Três Tambores & Seis Balizas

Haras Santa Helena se divide entre a Vaquejada e os Três Tambores

Avô, pai e filhos, enfim, toda a família do criatório de Castanhal, no estado do Pará, está envolvida no meio do cavalo

Publicado

⠀em

Com as raízes fincadas na Vaquejada, o Haras Santa Helena, de Castanhal/PA, também vem se destacando na modalidade de Três Tambores. De acordo com Pablo Ricardo Sousa dos Santos, o seu pai sempre mexeu com cavalo no Nordeste.

Contudo, ficou parado por 20 anos. Mas a partir de 2006, quando Pablo tinha 14 anos, voltaram a se interessar por criar e foi aí que recomeçaram a sua história na Vaquejada. Porém, só foram se envolver com os Três Tambores depois de muitos anos.

Afinal, o filho de Pablo, ao fazer 7 anos, começou a gostar do mundo equestre e foi aí que o seu pai o colocou numa escolinha de Três tambores no Haras Ipê, com o treinador Edio Santos. “Daí comecei a treinar junto pra acompanhar meu filho e hoje dentro do haras temos nosso próprio centro de treinamento. Fui cada vez mais me apaixonando pelo esporte”, conta Pablo.

Atualmente, a criação do Haras Santa Helena tem dois propósitos: produzir animais para suprir as necessidades de vô, filho e netos para competirem Vaquejada e Três Tambores. “Meu pai ainda corre Vaquejada, meu filho de 11 anos corre tambor e a minha filha de 6 anos também. Já eu corro Vaquejada e Tambor”.

Amor pelos cavalos que passou de pai para filho e agora netos – Foto: Divulgação

Animais de destaque do Haras Santa Helena

Entre os animais de destaque do Haras Santa Helena, Pablo cita Quixote nos Três Tambores. “Foi o primeiro filho do garanhão do nosso haras, é um cavalo da minha sela. Ele vem se classificando a dois anos seguidos no Campeonato da ATBPA no Amador Principiante. Aliás, temos muita alegria em fazer parte de uma associação que a cada ano vem se fortalecendo cada vez mais”, cita.

Já na Vaquejada, quem se destaca é Patrícia Lauda Chick. ” Foi a primeira égua a nascer no haras, vem se destacando desde 2019. Em 2020 foi umas das mais ganhadoras na sela de Anilson Ribeiro, nosso treinador. Além disso, Patrícia ganhou uma moto em uma vaquejada no Parque Antônio Marcelo, no Maranhão”.

Para a família do Haras Santa Helena, cavalo representa, sobretudo, felicidade, emoção e união. Tanto que para o futuro almejam seguir todos juntos na criação, produzindo campeões tanto nos Três Tambores quando na Vaquejada. “O que tanto almejamos é fazer um campeão de Potro do Futuro em ambos os esportes”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa ATBPA/AV Comunicação Equestre
Crédito da foto: Divulgação/Haras Santa Helena

Veja mais notícias no portal Cavalus

 

WordPress Ads
WordPress Ads