias e todos são castrados”, contou Phil.

O treinador de Looks Like A Ticket e um dos mais condecorados na modalidade, Brad Lund, que foi 15 vezes campeão mundial pela AQHA e quatro vezes reservado, treinou três animais que ganharam o título de SuperHorse, um deles o Ticket. Brad treinou dezenas de filhos dele, incluindo Chester.

“Eu treinei o pai do Chester e vários irmãos próprios e meio irmãos dele. Tive tremendo sucesso com os filhos do Ticket. Chester é o único garanhão filho do Ticket que eu treinei e apresentei que irá seguir carreira como garanhão. São cavalos de linhagem inteligentes e atléticos, e Chester é calmo e o com o tem melhor comportamento de todos”.

Chester, que será lançado oficialmente no Brasil durante o 9º Leilão Quarter Horse In Family, está alojado na Central Equus Equine Services, em Novo Horizonte/SP.

Por Verônica Formigoni
Foto de chamada: KC Montogomery

Escreva um comentário