Prova de três tambores realizada para animais com sangue árabe e comprova que a raça vem sendo aperfeiçoada para competir em esportes que reúnem agilidade e velocidade

A versatilidade do cavalo Árabe vem criando força nas pistas em diversas modalidades que exigem principalmente, agilidade, força e inteligência. team penning, três tambores, corrida, apartação, maleabilidade e hipismo clássico são modalidades já praticadas e cada vez mais inseridas na rotina de treinamento da raça. Que por sua vez, já se destaca nas provas específicas da raça como a western pleasure, trail horse, english pleasure, pleasure driving e outras.

No sábado, dia 8 de junho, foi realizada a prova de três tambores da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional, em São Roque/SP, junto com o GP que já acontece com frequência. A prova contou com 40 inscrições e segundo o presidente da ANCAF, Bruno Zanotta, vários animais da raça marcaram o mesmo tempo feito pelos cavalos Quarto de Milha que são atualmente, os mais utilizados para o esporte.

“O cavalo árabe está vindo para a prova do tambor se desenvolvendo bem, os tempos foram compatíveis com os cavalos QM, o que incentiva o público em aperfeiçoamento e melhoria genética buscando resultados e mais reconhecimento, também na prova dos três tambores”, destacou Zanotta.

Ainda de acordo com Bruno, a perspectiva é que com a aceitação do público, a procura pelo cavalo árabe cresça de forma positiva, pensando principalmente, na comercialização com valores mais acessíveis e que com a projeção da raça, os tempos sejam de fato, um destaque. Está previsto para acontecer em julho o Nacional de três tambores do cavalo árabe, sendo esta uma importante oportunidade para o destaque da raça que além de elegância tem sua função e aptidão pelo esporte.

ANCAF
ANCAF

ANCAF

A Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional surgiu em dezembro de 2011, quando um grupo de criadores do cavalo Árabe se reuniu com informações válidas relacionadas ao mercado de cavalos no Brasil. Diante de dados e discussões pertinentes ao crescimento e reconhecimento da raça, o grupo concluiu que novas diretrizes deveriam ser traçadas com foco na expansão do cavalo árabe no país.

Pensando na funcionalidade do cavalo árabe, o grupo criou a Associação que realiza hoje, eventos que destaquem as qualidades da raça em pista, com isso, a criação, o esporte e o interesse geral pela raça crescem de forma significativa no Brasil.

A ANCAF tem como missão; fomentar as diversas modalidades esportivas e exaltar as qualidades da raça, como cavalo de sela. Na questão da resistência, o árabe se destaca por ser o cavalo mais resistente do mundo e em provas como enduros que exigem força, o cavalo árabe é imbatível.

Por Camila Furtado
Fotos: Reprodução/Instagram

Escreva um comentário