O super campeão e reprodutor de campeões não terá mais sêmen disponível no Brasil

Popular Resortfigure, ou simplesmente Pop Superhorse, além de ter feito uma campanha de sucesso em pista, sendo campeão de mundial de Laço Pé e Cabeça AQHA, somando 262,5 pontos de Registro de Mérito AQHA, se provou como um excelente reprodutor. O primeiro garanhão com o título de Superhorse a entrar no país.

Um reprodutor que provou toda sua genética com filhos campeões em diversas modalidades do Laço. Após construir uma história de sucesso com todas as gerações que estrearam Pop Superhorse agora não mais terá sêmen disponível em território brasileiro. Os amantes da linhagem excepcional do garanhão agora só poderão apenas adquirir produtos por aqui.

Há poucos meses foi anunciada que a venda de sêmen do Pop está sendo feita somente nos Estados Unidos, devido a grande procura por lá. E, para preservar o garanhão, foi limitada. “O Pop já é um reprodutor mais que comprovado no Brasil e nos Estados Unidos também. Porém, com sua vinda, ficou muito mais fácil para os brasileiros terem essa genética”, explicou Haroldo Poliselli, na VPJ Agropecuária.

“Fizemos um trabalho bem feito com ele. Tem muitos filhos do Pop no mercado. Agora vamos explorá-lo um pouco mais em sua terra natal. Claro, que também limitamos a venda, mas a partir desse ano, apenas os Estados Unidos poderá adquirir coberturas dele”.

São 2375 filhos registrados na Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha, que somam 751,5 pontos de Registro de Mérito. São sete gerações nascidas, e dessas, três já em pista, fazendo uma campanha espetacular. Pop Superhorse teve filhos consagrados no Potro do Futuro ABQM, Potro do Futuro ANLI, Campeonato Nacional ABQM e ANLI, Copa dos Campeões ABQM, Derby ABQM e ANLI, mostrando a constância de sua produção.

Segundo dados do Sistema de Esportes da ABQM, da Associação de Garanhões de Laço Técnico – AGLT e do projeto Geração Premiada, a produção Pop Superhorse soma ganhos de mais de R$ 355 mil em provas oficiais e oficializadas. O garanhão é ganhador de dois prêmios ABQM Awards, como melhor Reprodutor de Laço Individual Técnico do ano de 2017 e 2018. Ainda foi premiado como melhor garanhão 2017 e 2018 de Laço Pé Técnico pela AGLT.

Nos Estados Unidos

Os filhos de Pop que estão correndo nos Estados Unidos vêm dando um show em pista. Entre eles, Fantaz Popular ‘Deputy’, cavalo titular do maior cowboy de todos os tempos. Trevor Brazil é 24 vezes campeão mundial pela PRCA; Sweet As A Time, Horse of The Year pela PRCA 2015 e AQHA World Champion Tie Down Roping Open 2015. Já foi montada pelo atual campeão mundial da PRCA no Tie Down Roping, Marcos Alan.

E outra estrela das pistas americanas é Sort Of Popular ‘Paraguaia’, que conquistou os títulos de: reservada campeã Mundial do circuito PRCA Laço Individual 2016, campeã Mundial circuito PRCA Laço Individual 2017, campeã Average National Finals Rodeo 2017 no Laço Individual, somando em dois anos de pista quase US$ 800 mil. Todos conquistados na sela de Marcos Alan Costa.

Projetos

Em 2017 o condomínio Pop Superhorse criou o projeto Geração Premiada com uma projeção de distribuir R$ 150 mil em cinco anos. Sendo a premiação para o melhor filho do Pop finalista nas modalidades de Laço Cabeça, Laço Pé e Laço Individual, todos valendo na categoria Aberta apenas. Em 2018, o projeto Geração Premiada Pop Superhorse foi um incentivo a mais aos proprietários, competidores e treinadores que tem um filho do garanhão em casa.

Ainda em 2017, o condomínio Pop Superhorse criou o prêmio All Around Horse, uma premiação extra ao filho mais pontuado pela ABQM no ano. O campão leva como prêmio um filho do Pop. No ano da criação, a campeã foi Vegas Resort, com 44,5 pontos na ABQM, tendo conquistado só em 2017 40 pontos, com ganhos totais de R$ 21.258,79. Animal de propriedade de Mário Cesar Destro.

Em 2018, quem se consagrou no All Around Horse do projeto Pop foi Apollo Pop RGC, conquistando 35 pontos, com ganhos de R$ 21.455,77. O animal é de propriedade de Rodrigo Guimarães Coimbra.

Por Verônica Formigoni
Foto: Gabriel Oliveira

Escreva um comentário