Assessoria

‘Animais atletas recebem cuidados especiais nas Olimpíadas’, revela especialista

Hipismo e Pentatlo Moderno, esportes praticados com cavalos, estão entre as 46 modalidades dos Jogos Olímpicos

Publicado

⠀em

'Animais atletas recebem cuidados especiais nas Olimpíadas', revela especialista

Os cavalos são os únicos animais a participar dos Jogos Olímpicos, criados em 1890 pelo suíço Pierre de Frédy. Com 46 modalidades, duas envolvendo equinos, as Olimpíadas são consideradas o maior evento esportivo do planeta. Este ano, ocorrem na capital japonesa, Tóquio, de 23 de julho a 08 de agosto de 2021.

Segundo especialista, os animais são preparados física e tecnicamente antes das provas. “Para participar das competições, os cavalos passam por fluidoterapia, fisioterapia, tratamento de imunidade, articular e muscular. Em Tóquio, o clima é quente e úmido. