Crioulo

Final Nacional do Crioulaço define duplas campeãs de 2022

Laçadores de Santana do Livramento vencem disputa da principal categoria pela terceira vez

Publicado

⠀em

Foram mais de 28 horas de disputas que consagraram os campeões na Final Nacional do Crioulaço 2022. Desde sexta-feira (14), 234 competidores entraram em pista no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS) e lançaram quase 2,5 mil armadas em busca dos R$ 128 mil em premiações desta edição.

Com uma final de peso, as duplas das Forças A, B e C foram as últimas a decidirem seus pódios na manhã de domingo (16) e evidenciaram grandes nomes da modalidade.

Campeões em 2019 e 2018  na mesma força, Jonatan da Costa e Gilliard Tâmara de Mello retornam ao pódio na primeira colocação e se tornam tricampeões do Crioulaço.

A dupla da fronteira do Estado, de Santana do Livramento (RS), montou, respectivamente, Demétrio Áurea e Âncora da Odorata.

Fazendo parte do dia a dia, o laço comprido deixou de ser apenas uma atividade cotidiana e tornou-se um esporte na vida da dupla. Além de levarem para casa os mais cobiçados troféus, eles também se recordam de quem prestou apoio para que estivessem presentes em mais uma edição do Crioulaço. “Queremos agradecer ao Maneco, da Cabanha Guassupi, ao Paulo da Cabanha Áurea e ao Daniel da SL da Glória e também aos nossos familiares”, finalizam.

Na Força B, o prêmio foi dividido entre as dez duplas que mais resistiram com 100% de aproveitamento nas armadas na fase de mata-mata. Assim, ao fim, eles compartilharam o valor de R$ 20 mil reservado aos campeões da categoria.

Na Força C, decidida já no início da tarde, 12 duplas dividiram a premiação de R$ 20 mil e levaram para casa os troféus da vitória na categoria.

Com R$ 50 mil a mais em relação à edição anterior, a Final Nacional do Crioulaço 2022 entregou cerca de R$128 mil em premiação entre as forças A, B e C das categorias Laço Criador, Laço Prenda e Duplas Oficiais, além do Laço Potros de Ouro. O prêmio máximo, entregue à melhor dupla oficial da Força A, foi de R$25 mil.

Por: Equipe Cavalus Comunicação

Fotos: Fagner Almeida/Divulgação

Mais notícias no portal Cavalus

Crioulo

Bocal de Ouro ocorre pela primeira vez na Arena Coberta do Cavalo Crioulo

Classificatória de animais inéditos para o Freio de Ouro, promovido pela ABCCC, vai contar com 48 machos e 48 fêmeas

Publicado

⠀em

Bocal de Ouro ocorre pela primeira vez na Arena Coberta do Cavalo Crioulo

Em busca de uma vaga na grande seletiva funcional da raça Crioula, a Final do Freio de Ouro, 48 machos e 48 fêmeas já garantiram presença no Bocal de Ouro, após o encerramento das Credenciadoras de Inéditos do Ciclo 2024. A prova acontece pela primeira vez na Arena Coberta do Cavalo Crioulo, da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). A classificatória vai se realizar entre os dias 15 e 21 de abril.

O vice-presidente de Exposições Morfológicas e Modalidades Seletivas da ABCCC, André Luiz Narciso Rosa, ressalta que, neste ano, o objetivo é fazer a competição integrada com a Exposição Outonal, que está com um novo regulamento. Segundo ele, a expectativa é grande para que saiam desta classificatória médias muito altas como têm sido em todas as finais do Bocal. “Será bem concorrido. Temos bastante cavalos machos, são animais de morfologia alta”, destaca, lembrando que esta é a primeira classificatória do ciclo nacional, pois já ocorreu uma na Argentina.

Os responsáveis pela avaliação dos exemplares serão Carlos Marques Gonçalves Neto, Fernando Harger e Eduardo Móglia Suñe na categoria fêmeas. Já nos machos, os jurados selecionados foram Júlio Cesar Hax, Leonardo Rodrigues Teixeira e Vinicius Guedes Freitas.

Confira a programação do Bocal de Ouro

15 de Abril de 2024 (segunda-feira)
8h às 20h – Início da entrada dos animais

16 de Abril de 2024 (terça-feira)
8h às 15h – Fim da entrada dos animais do Bocal de Ouro
10h – Concentração de Machos
15h às 16h30min – Admissão Categoria Fêmeas por ordem de catálogo – Bocal de Ouro
16h30min às 18h – Admissão Categoria Machos por ordem de catálogo – Bocal de Ouro

17 de Abril de 2024 (quarta-feira)
9h – Etapa morfológica – Categoria Fêmeas – Bocal de Ouro
15h – Etapa morfológica – Categoria Machos – Bocal de Ouro

18 de Abril de 2024 (Quinta-feira)
9h – Andaduras/Figura/VSP/Esbarradas – Categoria Fêmeas (Box 01 ao 24)
Sequência – Andaduras/Figura/VSP/Esbarradas – Categoria Fêmeas (Box 25 ao 48)

19 de Abril de 2024 (Sexta-feira)
9h – Andaduras/Figura/VSP/Esbarradas – Categoria Machos (Box 49 ao 72)
Sequência – Andaduras/Figura/VSP/Esbarradas – Categoria Machos (Box 73 ao 96)
Sequência – A Peleia: Concurso de Assado Carne Hereford e Braford / Entrega de Prêmios Campeões de 2023

20 de Abril de 2024 (Sábado)
9h – Mangueira I – Categorias Fêmeas/Machos – Bocal de Ouro
15h – Campo I – Categorias Fêmeas/Machos – Bocal de Ouro

21 de Abril (Domingo)
9h – Início da Fase Final – Categorias Fêmeas/Machos – Bocal de Ouro

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Maurício Vinhas

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

São Ludgero revela novos classificados para a Morfologia Expointer

Destaque da Exposição Passaporte ficou com égua de criatório de Balsa Nova, no Paraná, com o título de Melhor Exemplar da Raça

Publicado

⠀em

São Ludgero revela novos classificados para a Morfologia Expointer

A Exposição Passaporte para a Nacional da Morfologia desembarcou em Santa Catarina nesta última semana, onde a cidade de São Ludgero estreou como sede da seletiva Morfológica. O evento, realizado no CTG Beira Rio, selecionou quatro machos e quatro Fêmeas para a tão aguardada Final da Morfologia Expointer, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) programada para agosto na Arena do Cavalo Crioulo, durante a Expointer, em Esteio (RS).

Esta foi a nona exposição Passaporte do ciclo de 2024 e a segunda no Estado catarinense. O evento ocorreu nos dias 12 e 13 de abril e foi organizado pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos Anita Garibaldi. Na sexta-feira o Inspetor Técnico da ABCCC, Adolfo José Martins Neto, admitiu 49 exemplares, que foram julgados pelo jurado Rodrigo Albuquerque Py que contou com o suporte do jurado Santiago Duglio Schiavo.

O maior destaque da Exposição foi a égua Belle Reserva, que foi consagrada a grande campeã e ainda levou o título de Melhor Exemplar da raça. Ela foi criada e exposta por Elizabeth Lemanski, da Fazenda Paraíso, de Balsa Nova, no Paraná. Já entre os machos, quem levou o título de grande campeão da exposição de São Ludgero foi o cavalo Guazubirá 1550 da Escondida, criado e exposto por José Inácio e Vinícius Freitas, da Estância Escondida, de Alegrete, Rio Grande do Sul.

Confira os Classificados para a Morfologia Expointer

FÊMEAS

MELHOR EXEMPLAR DA RAÇA E GRANDE CAMPEÃ
BELLE RESERVA
CRIADOR ELIZABETH LEMANSKI, EXPOSITOR: ELIZABETH LEMANSKI, ESTABELECIMENTO: FAZENDA PARAÍSO, BALSA NOVA (PR)

RESERVADA GRANDE CAMPEÃ
MARCONI UTOPIA
CRIADOR ALEXANDRE ESPINDOLA ARAÚJO, EXPOSITOR JOSÉ RICARDO VICENTE, ESTABELECIMENTO CABANHA TRV/ZERMIANI, ITAJAÍ (SC)

TERCEIRA MELHOR FÊMEA
RAMON 291 DA FLORÊNCIA
CRIADOR GER ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A, EXPOSITOR GER ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A, ESTABELECIMENTO: CABANHA VALENTE, PORTO AMAZONAS (PR)

QUARTA MELHOR FÊMEA
ODALISCA DO ROSAL
CRIADOR SADY MARCONDES LOUREIRO NETO, EXPOSITOR SADY MARCONDES LOUREIRO NETO, ESTABELECIMENTO FAZENDA ROSAL DO CRUZEIRO, PALMAS (PR)

MACHOS

GRANDE CAMPEÃO
GUAZUBIRÁ 1550 DA ESCONDIDA
CRIADOR JOSÉ INÁCIO E VINÍCIUS FREITAS, EXPOSITOR: JOSÉ INÁCIO E VINÍCIUS FREITAS, ESTABELECIMENTO: EST NCIA ESCONDIDA, ALEGRETE (RS)

RESERVADO GRANDE CAMPEÃO
SINCERRO DA CABANHA SANTA FÉ
CRIADOR GILBERTO RODRIGUES DE FREITAS, EXPOSITOR RENATO ROSA DA SILVA, ESTABELECIMENTO CABANHA 2 R, ITAJAÍ (SC)

TERCEIRO MELHOR MACHO
FAMOSO DE QUARACI
CRIADOR ROSALIE TAVARES NEGRINI JONES, EXPOSITOR: ROSALIE TAVARES NEGRINI JONES, ESTABELECIMENTO: CABANHA QUARACI, SANTA CRUZ DO SUL (RS)

QUARTO MELHOR MACHO
CAMPANA JALISCO
CRIADOR MÁRIO MOGLIA SUÑE, EXPOSITOR: VILMAR ALVES E CLEVERSON ALVES, ESTABELECIMENTO CABANHA ALVES, GASPAR (SC)

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Felipe Ulbrich

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Passaporte em Campo Grande revela novos classificados para a Morfologia do Cavalo Crioulo

Evento realizado durante a 84ª Expogrande teve como destaque égua de criatório sul matogrossense como Melhor Exemplar da Raça

Publicado

⠀em

Passaporte em Campo Grande revela novos classificados para a Morfologia do Cavalo Crioulo

Chegando a quase uma década de realização e sucesso concretizado, o Passaporte de Outono de Campo Grande é uma referência em eventos realizados fora da região sul. Promovido pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Mato Grosso do Sul, representando bem a Área de Expansão do Cavalo Crioulo, entre os dias 5 e 6 de abril, 66 animais marcados, mais 17 incentivos, estiveram na pista do Parque de Exposições Laucídio Coelho em busca de garantir uma vaga na seletiva morfológica rumo à Final Morfológica na Expointer 2024, que acontecerá em agosto na Arena do Cavalo Crioulo, em Esteio (RS).

O Cavalo Crioulo foi o maior em exemplares e também diferentes cidades com animais expostos, atraindo expositores do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Goiás e também da região, durante a 84ª Expogrande, tradicional feira agropecuária realizada no Centro-Oeste brasileiro, no Estado sul matogrossense. “Sonho e união essa é a receita do sucesso o nosso Núcleo”, destaca Roberto Araujo Diedrich, presidente do NCCC do Mato Grosso do Sul, que completa afirmando a “união do núcleo, trabalho em equipe realizado a muitos anos, projetos de qualificação de mão de obra, conscientização de criadores de trazer os animais para as seletivas morfológicas, da mesma maneira que é o sonho particular de cada um ter um animal em pista na final da Morfologia Expointer, e chegar lá e fazer bonito”, destacou.

O criador de Cavalos Crioulos e atual presidente da feira, Guilherme Bumlai, também falou sobre a participação da raça no evento. “Agradeço a participação expressiva na quantidade de animais durante a Expogrande. Animais de excelente qualidade, nível técnico de altíssimo e que possamos no ano que vem estar ainda maiores e melhores levando a raça durante essa grande feira em âmbito nacional”, salientou.

Morfologia Cavalo Crioulo

Encarregada de avaliar os exemplares e assim ordenar as filas, a experiente inspetora técnica e jurada da raça, Christina Freitas, que pela primeira vez teve oportunidade de julgar uma seletiva na Região 8 (como se denomina a região de expansão do Cavalo Crioulo fora dos Estados do Sul), enfatizou durante seus comentários, a forte qualidade dos animais encontrados. “É um prazer enorme estar aqui em pista, uma região com sucesso concretizado, com tanta qualidade de animais, os que se consagraram campeões foi no detalhe”, ressaltou a jurada.

Integrando a lista de animais aptos a disputar a Final da Morfologia Expointer 2024, Jóia Rara da GAP São Pedro–TE, conquistou o Grande Campeonato entre as Fêmeas e Melhor Exemplar da Raça do Passaporte de Campo Grande, arrancando elogios da jurada, “A Grande Campeã hoje foi excepcional. Uma égua que enfrentou muito bem a pista, caminhando muito bem, movimentação excelente, muito bem aprumada, tem uma excelente estrutura”, explicou Christina.

Já entre os Machos, quem puxou a fila foi o jovem potranco Historiador de Santa Larissa, que também foi elogiado: “Uma qualidade extrema, um esqueleto bem formado, encarou muito bem a pista, equilibrado, muito correto, de um temperamento excelente e isso representa muito nossa raça”, reforçou a jurada.

O resultado completo com os nomes dos classificados podem ser conferidos através do site da ABCCC.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Kauê Cariolato

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Cavalo Crioulo marca presença novamente nas pistas da Expogrande

Além da tradicional Exposição Passaporte, núcleo promove provas e leilão da raça na feira de Campo Grande

Publicado

⠀em

Cavalo Crioulo marca presença novamente nas pistas da Expogrande

Raça em expansão no Estado de Mato Grosso do Sul, o Cavalo Crioulo mais uma vez será atração no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande, durante a Expogrande, que chega a sua 84ª edição. O Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Mato Grosso do Sul, realiza durante esta semana mais uma edição da Exposição Passaporte para a Morfologia. Durante o evento, serão conhecidos mais oito exemplares que irão garantir vagas para a final Nacional da Morfologia, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), durante a Expointer, no mês de agosto, em Esteio (RS).

Cavalo Crioulo

O presidente do Núcleo, Roberto Diedrich, ressalta que a cada ano que passa, o evento da raça Crioula realizado durante a Expogrande apresenta maior quantidade, além da qualidade dos animais em pista. “Também já temos muitos criadores confirmados, inclusive também do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso e São Paulo, vindo ao nosso passaporte. Muitas cabanhas de expressão na raça Crioula trarão animais. A expectativa é muito grande”, destaca.

A Exposição Passaporte ocorrerá nos dias 5 e 6 de abril e terá na avaliação dos animais a inspetora técnica e jurada do Cavalo Crioulo, Christina Freitas Bandeira de Mello, com trabalhos técnicos de Rafael Fagundes Sant`anna. Antes, na programação, também ocorrerá nos dias 3 e 4 de abril o terceiro redomão do Mato Grosso do Sul. “Este ano viemos com 25 potros inscritos, um número recorde e, para nós, um número muito satisfatório. Vamos ter participantes do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul”, observa Diedrich, acrescentando que as provas terão uma premiação total de R$ 30 mil. “A gente tem muita satisfação em fazer essa prova e ver que a cada ano vem crescendo mais. E uma grande importância dentro dessas três provas é a qualificação da mão de obra aqui das regiões de expansão”, complementa, lembrando também que ocorrerá a prova do Freio do Proprietário, onde os próprios donos participam da competição similar ao Freio de Ouro.

Na programação ainda consta a terceira edição do leilão Portos do Cerrado, às 20h do dia 5 de abril, com uma oferta de 24 animais da raça Crioula. “O crescimento da raça e das provas no Estado é nítido”, frisa o presidente do Núcleo. O analista de expansão da ABCCC, Lucas Lau, reforça que o Cavalo Crioulo abrirá a programação dos equinos na feira. “A raça Crioula é a raça que abre a parte equestre na Expogrande. No redomão tivemos uma grande surpresa, além de uma grande procura para a Passaporte. Creio que teremos uma exposição muito bonita”, complementa.

Confira a programação

05 de abril de 2024 (Sexta-feira)

8h – Início do Julgamento Morfológico
14h – Continuação do Julgamento Morfológico
19h – Confraternização e Leilão

06 de abril de 2024 (Sábado)

9h – Julgamento dos Grandes Campeonatos

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Fagner Almeida

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Passaporte em Chapecó classifica mais oito exemplares para a Final da Morfologia

Primeira exposição do ciclo em 2024 teve como grande destaque égua vinda de criatório do município gaúcho de Bom Jesus

Publicado

⠀em

Passaporte em Chapecó classifica mais oito exemplares para a Final da Morfologia

O município de Chapecó, conhecido como o pólo industrial do Estado catarinense, comemorou neste sábado, 23 de março, a seleção de mais oito exemplares, quatro machos e quatro fêmeas, que garantiram vaga na aguardada Final da Morfologia Expointer 2024. O evento, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) acontecerá no mês de agosto, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), no Rio Grande do Sul.

Passaporte em Chapecó

Sob um céu ensolarado, um público expressivo compareceu ao Parque de Exposições Dr. Valmor Ernesto Lunardi (Efapi) em Chapecó, nos últimos dois dias, transformando-o na casa do Cavalo Crioulo em Santa Catarina. Na sexta-feira, 22 de março, o Inspetor Técnico do Cavalo Crioulo, Thiago Orlando, admitiu 73 exemplares para a disputa da Exposição Passaporte Morfológica.

Os jurados responsáveis por organizar as filas das categorias morfológicas, Fábio Camargo (principal) e Ewerson Breda (auxiliar), conduziram o julgamento que resultou na seleção dos quatro melhores exemplares nas categorias de machos e fêmeas, totalizando mais oito selecionados para a disputa final na Arena do Cavalo Crioulo. Ao término do evento, o jurado titular mostrou-se satisfeito com o nível dos animais presentes na Exposição e elogiou os exemplares selecionados. “São animais muito parelhos e equilibrados que certamente competirão em alto nível em Esteio”, concluiu Fábio, que ainda complementou: “representarão muito bem a raça”.

GAP Original

Nas fêmeas, a grande vencedora em Chapecó foi a égua Cara Pampa da Bézinha. A colorada Bragada, criada e exposta por Paulo Roberto Borges Silveira, da Fazenda da Bézinha, de Bom Jesus (RS), ainda levou o título de Melhor Exemplar da Raça. Já nos machos o grande campeão foi GAP Original, criado por Eduardo Macedo Linhares e exposto pela Parceria GAP Genética, da Estância GAP São Pedro, de Uruguaiana (RS).

Todos os classificados podem ser conferidos no site da ABCCC.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/João Morais

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Oeste Catarinense abre seletivas morfológicas do Cavalo Crioulo no ano

A Passaporte de Chapecó deve movimentar criadores da região e do norte do Rio Grande do Sul

Publicado

⠀em

Oeste Catarinense abre seletivas morfológicas do Cavalo Crioulo no ano

A cidade de Chapecó, no Oeste Catarinense, está sediando, até domingo (24), mais uma edição da Exposição Morfológica Passaporte. O evento, que será a primeira das seletivas à Morfologia Expointer a ser realizada neste ano, acontece no Parque Tancredo Neves. Estão sendo esperados ao menos 80 animais inscritos. Serão selecionados quatro machos e quatro fêmeas para a final nacional, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), durante a feira de Esteio (RS).

O presidente do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do Oeste Catarinense, Amélio Kwiecinski, ressalta que Chapecó tem por tradição realizar grandes passaportes. “A cidade está muito bem localizada geograficamente, a gente conta com um parque excepcional, um pavilhão com mais de cem cocheiras cobertas e de ótima qualidade, logística muito boa para chegar até o parque”, afirma o dirigente. Ele diz, ainda, que a região também é rica em criatórios da raça Crioula. “Não são grandes criadores, mas são criadores em desenvolvimento”, afirma.

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) já anunciou, por meio do setor de Provas e Eventos, os jurados da Passaporte. Fábio Camargo será o titular e terá como auxiliar Ewerson Breda.

Confira a programação seletivas

Dia 22 de Março de 2024 (Sexta-feira)
8h – Concentração de Machos
10h – Admissão incentivos e marcados
13h30min – Morfologia Incentivo, Campeonato e Grande Campeonato
17h30min – Continuação admissão Passaporte

Dia 23 de Março de 2024 (Sábado)
8h – Exposição Morfológica Passaporte, Campeonato e Grande Campeonato
13h30min – Continuação Morfologia Passaporte, Campeonato e Grande Campeonato

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Felipe Ulbrich

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Crioulaço 2024 conhece seus campeões em disputa acirrada na final do evento em Esteio

Na pista coberta do Cavalo Crioulo 180 duplas participaram das categorias que compõem o evento promovido pela ABCCC, superando o ano passado

Publicado

⠀em

Crioulaço 2024 conhece seus campeões em disputa acirrada na final do evento em Esteio

O número de duplas competidoras que participou da Final Nacional do Crioulaço 2024, realizada entre os dias 11 e 16 de março, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), superou o do ano passado. Movimentaram a pista do Cavalo Crioulo 180 duplas. Em 2023 foram 154. A modalidade de laço da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) conta as categorias: Força A, Força B, Força C, Laço Criador, Laço Prenda, Laço Família, Laço Jovem, Laço Proprietário e Potros de Ouro.

Em uma disputa acirrada entre os finalistas que tiveram um bom aproveitamento das armadas, neste sábado, dia 16 de março, se consagrou como campeão no Laço Criador Força A, Ivo Barbosa Fernandes Neto, com Rob 377 Mustang. Segundo ele, criar cavalos é uma grande satisfação. “Laçar com um bicho criado pela gente, ver desde potrinho e chegar aqui no palco maior e ser campeão é uma enorme alegria”, afirmou. O segundo lugar na prova ficou com Giliard Tâmara de Mello, montando Âncora da Odorata.

Campeões Crioulaço

Na Dupla Força A, principal categoria da final, as quatro melhores duplas dividiram o prêmio. Por sorteio, o primeiro lugar ficou com a dupla Felipe Pereira Quevedo, montando Carpeta do Guassupi, e Matheus Martins, montando Andarilha do Guassupi. Já Giliard Tâmara de Mello ganhou como ginete destaque. Felipe Pereira Quevedo agradeceu a Deus e ao seu companheiro de dupla, dedicando o prêmio para a sua família. Matheus Martins, por sua vez, dedicou a vitória para a sua mãe que fez aniversário e também à parceria com Felipe. Os dois ginetes agradeceram, ainda, ao doutor Manuel Crossetti da Cabanha Barra do Guassupi, pelo apoio.

O vice-presidente de Provas Esportivas da ABCCC, Fernando Gonzales, disse acreditar que a entidade está entrando numa nova era do laço. “A modalidade laço comprido é a maior modalidade eqüestre do país e a Associação está atenta à importância dela. Todas as alterações de regulamento, todas as mudanças que foram feitas são no sentido de aproximar mais o laço comprido. Não que a modalidade tenha que mudar, a gente deve se adequar à ela”, afirmou o dirigente.

Os resultados completos do Crioulaço por categorias podem ser conferidos no site da ABCCC em abccc.com.br. A final do Crioulaço teve o patrocínio de John Deere, Mundo do Laço, KTO, Supra e Vetnil, apoio de Cabanha Santa Carmelita e Fazenda Kaûixi e a parceria de Cabanha Santa Fé, Estância Aurora, Estância Liberdade, Estância Quaraci e Estância Tamanca.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Maurício Vinhas

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Final Nacional do Crioulaço movimenta arena do Cavalo Crioulo em Esteio

Quem não errar a armada será consagrado campeão no sábado no Parque de Exposições Assis Brasil

Publicado

⠀em

Final Nacional do Crioulaço movimenta arena do Cavalo Crioulo em Esteio

Uma prova que simula as lidas no campo e a rotina na fazenda vai movimentar a pista do Cavalo Crioulo nesta semana. A final Nacional do Crioulaço 2024 reunirá tradição e começou no dia 11 e segue até 16 de março, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). A expectativa da Comissão do Crioulaço da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) é que esta edição supere o número de duplas de competidores do ano anterior e ao todo já foram recebidas 250 inscrições em todas as categorias.

A modalidade Crioulaço já é disseminada em todo território nacional e reúne homens, mulheres, famílias e amigos apaixonados pelo esporte e pelo Cavalo Crioulo. Competem, ao todo, em sete categorias: Força A, Força B, Força C, Laço Criador, Laço Prenda, Laço Família e Potros de Ouro. Telmo Peixoto, coordenador da Comissão do Crioulaço, explica que, após várias etapas de seleção, os competidores passam por uma eliminação no estilo mata-mata, onde um erro é suficiente para a desclassificação. “Tem a fase classificatória com uma porcentagem de aproveitamento para passar para a fase final, e aí na fase final é mata-mata, onde o competidor que acertar a sua armada segue disputando até a final e o que errar, erra e está fora, até chegar nos ganhadores”, explica.

Ele diz, ainda, que estão sendo aguardadas para entrada em pista, 180 duplas. Se confirmado, o número irá superar a marca de 154 do ano passado. “Os números de etapas do ciclo também tiveram aumento significativo. Pequenas mudanças no regulamento favoreceram este aumento e a pista estar coberta é também um atrativo a mais para o laçador”, justifica Telmo Peixoto.

Confira a programação da Final Nacional Crioulaço

12 de Março de 2024 (Terça-feira)
8h às 20h – Início da entrada dos animais

13 de Março de 2024 (Quarta-feira)
8h às 20h – Continuação da entrada dos animais

14 de Março de 2024 (Quinta-feira)
8h às 20h – Continuação da entrada dos animais
7h30min – Laço Proprietário (Classificatória)
Laço Família
Laço Prenda
Laço Jovem
Potros de Ouro (Classificatória)

15 de Março de 2024 (Sexta-feira)
8h às 20h – Continuação da entrada dos animais
7h30min – Laço Criador C (Classificatória) (Passa 10 para final)
Laço Criador B (Classificatória) (Passa 10 para final)
Laço Criador A (Classificatória) (Passa 10 para final)
Laço Dupla Final Nacional C (Classificatória)
Laço Dupla Final Nacional B (Classificatória)
Laço Dupla Final Nacional A (Classificatória)
Abertura Oficial da Final Nacional do Crioulaço

16 de Março de 2024 (Sábado)
7h30min – Final Laço Criador Força C
Final Laço Criador Força B
Final Laço Criador Força A
Final Nacional Dupla Força C (Para em 12 ou menos)
Final Nacional Dupla Força B (Para em 10 ou menos)
Final Potros de Ouro
Final Nacional Dupla Força A

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Felipe Ulbrich

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Égua de Rolante garante o tricampeonato no Mancha Crioula 2024

RE Rosa Morena-TE vence pela terceira vez a exposição de cavalos Crioulos de pelagem manchada realizada pela Trajano Silva Remates

Publicado

⠀em

Égua de Rolante garante o tricampeonato no Mancha Crioula 2024

Com muitas novidades, o Mancha Crioula deste ano, realizado na Arena do Cavalo Crioulo do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), coroou como melhor exemplar da raça a égua RE Rosa Morena-TE, que alcança o seu tricampeonato no evento. O exemplar, de pelagem oveira negra, foi exposto por Evaldo Francisco da Rosa, da Estância Liberdade, de Rolante (RS).

Mancha Crioula 2024

A égua RE Rosa Morena-TE, grande campeã das fêmeas, ganhou a disputa do cavalo grande campeão dos machos El Picazo Cahuel, de pelagem oveira colorada, que foi exposto por Volnei Pereira Gomes, da Cabanha VT Morro Azul, de Timbó (SC). Segundo o jurado, Felipe Caccia Maciel, a RE Rosa Morena-TE é uma égua com a linha superior muito correta, profunda, boa paleta, com muito bom ventre e bom tronco. Em relação ao macho El Picazo Cahuel, Maciel disse que esbanja selo racial, possui uma excelente cabeça e orelhas, muito bom pescoço e caminha com uma naturalidade bastante interessante, além de ter bons garrões e muito boa estrutura óssea.

O gerente de relacionamento com o mercado da Trajano Silva Remates, Décio Lemos, afirmou que o Mancha Crioula foi novamente um grande sucesso, “agora ampliado com mais uma prova funcional”. “Um evento que já se consolidou e mostra que a Trajano Silva vem fazendo o movimento certo ao prestigiar a raça Crioula e os animais oveiros, tobianos e bragados”, salientou.

Conforme Lemos, este ano o Mancha Crioula contou com grandes parcerias e para frente terão mais novidades. “Muitos cavalos premiados já vinham participando e este ano isto se solidificou com a presença de animais finalistas da Expointer concorrendo e mostrando que a qualidade está se superando cada vez mais ano a ano no Mancha Crioula”, observou.

Entre as novidades, ocorreu o primeiro redomão do Mancha Crioula, que teve Maciel e Luís Rodolfo Machado como jurados. O vencedor foi o domador Adrian Rosa, com El Barquero 111 Don Clementino, com nota final de 65,788. Além disso, o evento também foi momento de negócios, com o leilão Mancha Crioula, onde a tricampeã da exposição teve uma barriga vendida pelo valor de R$ 100 mil, prenhe do grande campeão da FICCC 2023, Del Oeste Zorrino. Já o remate da Marconi, Santo Anjo e Bela Esperança foi o primeiro evento do ano na raça a ultrapassar os R$ 1 milhão de faturamento.

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/Nestor Tipa Júnior

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo

Crioulo

Classificatória na Argentina apresenta primeiros selecionados para a final do Freio de Ouro

Evento integrou a programação da feira Nuestros Caballos, realizada na Sociedad Rural da Argentina, em Buenos Aires

Publicado

⠀em

Classificatória na Argentina apresenta primeiros selecionados para a final do Freio de Ouro

Dando o pontapé inicial para conhecer os finalistas da maior prova de seleção da raça crioula, entre os dias 28 de fevereiro e 02 de março, as pistas da Sociedad Rural de Palermo, em Buenos Aires, Argentina durante a Exposição Nuestros Caballos, foi palco da primeira Classificatória ao Freio de Ouro 2024.

Na Argentina, a disputa trouxe 48 fêmeas e 42 machos que definiram oito exemplares, quatro fêmeas e quatro machos, para a final que acontece durante a Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, na Arena do Cavalo Crioulo, em Esteio (RS), promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

O fechamento do último dia de disputas da Classificatória Argentina foi um verdadeiro espetáculo. Com notas finais que perpassam os 20 pontos, os hermanos se reuniram em uma verdadeira festa, comemorando a conclusão do Freno de Oro argentino e classificando os exemplares para a final brasileira que acontece entre os dias 26 e 31 de agosto, na Expointer 2024.

Na categoria fêmeas, a primeira classificada se manteve entre as quatro líderes desde a etapa de Andaduras e, a partir daí, continuou escalando posições até finalizar o dia no topo do ranking. Com isso, Picara Incaica, criada por Enrique Francisco Morea, Exposta por Compañia Consignata Paz Hnos S.R.L, da cabanha San Basílio, com o ginete Horácio Daniel Casin, alcançou a média final de 19,646 pontos.

Entre os quatro classificados na categoria machos, mais novidades podem ser encontradas no topo da tabela. Com o ouro argentino, Cara Cara Aña Chera’a, criado e exposto por Nestor Oscar Sieber, cabanha Cara-Cara-Aña, com o ginete Luís Alberto Dure, também demonstrou toda sua desenvoltura nas provas com o gado e, com média final de 21,079, finalizou o dia com a primeira vaga para a final do Freio de Ouro.

Para o julgamento na Argentina, indicados através do acordo entre as Associações nas Classificatórias internacionais, as duplas brasileiras escolhidas foram formadas por Alexandre Pons Suñe, Luiz Alberto Martins Bastos e da Argentina, o jurado Santos Miguens, na categoria fêmeas. Já na categoria machos, os responsáveis pelo julgamento foram Carlos Loureiro de Souza, Ciro Manoel de Canto Freitas e o argentino, Carlos Cattani.

Confira o resultado dos classificados na Argentina:

FÊMEAS

1ª Colocada
Picara Incaica, criada por Enrique Francisco Morea, Exposta por Compañia Consignata Paz Hnos S.R.L, cabanha San Basílio, com o ginete Horácio Daniel Casin
Média final: 19,646

2ª Colocada
Charque Chancleta, criada e exposta por Júlio Alberto Ballester Suc, cabanha San Arseno, com o ginete German Barale.
Média final: 19,541

3ª Colocada
Deguati Almendra, criada e exposta por Juan José Barreneche, cabanha Los Vascos, com o ginete Lucas Lopes de Freitas.
Média final: 19,181

4ª Colocada
Mentada Zamarramala, criada e exposta por Leandro Antonio Lopez, cabanha El Caraí, com o ginete Mauricio Nicolas Paz.
Média final: 18,828

MACHOS

1º Colocado
Cara Cara Aña Chera’a, criado e exposto por Nestor Oscar Sieber, cabanha Cara-Cara-Aña, com o ginete Luís Alberto Dure.
Média Final: 21,079

2º Colocado
Tropezon Falucho, criado e exposto por Pablo Emílio Tronconi, cabanha Santa Bárbara, com o ginete Maurício Nicolas Paz.
Média Final: 20,194

3º Colocado
Tropezon Roña, criado e exposto por Pablo Emílio Tronconi, cabanha Santa Bárbara, com o ginete Maurício Nicolas Paz.
Média final: 19,944

4º Colocado
Tañido Tronador, criado e conduzido por Luis Alberto Dure, exposto por Felipe Juan Ballester, cabanha La Esperanza.
Média Final: 19,543

Por Divulgação/Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação/ABCCC

Leia mais notícias aqui.

Continue lendo
WordPress Ads
WordPress Ads