Cavalo Árabe

Entrevista: diretoria que sai, diretoria que entra na ABCCA

Publicado

⠀em

Confira a entrevista com o atual presidente da associação, Luciano Cury e com Rodrigo Forte, que irá assumir o cargo a partir do dia 1º de janeiro

A nova diretoria da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Árabe (ABCCA), irá tomar posse no dia 1º de janeiro, de acordo com o estatuto da entidade. Assim, Luciano Cury deixará o cargo de presidente, que será assumido por Rodrigo Forte para o período de 2020/2021.

Por conta disso, a revista Cavalo Árabe divulgou uma entrevista especial com essa dupla. Enquanto Luciano se preocupou em avaliar sobre própria gestão, Rodrigo definiu as linhas gerais dos objetivos para o seu mandado à frente da ABCCA. Confira!

Luciano Cury, presidente do biênio 2018/2019

Luciano Cury
Luciano Cury

Avaliação da gestão

A melhor maneira de avaliar esta nossa gestão 2018/2019 é através dos números: Nenhuma dívida deixada para a nova diretoria, nem a passada, nem atual. Aumento considerável na reprodução, registros e adesão de novos sócios.

Quanto à mudança da data da nossa Nacional, de novembro para julho, igualmente os números nos indicaram que acertamos em cheio. Isso foi em números de animais expostos, público brasileiro e internacional, e principalmente resultados financeiros.

Em 2018,  superamos os R$ 9.000.000,00 em vendas com vários animais exportados. Neste ano de 2019 superamos os R$ 15.000.000,00 em vendas e grande aumento no número de animais exportados.

Pontos mais marcantes da gestão

Os pontos mais importantes foram a total integração, atuação e união de toda a diretoria desta gestão. O fomento, a exposição, provas, internacional, regional sul, sudeste e nordeste, centro-oeste e norte e administração financeira. Isso tanto no comando de cada vice-presidente, como a atuação de seus respectivos diretores, foi fundamental para os resultados alcançados.

E credito aqui, que o grande sucesso tanto das duas edições da Exposição Nacional bem como os dois Brazilian Farm Tour, se deve ao imenso apoio e confiança que tivemos de inúmeros e importantes criadores brasileiros e de alguns destacados criadores estrangeiros, bem como uma participação importantíssima de alguns apresentadores brasileiros e internacionais.

Mercado brasileiro do cavalo Árabe

O mercado de cavalos de uma forma geral sofreu muito com a crise econômica do Brasil. Aliás, não foi somente esse mercado que sofreu. Além da crise interna, perdemos muito mercado externo por conta do Mormo e as limitações para se exportar cavalos.

Apesar de ser a sua grande aptidão, ainda temos o desafio de mostrar ao mercado brasileiro que o Árabe não é só um lindo cavalo, mas sim um cavalo de sela extraordinário que pode ser usado em diversas frentes. O Quarto de Milha é um exemplo a ser seguido. Na genética e no halter penso que somos de fato muito fortes.

Avaliação dos membros da diretoria

Diretoria atual é uma diretoria de muito respeito, cujo grupo de liderança é composto por ex-presidentes da ABCCA, todos muito experientes como criadores e gestores da Associação. Dentre vários pontos positivos essa gestão, deu um passo relevante na elevação da importância da nossa Nacional como uma das exposições mais importantes do mundo.

Além disso, tivemos o fortalecimento nas mídias sociais, algo fundamental nos dias de hoje. Vale dizer que cada uma das diretorias anteriores trouxe colaborações importantes para a raça.

Situação econômica do país x gestão da ABCCA

Em nada a situação econômica do Brasil afetou, contribuiu ou prejudicou para os nossos resultados. Todos, literalmente todos os envolvidos, sem nenhuma exceção, acreditaram mesmo foi nesta diretoria e no nosso Cavalo Árabe brasileiro.

Expectativa para a nova gestão

Acredito muito, sem demagogia nenhuma, acredito mesmo que esta nova e jovem diretoria possa, primeiramente aprender e depois realizar uma excelente gestão. Nunca se esquecendo de que “Juntos somos mais fortes”

Rodrigo Forte, presidente do biênio 2020/2021

Rodrigo Forte, Cris Guardia e José Alves

Pontos que serão priorizados e os objetivos traçados

A preocupação inicial da minha diretoria é somar aos feitos das diretorias anteriores, no sentido de continuidade. Penso que precisamos de um plano de médio-longo prazo para o Cavalo Árabe, que seja contínuo para a minha e futuras diretorias.

Leva-se muito tempo para construir as coisas, dois anos de mandato é muito pouco, por isso essa necessidade de continuidade. Somaremos novos itens é lógico. O que não podemos é seguir construindo e desconstruindo como Associação.

Por isso, o ponto central do nosso plano de trabalho é o aumento do número de associados, pois é disso que vive uma Associação. Parece simples, mas sabemos que é uma tarefa complicada na conjuntura atual. E não há em nossa visão como se atingir esse objetivo sem colocar a função do Cavalo Árabe também como tema central.

Aumentar a base de associados envolve criação e função somadas. Entrei no Árabe através da função e depois me tornei um criador. Com somente um bom cavalo é possível ter sucesso na função, no esporte; o mesmo não acontece em geral na criação; leva-se muito tempo para se tornar um bom criador.

Assim, o caminho que começa pela função e o esporte é o mais simples, e não vice-versa. Tem muito mais gente que prefere montar cavalo do que criar. Então temos de mostrar ao mercado que o Árabe é a melhor opção.

Não posso deixar de mencionar que continuaremos a trabalhar para manter ou até mesmo melhorar a condição do Brasil como um dos principais centros de criação do Cavalo Árabe no mundo.

Por fim, queremos evoluir ainda mais no conceito de fazer “mais com menos” do ponto de vista administrativo-financeiro, pois é obrigação de toda e qualquer diretoria cuidar com muito afinco dos recursos financeiros da Associação, recursos que pertencem aos Associados.

Passagem de gestão entre as diretorias

A transição entre as diretorias está sendo a melhor possível. Fui convidado pelo Luciano Cury e por sua atual diretoria para assumir o cargo de presidente na próxima gestão com o objetivo de continuidade. O Luciano tem me consultado a respeito das principais decisões. Continuarei contando com a experiência dele e dos demais a partir de 1º de janeiro de 2020.

Quem são os vice-presidentes e razões da escolha de cada um deles

Eu quis montar uma diretoria que mesclasse pessoas experientes de Associação e jovens. Acredito nessa mescla para buscarmos os melhores resultados. Mas o principal objetivo é preparar os jovens para as futuras gestões da ABCCÁrabe.

Vale também dizer que é um grupo de pessoas que demonstra enorme paixão pelo Cavalo Árabe e que compartilha do propósito de bom equilíbrio entre criação e função. Já estamos trabalhando bastante juntos na fase de planejamento. Não será fácil, mas prometemos o nosso melhor.

Vice-Presidentes:

Administrativo-Financeiro: Lucas Melo
Exposições: Paquito Carrasco
Fomento: Enrico Franchini
Provas: Ricardo Saliba
Internacional: Adriana Moura
Sul: Michel Morelato
Sudeste / Nordeste: Mario Sérgio Silva
Centro-Oeste / Norte: Laucídio Coelho

Leia mais notícias sobre o cavalo Árabe

Fonte: Revista Cavalo Árabe
Crédito das fotos: Tupa

Cavalo Árabe

Haras ESJ Arabians contribui fortemente para o fomento do cavalo Árabe

Proprietário do criatório conta um pouco da sua história no meio da raça, que para ele tem um significado muito importante

Publicado

⠀em

Haras ESJ Arabians contribui fortemente para o fomento do cavalo Árabe

Nascido em Niterói (RJ), Leonardo Monteiro de Castro Machado, de 52 anos, começou cedo a sua história no meio do cavalo, mais precisamente com o cavalo Árabe. O proprietário do Haras ESJ Arabians, que reside em Maringá (PR), conta que começou na criação ainda jovem, antes de terminar os estudos, sem renda, através de um presente dos pais.

ESJ Arabians

“O cavalo sempre foi uma paixão e a raça Árabe entrou na minha vida por uma ocasião do destino, quando comprei o primeiro cavalo durante um leilão na cidade. Foi a partir desse momento que os pedidos de éguas foram anuais nas datas de aniversário”.

O proprietário do Haras ESJ Arabians conta que em 2006, por acreditar que precisava de uma visão mais apurada, já com investimentos próprios, ele reiniciou a sua criação por assim dizer, com intenção de competir em halter. “Meu auge só chegou em 2019, quando comprei um potro do Al Hosçan (Gran Horik) que, preparado por eles e com a apresentação magnífica do Artur Nascimento, foi Campeão Nacional Potro Prata”.

O criador, que está há 30 anos no meio, destaca que a ABCCA se tornou uma família, e que conquistou muitos bons amigos, que juntos estiveram presentes nos melhores momentos da sua vida.

“Foram viagens, exposições e visitas que representam para mim uma experiência de vida única, propiciada pelo Cavalo Árabe. A raça Árabe para mim representa a reunião de ótimo momentos, amigos e a figura de um animal que transmite uma energia boa que não encontrei em nenhum outro lugar até o momento”, finaliza.

Por Heloísa Alves/Portal Cavalus
Fotos: Arquivo Pessoal/Leonardo Monteiro

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Legado e Inovação são as bases da jornada do Haras Cruzeiro

Referência na criação de cavalos Árabes de Halter, o Haras Cruzeiro constrói a história no esporte através dos Três Tambores

Publicado

⠀em

Referência na criação de cavalos Árabes de Halter, o Haras Cruzeiro constrói a história no esporte através dos Três Tambores

Iniciando sua jornada com os cavalos em 1980, a história do Haras Cruzeiro iniciou há muito tempo, através da Fazenda Engenho, fundada em 1830 e de propriedade de Leandro Aguiar, que é a quinta geração da família a frente dos negócios.

Com a grande mudança acontecendo em 2010, através da importação de animais fundamentais para a formação do plantel próprio, como: Shariba (Gazal Al Shaqab x Thee Rahiba), Turchiya MPE (WH Justiça x Thee Rahiba), FT Havanna El Keav (HK Keav Power x Hillary VCM), Yasmin HWM (Legacy of Fame x Dollysia HCF) e HDB Sihr Ibn Massai, o Haras Cruzeiro busca sempre a excelência na criação do Cavalo Árabe. 

Com uma história imponente e de grande legado, o Haras Cruzeiro já conquistou 20 Campeonatos Nacionais, possuindo um plantel com mais de 210 animais e principalmente, focando em inovação e evolução. 

Buscando sempre estar à frente do tempo, hoje um dos maiores Haras e referência nacional, localizado em Araxá, no estado mineiro, o produtor da linhagem LA busca o fomento e crescimento do Cavalo Árabe na prática de esportes, em especial através da modalidade dos Três Tambores. 

Nos últimos dois anos (2021/2022) o Haras Cruzeiro conquistou em participação nas etapas da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), provas abertas, no Campeonato Nacional, mais de R$ 150 mil, mostrando a qualidade e destreza dos animais LA, além de outros de sua propriedade. Em 2022 os animais com marca LA conquistaram pelas etapas do Circuito ANCAF o montante de quase R$ 50 mil, além das premiações de incentivo do Haras. 

Destaque para Gury LA que conquistou R$ 15.000,00; Fenícia LA com premiação de R$ 12.500,00 e Fylipina LA com premiação de R$ 8.500,00. Premiações que foram conquistadas através do Projeto Genética Premiada. Além do grande desempenho da criação LA, o Haras Cruzeiro vem se destacando em diversas frentes. 

Projeto de Incentivo Haras Cruzeiro 

Para fomentar essa nova frente do Haras com investimentos no cavalo Árabe para esporte, o Haras Cruzeiro criou diversas premiações, para os animais de criação LA, incentivando os competidores e proprietários, são três programas: 

• Premiação Genética Premiada dará R$ 50 mil reais para os animais LA premiados na Arabian Cup, que é o ranking da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Árabe – ABCCA. 

• Premiação Dobrada Haras Cruzeiro, o qual os animais LA no Campeonato Nacional do Cavalo Árabe terão seus prêmios dobrados pelo Haras, então caso o animal de criação LA for campeão, e a premiação for uma moto, o Haras Cruzeiro também dará uma moto. 

• Seleção Premiada Haras Cruzeiro, essa é a grande novidade. Duas categorias exclusivas para animais LA durante o 15º Grand Prix Haras Raphaela de Três Tambores em 2024, que distribuirá R$ 50 mil em premiações. 

Conheça mais sobre Haras Cruzeiro pelas redes sociais @harascruzeiroesporteetrabalho / @harascruzeiroarabians, ou entre em contato com Ananias Neto (34) 99918-7774. 

Por Divulgação/Anuário Garanhões & Matrizes 2023
Foto: Divulgação/Haras Cruzeiro

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Saiba como fazer a comunicação de coberturas no Cavalo Árabe

A comunicação de cobertura de animais da raça Árabe pode ser feito no Stud Book on line, formulário próprio que pode ser enviado através do e-mail cadastrado no SRG ou entregues pessoalmente na sede da ABCCA

Publicado

⠀em

A comunicação de cobertura de animais da raça Árabe pode ser feito no Stud Book on line, formulário próprio que pode ser enviado através do e-mail cadastrado no SRG ou entregues pessoalmente na sede da ABCCA

A Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) informa que os proprietários dos garanhões da raça Árabe devem comunicar as padreações por monta natural ou inseminação artificial das éguas de sua propriedade e de terceiros, de 1º de janeiro a 15 de fevereiro, para aquelas efetuadas no segundo semestre do ano anterior, e de 1º de julho a 15 de agosto, as do primeiro semestre do ano corrente.

