“Meu sonho no laço é ser um bom competidor e treinador de cavalos. Sempre tive uma base boa e uma ótima estrutura perto de mim.”

Alex Nascimento, conhecido como Frota, tem sua paixão pelos cavalos desde a sua infância. Nascido e ainda morador de Mogi Mirim/SP, foi só em 2010, com 23 anos, que conheceu a raça Quarto de Milha e o laço. Através do treinador Fábio Pereira, que montou o Centro de Treinamento próximo a sua casa. A partir de então não deixou mais o esporte.

“Quando conheci o Fabinho eu trabalhava em uma empresa das quatro da tarde até uma e meia da manhã. Quando visitei o rancho fiquei admirado com o esporte e com muita vontade de aprender, mas não tinha condições”, lembra.

Como todo ser humano, Frota também enfrentou dificuldades para realizar o seu sonho. “Ia ao rancho com frequência e peguei uma amizade boa com o Fabinho. Falei que queria aprender a laçar e mexer com cavalo, mas não tinha condições de pagar as aulas. Foi quando ele me propôs a ajudar meio período no rancho em troca de me passar seus conhecimentos”.

A alegria do competidor foi imensa. Sem questionar nada aceitou de imediato, pois era tudo que precisava. Então, conciliava o trabalho no rancho e seu emprego da época. Assim foi por três anos.

“Nesse tempo já tinha aprendido muita coisa que eu nem sabia que existia no meio do cavalo. Após esses três anos, o Fabinho me propôs que eu passasse a trabalhar em tempo integral. Aceitei na hora e abandonei meu outro emprego para me dedicar somente ao cavalo”. Assim, já se passaram nove anos desta parceria.

“As coisas foram melhorando, os clientes do rancho sempre me acolheram de braços abertos, e os degraus da escada eu fui subindo aos poucos”. E a paixão pelo laço e sua dedicação o tornaram além de um competidor, também treinador. Atualmente participa do treinamento dos cavalos desde o inicio da doma.

Nas provas, monta nos seguintes animais: Hard Linix Lenna e Mr Cha Farwalter. Que o fizram campeão e terceiro lugar na etapa do Campeonato Paulista, reservado campeão e terceiro lugar na Copa Verão, campeão e terceiro lugar em Uberaba/MG. Mas, um título que lhe marcou foi uma etapa da Copa Verão, “que ganhei dois rounds montando a Baby, que foi o melhor animal que já montei”.

E para Alex, as melhores provas são os eventos da ABQM. Como todo bom competidor sonha em chegar ao topo. “Meu sonho no laço é ser um bom competidor e um bom treinador de cavalos. E sei que chegarei, pois sempre tive uma base boa e uma ótima estrutura perto de mim. Posso acompanhar dia a dia uns dos melhores competidores e treinadores do Brasil”.

Finaliza agradecendo: “Só tenho a agradecer o apoio de todos, do Fabinho, dos nossos clientes, da minha família, minha esposa e minha filha. Hoje faço o que eu mais amo e tudo por eles e Deus vem agindo dia a dia em minha vida. Sou muito grato pelo conhecimento que hoje tenho e espero adquirir cada vez mais.”

Por Verônica Formigoni
Foto: Kaie Rochetto (Western Sports)

Escreva um comentário