Com toda a evolução no mercado de provas equestres, a excelência em serviços não podia ficar para trás

Miguel Nogueira Zambon buscou se aperfeiçoar no gerenciamento de provas cronometradas e lançou a MZ Eventos. Laçando desde os 16, Miguel é um personagem com uma história formidável. O amor pelo meio rural o faz atuar em várias frentes. Ele laça, participa de rodeios como laçador-madrinha, tem um rancho, CT e agora uma empresa de eventos equestres.

Gosto e paixão herdados do pai, que sempre mexeu com cavalo e gado. “Na lida sempre precisava laçar um animal para curar, fui pegando gosto”, conta ele, afirmando foi pego de jeito mesmo quando assistiu a uma prova de Laço em Dupla no Rodeio de Barretos. “Não sabia que existia o esporte, com regras e prêmios. Saí de lá determinado a achar um lugar para treinar”.

CT Iguana Ranch
Miguel Zambon

E ele encontrou esse local na região de Jundiaí/SP, onde mora. O centro de treinamento onde o finado Cleiton Dias dava instruções de laço. E foi de forma inesperada que ele hoje atua organizando provas. Em Jundiaí mesmo, passou a fazer alguns treinos pagos. Gostou da brincadeira e comprou uma fotocélula importada para usar no seu rancho.

Mas ele sentiu a necessidade de melhorar a qualidade das provas na sua região, com regras mais definidas, horários rígidos, equipamentos de primeira. E assim começou a ser chamado pelos organizadores dessas provas para gerenciar.

“Ao mesmo tempo fui aprimorando e investindo, comprando cada vez mais equipamentos e acessórios para suprir as necessidades das provas. O negócio foi dando certo e abri de vez a empresa, MZ Eventos e Gestão em Provas Cronometradas Ltda., para conseguir estar em eventos maiores pelo Brasil”, afirma Miguel.

E ele tem toda a infraestrutura: fotocélula importada, caixas e mesas de som, microfone, impressora, painel de led, dois computadores, software com sistema automatizado de inscrições, cobrança, sorteio e equipe. A MZ ainda pode desenvolver também panfletos, folders e troféus para a prova. Serviço completo!

“Eu ia competir, passei a selecionar as melhores e mais organizadas, e acompanhava como o pessoal trabalhava. Não me vejo como concorrente, e sim como mais uma solução para esse mercado tão vasto. Com ajuda da minha esposa Bebel, que sempre gostou, ajudou e me apoia, fomos organizando tudo e fazendo cada vez mais provas, aperfeiçoando”.

CT Iguana RanchDepois de tantos anos laçando em provas, passando madrugadas em claro, ele sabe como deve proceder. As provas de Laço tinham esse estigma, de mal organizadas e demoradas, mas isso mudou muito. E a MZ segue essa linha, horários à risca, equipamento de primeira e uma organização séria.

E ele tem cacife para isso, pois no currículo como competidor tem 32 motos, um carro ‘zero’ e mais de R$ 150 mil em prêmios. Entre os títulos, tricampeão rodeio de Monte Sião/MG, bicampeão rodeio de Itapira/SP, e rodeio de Jacutinga/MG, campeão dos rodeios de Bragança Paulista/SP, Mogi Guaçu/SP, Indaiatuba/SP e Albertina/MG, Campeão Nacional ABQM, entre outros, e também já laçou no México e nos Estados Unidos.

Além de trabalhar na empresa do pai, ele tem o CT Iguana Ranch, no bairro Caxambu, em Jundiaí. Depois de fazer algumas parcerias desde 2010, com amigos, o CT está localizado agora em um espaço que é seu, onde ele mora com a esposa. São seis cavalos dele e 16 de clientes. E o local costuma ficar movimentado depois das 18h, quando todos saem do trabalho e vão treinar.

E para ter sucesso nesse ramo? “Primeiro de tudo: seriedade. Depois, cumprir o regulamento e horários, trabalhar com equipamentos de primeira, para que na hora da prova não aconteça imprevistos. Junto tudo isso com educação, paciência e jogo de cintura, tem dado certo”, finaliza Miguel.

Por Luciana Omena
Fonte: Editora Passos
Fotos: Cedidas

1 Comentário

  1. I’m still learning from you, but I’m trying to achieve my goals. I certainly liked reading everything that is written on your website.Keep the information coming. I liked it!

Escreva um comentário