Cobertura do Árabe

As coberturas dos cavalos da raça podem ser feitas através do Stud Book on line. Os formulários podem ser entregues pelo e-mail autorizado ou via original. Todos os detalhes você encontra no regulamento do SRG.

O endereço de envio é o [email protected] no caso de e-mail e o presencial é o Av. Francisco Matarazzo, 455, Pavilhão 11, Água Branca/SP.

Mais informações sobre coberturas da raça neste link.

Por Divulgação/ABCCA
Fotos: Divulgação
/Pixabay

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

GPs Wathba Stallions Cup for Colts e Fillies II destacam VG Raj Al Mared e Normandia Rach 

Em dois páreos exclusivos da raça Árabe, um entre machos e outro entre fêmeas, mais de R$ 50 mil em prêmios foram distribuídos no Wathba Stallions Cup for Colts e Fillies II

Publicado

⠀em

GPs Wathba Stallions Cup for Colts e Fillies II destacam VG Raj Al Mared e Normandy Rach 

O Jockey Club de São Paulo recebeu no sábado (15/07) os Grande Prêmios Wathba Stallions Cup for Colts e Fillies II, válidos como etapas da Tríplice Coroa do Cavalo Árabe 2023. As corridas – que são patrocinadas pelo HH Sheikh Mansoor Bin Zayed Al Nahyan Horse Racing Festival – foram organizadas pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA).

No páreo exclusivo para machos, o GP Wathba Stallions Cup for Colts II, que ocorreu nos 1.600 metros, na pista de grama, VG Raj Al Mared (Mared Al Sahra x Filha de Just HVP por *FA El Shawan) conquistou mais uma vitória memorável para o Haras Bluegrass. O cavalo – que foi treinado por Thiago Haidar e montado pela joqueta Jeane Alves – venceu por seis corpos de diferença o seu meio-irmão Clapton AJR, no tempo 1:49.877, se consolidando como o melhor cavalo da temporada com sete vitórias em oito corridas.

Vale lembrar que VG Raj Al Mared e Jeane Alves venceram o Grande Prêmio Wathba Stallions Cup for Colts II, realizado no dia 13 de maio. “Ele é um cavalo extremamente especial para nossa família, pois representa os 30 anos de criação do Haras Bluegrass, principalmente por estar no Jockey Club de São Paulo (JCSP) onde nossa história começou. Meu pai, José Carlos Vaz Guimarães, um apaixonado por cavalos, principalmente árabes e puros-sangues ingleses, fez a nossa vida do JCSP. E o Raj, por ser o craque que é, representa toda a nossa criação”, declarou José Caio Vaz Guimarães, do Haras Bluegrass.

Clapton AJR (Mared Al Sahra x Cowboys Gal por Wiking), criação e propriedade de Almir José Ribeiro e treinado por Oberdan S. Pereira, foi conduzido com maestria por Antonio Mesquita que lutou desde o início para chegar ao VG Raj Al Mared, cruzando, por fim, em segundo lugar, no tempo de 1:50.934.

Clique aqui e veja o replay do páreo

GP Wathba Stallions Cup for Fillies II

Normandia Rach (*Uzbek Du Lion x Novella Rach por Voltaire Rach) conquistou sua terceira vitória consecutiva ao terminar em primeiro no Grande Prêmio Wathba Stallions Cup for Fillies II, nos 1600m, na pista de grama. Da largada aos 400 metros finais, houve uma batalha acirrada pelo primeiro lugar entre RG Era e RG Kalifa, quando Normandia Rach, sob o comando de Ruberlei Viana, atacou de fora e, nos 150 metros finais, arrancou, cruzando em primeiro lugar a faixa final no tempo de 1:54.965.

Normandia Ranch

Desta forma, Normandia Rach – treinada por Lucas Quintana – conquistou sua terceira vitória consecutiva e a segunda vitória no GP Wathba Stallions Cup for Fillies, desde que venceu a primeira corrida em 13 de maio. “Estamos muito felizes pela vitória de Normandia Rach em uma corrida muito disputada com RG Kalifa atacando de forma excepcional. Kalifa é também neta de Pavel Rach, nosso reprodutor”, declarou Ricardo Jamil Saliba, do Rach Stud.

Clique aqui e veja o replay do páreo

Ao todo, os GPs Wathba Stallions Cup for Colts e Fillies II distribuíram R$ 50 mil em prêmios, sendo R$ 25 mil para cada páreo. Ao término do evento, Almir José Ribeiro, diretor de corridas da ABCCA, afirmou:

“Primeiramente gostaria de agradecer a organização do HH Sheikh Mansoor Bin Zayed Al Nahyan Horse Racing Festival pela confiança em mais um ano de fomento, investimento e dedicação em promover as corridas de cavalos árabes no Brasil. Nossos profundos e sinceros agradecimentos a HH Sh Mansoor Bin Zayed Al Nahyan, vice-presidente e vice-primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, ministro do Tribunal Presidencial e presidente da Emirates Racing Authority por sua visão visionária sobre o futuro das corridas de cavalos árabes no mundo e principalmente a dedicação e carinho que Lara Sawaya, Diretora do Festival, tem pelo Brasil e pelos criadores do cavalo árabe brasileiro”, finaliza.

Por Agência Cavalus*
*Com informações de Cidinha Frazão
Fotos: Divulgação/Cidinha Frazão

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe se consagra como a maior edição dos últimos anos

Ao decorrer de seis dias de programação, a Exposição Nacional ressaltou a qualidade do plantel nacional da raça, bem como celebrou a união de seus adeptos do Brasil e do mundo

Publicado

⠀em

42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe se consagra como a maior edição dos últimos anos

A 42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe, realizada de 5 a 10 de julho, no Helvetia Riding Center, em Indaiatuba (SP), fez história e se consagrou como a maior edição realizada nos últimos anos pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA). O que confirma esse título foram os resultados finais do evento, que reuniu mais de 350 animais da raça, de 53 criadores diferentes.

De acordo com dados da ABCCA, além dos brasileiros – de sete estados (São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás) e do Distrito Federal -, participaram da exposição criadores de aproximadamente 20 países. Entre eles, representantes do Chile, Estados Unidos, Uruguai, Qatar, Emirados Árabes e de alguns países da Europa.

Rodrigo Forte, Hélio Ribeiro e Zetão Rodrigues

“A sensação é de dever muito bem cumprido, principalmente pelo feedback que recebemos dos brasileiros e dos estrangeiros, como, provavelmente, a melhor nacional dos últimos anos. Isso nos deixa extremamente felizes”, pontua Rodrigo Forte, presidente da ABCCA, sobre a 42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe, apontada como o evento mais importante da raça na América Latina.

Nesta edição, as disputas do cavalo Árabe – tanto da modalidade de Halter quanto de Performance – voltaram a ser realizadas na área externa do Helvetia Riding Center, algo que abrilhantou ainda mais o evento. “Ouvir os criadores estrangeiros, que tem muita referência de exposições no mundo afora, dizer que a nossa exposição está entre as melhores do mundo, foi bastante especial. Não só pela qualidade dos cavalos, mas especialmente pelo clima de união, confraternização e de alegria que tivemos aqui ao longo destes dias”, acrescenta Forte.

Abertura da exposição

Mas os bons resultados da 42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe não param por aí. Com uma programação que incluiu os Leilões do Haras Vila dos Pinheiros e do Haras Cruzeiro, bem como as apresentações de outros criatórios – Vivaldi In Concert, AF Maden e Arabian Sunset -, além das vendas diretas em pista de animais, estima-se, segundo a ABCCA, que a exposição movimentou cerca de R$ 15 milhões em negócios.

Presenças marcantes e homenagens especiais na 42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe

Ao decorrer dos seis dias, a presença de algumas personalidades no Helvetia Riding Center engrandeceu ainda mais o evento. Como foi o caso da visita do vereador Hélio Ribeiro, do município de Indaiatuba, que ficou encantado com toda a estrutura montada para a exposição. Na ocasião, ele fez questão de agradecer a ABCCA por escolher a cidade há 13 anos como sede do maior evento do cavalo Árabe na América Latina.

O presidente executivo do Instituto Brasileiro de Equideocultura (IBEqui), Manuel Rossito também marcou presença na 42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe. Ele elogiou a qualidade e a organização do evento, especialmente o cuidado com os animais. “Parabéns aos organizadores, em especial ao presidente Rodrigo Forte e ao Paquito, nossos parceiros de primeira hora na criação do IBEqui. Um evento de alta qualidade, tanto na organização e, principalmente, com o cuidado saúde e bem estar dos animais”.

Como parte da programação da exposição, na sexta-feira (07/07), a ABCCA homenageou em pista o casal de criadores Carlos e Maria Forte, do RFI Arabians, de Itapetininga (SP). Eles receberam o Prêmio Lifetime Achievement Award 2023, uma forma de reconhecimento pelos anos de trabalho e dedicação com o cavalo Árabe.

Homenagem Paulo Jamil Saliba

Já no sábado (08/07) foi a vez da ABCCA homenagear Paulo Jamil Saliba, criador do Rach Stud que muito contribuiu para o crescimento e fortalecimento da raça no país. Na ocasião, a emoção tomou conta de todos, haja vista a grande falta que Paulo deixou, por sua alegria e amplo conhecimento sobre o cavalo Árabe, mas o seu legado jamais será esquecido.

Por fim, a Associação fez questão de homenagear outra figura importante do meio, que está presente há 30 anos na vida de todos que atuam diretamente ou indiretamente com o cavalo Árabe. Trata-se de Claudio Santos, gerente da ABCCA, que foi surpreendido ao receber um troféu em forma de homenagem por todo o trabalho realizado em prol da raça por mais de três décadas.

Cris Guardia e Cláudio Santos

Ao término da exposição, Rodrigo Forte fez questão de externar os seus agradecimentos a todos: “Eu quero fazer um agradecimento especial à minha diretoria, ao Cláudio Santos e a todos os colaboradores da ABCCA que trabalharam arduamente por essa exposição. Não posso deixar de agradecer todos os nossos parceiros e patrocinadores. Sem eles não seria possível realizar esse grande evento. E a todos os expositores e criadores que tiveram aqui presente nos prestigiando. Então, muito obrigado de coração. Essa é uma exposição que ficará marcada, para sempre na história da raça”.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/André Shiwa

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Maior exposição do Cavalo Árabe da América Latina acontece em julho

Mais de 300 animais da raça e criadores de 20 países estarão reunidos na maior exposição do Cavalo Árabe na América Latina

Publicado

⠀em

Maior exposição do Cavalo Árabe da América Latina acontece em julho

Entre os dias 5 e 10 de julho, será realizada na cidade de Indaiatuba, a 110 km da capital paulista, a maior exposição da raça da América Latina. Trata-se da 42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe, que terá suas competições realizadas no Helvetia Riding Center, com entrada gratuita.

Organizada pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), a exposição irá reunir mais de 300 animais da raça e criadores de aproximadamente 20 países. Além dos brasileiros, a Associação aguarda a participação de criadores do Chile, Uruguai, Argentina, Estados Unidos, Qatar, Emirados Árabes, Arábia Saudita e de alguns países da Europa (entre eles, Itália e Romênia).

Além das competições em pista, a programação da 42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe ainda inclui quatro oportunidades de comercialização de animais durante o evento, com a expectativa de movimentação superior a marca de R$ 6 milhões. “[Durante o evento], será possível conferir pessoalmente os programas de criação de criatórios de renome dentro da raça, que ofertarão animais de alto nível”, finaliza Rodrigo Forte, presidente da ABCCA.

Atributos da raça são reconhecidos no mundo todo

Cavalo Árabe pode custar até R$ 1 milhão, segundo a ABCCA

Reconhecido pela sua beleza, elegância e versatilidade, o cavalo da raça Árabe é considerado uma das raças mais valorizadas do mundo. De acordo com a ABCCA, é possível encontrar animais da raça custando até R$ 1 milhão.

Mas vale destacar que o valor de um cavalo Árabe pode variar de acordo com alguns fatores, como a genética, o treinamento, o pedigree e as conquistas em competições. Existem linhagens renomadas e cavalos que possuem títulos importantes, o que contribui para um aumento significativo em seu valor de mercado.

Ainda de acordo com a ABCCA, animais destinados para o Halter (apresentação em cabresto, onde a conformação do animal é analisada), geralmente, custam de R$ 50 mil até R$ 1 milhão. Contudo, esse valor pode não ter limite, haja vista que, segundo a entidade, já aconteceram negociações internacionais com valores superiores a este.

Já com relação aos valores iniciais de animais da raça Árabe, a ABCCA garante que é possível encontrar opções a partir de R$ 10 mil a R$ 20 mil. A partir desta faixa de preço inicial, já é possível, segundo a entidade, adquirir exemplares Árabe ótimos para esporte, lazer ou até mesmo para reprodução.

Serviço

42ª Exposição Nacional do Cavalo Árabe
Data: 05 a 10 de julho
Horário: das 9h às 18h
Local: Helvetia Riding Center, em Indaiatuba/SP

Mais informações no site do evento.

Por Assessoria de imprensa
Fotos: Divulgação/ABCCA

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Brasileiro Rodrigo Saliba ganha prova de Enduro Equestre na França

Endurista brasileiro Rodrigo Saliba conquista bons resultados e se prepara para o Mundial do Young Riders que será realizado em setembro no mesmo local

Publicado

⠀em

por

Brasileiro Rodrigo Saliba ganha prova de Enduro Equestre na França

Em preparação para o Mundial do Young Riders, que acontece no início de setembro em Castelsagrat, França, o jovem mineiro Rodrigo Saliba vem em contínua ascensão nas provas que participa, conquistando o título de reservado campeão na categoria CEI 1* 100 km ao lado do Puro Sangue Árabe Loukario Desverrières – animal arrendado daquele país.

Rodrigo Saliba durante a premiação em Castelsagrat, França

Histórico de Rodrigo Saliba

De acordo com o Ranking Mundial da Federação Equestre Internacional (FEI), Rodrigo Saliba terminou a temporada 2022 entre os melhores cavaleiros da modalidade do mundo, fechando na 1ª posição do FEI Endurance Young Riders World Ranking, com 1.171 pontos. Sem qualquer penalidade, ao todo ele concluiu 8 provas durante a temporada, o que o beneficiou com pontos de bonificação válidos na federação.

Vale destacar que em 2022, Rodrigo Saliba montou cinco animais da raça Árabe nas provas, sendo três diferentes nas provas realizadas no Brasil, além de dois no exterior, com destaque para o já conhecido Loukario Desverrières.

Ainda no ano passado, o endurista garantiu, entre outras importantes classificações, cinco vitórias: no CEIYJ2* 120km em Bragança Paulista (SP) com Marei Rach; no CEIYJ2*120km Castelsgrat na França com Loukario Desverrières; no CEIYJ2*120km Jaguariúna com Blue Master Rach; no CEIY2*120km em Boa Esperança (MG) com Marei Rach e no CEIY2* 120km em Palmeira (PR) montando Miranda Rach.

Por Wesley Vieira/Portal Cavalus

Com informações do Portal ABCCA

Foto: Divulgação/Micka

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Cavalo Árabe no topo do pódio da 1ª etapa do Campeonato Paranaense de Enduro

Das 14 categorias competitivas disputadas, 10 foram vencidas por conjuntos formados com animais da raça

Publicado

⠀em

Cavalo Árabe no topo do pódio da 1ª etapa do Campeonato Paranaense de Enduro

O cavalo Árabe foi o grande destaque da 1ª etapa da temporada 2023 do Campeonato Paranaense de Enduro Equestre. No sábado (15/04) foi realizada a prova na Cabanha São Rafael, em Balsa Nova (PR), e os conjuntos formados com cavalos árabes conquistaram 10 das 14 categorias competitivas disputadas.

De acordo com a organização, a prova contabilizou um total de 118 conjuntos inscritos, sendo 20 conjuntos para o Endurinho e os demais nas categorias competitivas. As categorias disputadas nessa etapa foram as de 10 km, 20 km, 40 km, 80 km, 100 km e 120 km.

O clima estava muito bom para a prática de enduro no último sábado. Além disso, o tempo molhado aumentou o grau de dificuldade das trilhas. Ou seja, os enduristas tiveram que tomar mais cuidado para guiar seus cavalos.

Nas categorias de alto rendimento, a prova contou com a participação de conjuntos vindos de São Paulo, Minas Gerais e do Distrito Federal. Entre eles, Rodrigo Storani Saliba, do Ranch Stud, de Campo do Meio (MG), que venceu a categoria CEIYR2* 120 com Blues Master Rach (PSA), e Jose Caio Frisoni Vaz Guimarães, do Haras Bluegrass, de Sorocaba/SP, que venceu a categoria CEI2* 120 com Sazira Bv.

Cavalo Árabe no topo do pódio da 1ª etapa do Campeonato Paranaense de Enduro

“O final de semana para o Haras Bluegrass não poderia ter sido mais satisfatório, ganhamos dos 1.500 metros aos 120km. Eu e Sazira BV, que é de propriedade de Gastão Mesquisa Filho, largávamos em busca do primeiro lugar e do carimbo no passaporte para o PanAmericano no Chile, com todo o apoio da Equipe do Haras Bluegrass. A prova foi um sucesso e chegamos em primeiro lugar a mais de 1h10min do segundo colocado, além de ganharmos o Best Condition”, comemorou Guimarães.

Cabanha São Rafael já recebeu provas de enduro

Esta foi a segunda vez que a Cabanha São Rafael recebeu uma prova de enduro equestre. A propriedade possui uma ótima infraestrutura e um potencial muito grande para realização de provas de enduro, pois as trilhas são todas feitas dentro dos limites da Cabanha, diante de sua enorme extensão.

“O sentimento que ficou para todos foi um sentimento de quero mais. De que é possível fazer melhor. De que tem potencial para muito mais”, disse Marcelo Ulsenheimer, Diretor de Enduro Equestre, da Confederação Brasileira de Hipismo. “Quero agradecer a Cabanha São Rafael e seu proprietário, Mariano Lemanski, por ter aberto as portas. O ambiente familiar e esportivo permeou toda a competição”, completou Marcelo.

A próxima etapa de enduro com apoio da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) é a II Etapa do Campeonato Paulista 2023, que será realizada de 29 a 30 de abril, no Haras Endurance, em Bragança Paulista (SP). Já a próxima etapa do Campeonato Paranaense de Enduro acontece no dia 15 de julho, em Pontal do Paraná (PR).

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Fotos: Divulgação/Cabanha São Rafael

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Bragança Paulista (SP) recebe Exposição do Cavalo Árabe neste sábado

Evento faz parte da programação da 56ª Expoagro e 29ª Festa do Peão de Bragança Paulista, e irá reunir cerca de 70 animais da raça Árabe que mostrarão toda sua imponência e beleza ao público presente

Publicado

⠀em

25ª Exposição Interúcleos do Cavalo Árabe

O Parque de Exposições Doutor Fernando Costa, em Bragança Paulista (SP), irá sediar a partir das 8h deste sábado (22/04) a 25ª Exposição Interúcleos do Cavalo Árabe. O evento faz parte da programação da 56ª Expoagro e 29ª Festa do Peão de Bragança Paulista, que a cada ano vem se consolidando como um dos maiores rodeios do país.

A 25ª Exposição Interúcleos do Cavalo Árabe tem realização pelo Stud Training Center – Haras Pin, com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA). A entrada no evento é gratuita.

De acordo com a ABCCA, são esperados mais de 70 animais da raça Árabe na exposição, que participarão de disputas em duas modalidades: Halter (apresentação em cabresto, onde a conformação do animal é analisada) e Performance (cavalos julgados montados e em movimento, em diferentes estilos).

Bragança Paulista (SP) recebe Exposição do Cavalo Árabe neste sábado

Presença de exemplares árabe de vários estados

Além de São Paulo, marcarão presença no evento criadores de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Paraná. A 25ª Exposição Interúcleos terá como juízes dois brasileiros, André Roberto Moreira Caio e Paulo Cezar Zandavalli, e o holandês Eiad Safady.

Após o término das provas no sábado, o Stud Training Center – Haras Pin irá receber os criadores para um momento de confraternização. A 25ª Exposição Internúcleos do Cavalos Árabe tem como patrocinadores o Haras JM, Tutto Arabi, Haras das Cascatas, Haras El Sevillano, Central Equina de Reprodução, Guabi, Haras Cruzeiro, Nutrivet e Star World Leilões.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Foto: Divulgação/André Shiwa

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Cavalo Árabe

Cavalo Árabe de esporte é tema do programa da raça de hoje

Bruno Zanotta, presidente da ANCAF, participa da atração, ao lado do convidado especial Aluísio Marins, da Universidade do Cavalo

Publicado

⠀em

A 47ª edição do Programa do Cavalo Árabe será exibida a partir das 20h de hoje (18/04) através do canal no YouTube da ZRTV e da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA). Desta vez, o tema do programa – que é comandado por Dudu Vaz – será os exemplares da raça voltados ao esporte.

Para tanto, contará com a participação do presidente da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), Bruno Zanotta. A entidade é responsável pela organização do Circuito ABCCA/ANCAF de Três Tambores e Seis Balizas, que tem atraído a cada temporada novos adeptos para a raça.

Vale lembrar que as etapas do campeonato exclusivo da raça são realizadas simultaneamente com as principais provas de Três Tambores e Seis Balizas do país, como o Campeonato Regional Oeste, Copa Lica Leão & Só Para Elas e o Grand Prix Haras Raphaela. Essas parcerias do Circuito ABCCA/ANCA têm fomentado ainda mais a funcionalidade da raça.

Cavalo Árabe de esporte é tema do programa da raça de hoje

Além de Bruno Zanotta, o programa de hoje ainda terá um convidado especial. Trata-se de Aluísio Marins, Médico Veterinário, Treinador de Cavalos e responsável pela Universidade do Cavalo, que fica em Sorocaba/SP.

Para assistir o 47º Programa do Cavalo Árabe, basta acessar o canal do YouTube da ZRTV e da ABCCA clicando aqui.

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus
Foto: Divulgação/ABCCA

Leia mais notícias aqui

Continue lendo