Working Cow Horse

Working Cow Horse é a base para uma boa formação do cavalo de Trabalho

Modalidade singular, que tem raízes no Oeste Americano, Working Cow Horse destaca o apurado ‘cow sense’ dos cavalos

Publicado

⠀em

Durante os séculos 18 e 19, cavaleiros espanhóis e mexicanos, que gerenciavam fazendas na Califórnia, necessitavam de cavalos inteligentes, rápidos e de cabeça boa para lidarem com bovinos.

Além disso, era necessário que esses cavalos ajudassem também na lida do dia a dia. Foi então, que ao longo do tempo, que os vaqueiros desenvolveram um sistema de treinamento que reverenciava a elegância e precisão.

Nelson Rodrigues, treinador de Working Cow Horse, mais conhecido como Nelsinho, que é o maior ganhador da modalidade no Brasil, ressalta que além do cow sense e habilidades em Rédeas, a genética tem muita influência na hora de colocar o animal em pista.

“Ele tem que ser um cavalo mais completo, tem que ter aptidão muito boa para o boi e uma aptidão muito grande de aceitar a pressão, em acelerar e desacelerar que já temos grandes animais no Brasil”.

Cavalo completo

Outro ponto importante do Working Cow Horse é de que, animais, treinados para esse tipo de trabalho, também estão aptos para outras modalidades, se tornando um cavalo com formação completa de Trabalho.

Uma prova disso é o garanhão chefe do Rancho Promissão, Big Papi (Rowdy Yankee x Pennys For Sail), que tem filhos no Laço Cabeça, Laço Individual Técnico, Working Cow Horse e Rédeas.

Nelsinho destaca que a genética do garanhão é uma grande aliada nesse processo. “O pai do Big Papi vem de uma Chic Olena, fechado em Apartação. Venho montando em duas gerações dele, tem me dado muita alegria, muitos títulos, ganhei Potro Futuro ABQM, andou muito forte no Potro Futuro de Rédeas na ANCR, ele é um cavalo que agrega. E seus produtos podem partir para várias modalidades”.

Rafael Correa Paoliello, o Chifrinho, um dos maiores treinadores de Laço do Brasil, que detém vários títulos importantes da modalidade, comentou sobre a importância da base de um cavalo de Trabalho e como o treinamento de Working Cow Horse, contribuiu para conquistas.

“O Bigshow Del Rancho tem uma base muito boa, era treinado pelo Nelsinho no Working Cow Horse e chegou muito bem até mim. Foi um cavalo fácil, estamos treinando há apenas dois meses e conquistamos o Derby no Laço Cabeça Aberta Castrado”, detalha.

Para Chifrinho, o filho do Big Papi tem um futuro promissor. “Vai ser um grande cavalo em 2022, quando estará mais maduro, é um cavalo bem trabalhado e para colocar no laço é bem fácil”. O treinador afirma ainda que a genética é um dos fatores desse sucesso, já que com ele está outra filha do Big Papi, que já vem mostrando resultados em pistas.

E a importância dessa base não é o que falamos aqui, mas o que é comprovado em pista. Uma prova disso são as conquistas em outras modalidades também.

Cavalo para Amadores

Já Djalma Bezerra Neto, competidor amador de Working Cow Horse e Rédeas, reforça sobre a base, que é fundamental em qualquer modalidade.

“Falando do Working Cow Horse em si, a dinâmica é ter um cavalo que seja bom de Rédeas e bom para trabalhar com o gado, já que ele proporciona domínio sobre o gado. Nos EUA o cavalo até aparta, mostrando o quão completa é a modalidade”.

Agora, como competidor, se ele não tiver uma boa base, você não consegue enganar na pista, a base é tudo. Na hora que você vai apresentar pode ter uma deficiência, mas com uma boa base, isso muda”, destaca.

E ainda complementa. “Preciso de um cavalo que saiba que preciso dele, que saiba as manobras. Ter um cavalo calmo, para mim é o fundamental, um animal que permita estar relaxado para que possa conduzi-lo da melhor e executar manobra.”.

O Working Cow Horse prepara o cavalo para a função prática mostrando as habilidades do animal.

Assim a escolha de um bom animal para o esporte depende sempre de que ele tenha uma boa doma e base de treinamento, que proporcione ao seu proprietário / competidor boas experiências independentes da modalidade escolhida.

Porém vale ressaltar como apresentamos acima, que um animal com uma boa base e treinado no Working Cow Horse pode servir as diversas modalidades que exija cow sense e concentração.

Para saber mais, acesse: www.ranchopromissao.com.br e acompanhe as redes sociais @ranchopromissaooficial

Por Cavalus Comunicação Equestre
Crédito e legenda da foto em destaque: Bigshow Del Rancho se apresentando Working Cow Horse – por Gerson Verga/

Veja mais notícias de Working Cow Horse no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads