Foi a estreia para Igrejinha no circuito, consagrando égua bastante premiada

O município de Igrejinha, no Rio Grande do Sul, foi uma das paradas mais recentes das Exposições Passaporte do Cavalo Crioulo, que definem vagas para a Nacional da Morfologia. O ápice do ciclo ocorrerá no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS, durante uma das maiores feiras do país, a Expointer. A Passaporte aconteceu de 7 a 9 de junho, no Parque de Eventos Almiro Grings, organizada pelo Núcleo Encosta da Serra de Criadores de Cavalos Crioulos com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos.

Foram 90 animais marcados e 39 incentivos que participaram da competição, a terceira e maior Nível B do Ciclo 2019. Para o presidente do núcleo, Evaldo Rosa, a expectativa era de uma grande exposição, com um expressivo número de participantes, que se confirmou. A etapa fez parte da programação da Multifeira Igrejinha Mix, na cidade. “Além de reunir um número expressivo de animais, foram apresentados machos e fêmeas representativos, exemplares que sustentam muito bem a raça”, reiterou Rosa.

A seletiva nomeou os oito exemplares que participarão da Expointer em Esteio. Consagrada Grande Campeã e Melhor Exemplar da raça, Vaneira do Passo Fundo (foto de chamada), possui importantes vitórias na bagagem. Já foi Campeã Égua Menor e na Expointer 2018 recebeu a escarapela de Campeã Potranca Maior. Também na última FICCC foi Reservada Campeã Potranca Menor.

Ciclo de Passaportes do Cavalo Crioulo
Aguapé Tupambaé. Fotos: Fagner Almeida

O representante da Cabanha Passo Fundo, de Palmares do Sul/RS, Liandro Simões Cabreira, proprietário da égua, disse estar orgulhoso da picaça salina, que vem progredindo ano a ano, competindo desde potranca. Também estão classificadas por Igrejinha: Xiba 268 da Recalada, Barcelona de Santa Larissa e Marconi Nave.

Esteio também não será estreia para o Grande Campeão Aguapé Tupambaé. O rosilho tostado já havia sido Campeão Potranco Menor na Expointer e em Igrejinha foi Campeão Cavalo Menor. O passaporteado deixou o representante do estabelecimento PAP Aguapé, de Bagé/RS, Roberto Quintanilha, muito satisfeito. A aquisição está sob sua tutela há apenas 60 dias e vem se mostrando uma grande aposta. Outros machos classificados: Libertador 1866 Maufer, Basco Don Julio e Talagaço Mapocho.

Pato Branco

Com 83 animais marcados (além de outros 38 das categorias incentivo), Pato Branco, no Paraná, sediou uma Exposição Passaporte nível B e juntou-se a Camaquã/RS, Igrejinha e Londrina/PR, que também ultrapassaram a marca de 80 cavalos Crioulos inscritos. As filas percorreram a pista do Parque de Exposições de Pato Branco nos dias 8 a 9 de junho.

Ciclo de Passaportes do Cavalo Crioulo
Insígnia da Vendramin. Foto: Daymon Grocheviski

Os animais foram avaliados pelo jurado Carlos Marques Gonçalves Neto, que julgou pela primeira vez uma exposição morfológica em solo paranaense. “Foi um julgamento muito bom, com um nível excelente de animais, principalmente nas potrancas e nas éguas. Realmente, acho que a Passaporte de Pato Branco está muito bem caracterizado pelo nível de animais que se apresentou”, avaliou.

A grandeza da exposição também foi celebrada por quem trabalhou para organizá-la, como disse o presidente do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Sudoeste do Paraná, Vilson Luiz Junior Periolo. “Eu vejo com grande sucesso o nosso evento, até superando as expectativas da nossa diretoria. Só temos a agradecer ao povo que veio e prestigiou a nossa festa. Isso nos deixa satisfeito para que a gente comece a correr atrás para os próximos eventos do núcleo”, garantiu.

Entre as fêmeas, a Melhor Exemplar da Raça e Grande Campeã foi Insígnia da Vendramin. Após ter sido Campeã do Campeonato Égua Adulta, a zaina obteve todas as escarapelas possíveis no evento. É filha de São João do Juncal Pandemônio e Madrugada do Carrachi, com criação e exposição de Aldo Vendramin, da Estância Vendramin, localizada em Palmeira, no Paraná.

Ciclo de Passaportes do Cavalo Crioulo
Jogo do Osso Marupá. Foto: Daymon Grocheviski

Nos machos, a fila foi puxada por Jogo do Osso Marupá, que sagrou-se também Campeão Cavalo Adulto. É filho de Chicão de Santa Odessa e VV Lua, cujo criador é Roberto Augusto Scheid e expositores Maria Isabel Pombo Dockhorn e filhos Henrique Augusto Schbair, na Fazenda Santa Izabel e Reprodução Equina, em Fortaleza dos Valos e Ijuí/RS.

Milonga do Capão da Ronda Moça Bonita da Vendramin Naja da Taimã também carimbaram seu passaporte para a Expointer nas fêmeas. E nos machos, Farrapo Calmaria, Belle Napoleón e King do Ribeirão Bonito. As próximas Passaportes passam por Avaré/SP, de 20 a 22 de junho, e por Chapecó/SC, Brasília/DF e Campo Verde/MT, em julho.

Colaboração: Assessoria de Imprensa

Escreva um comentário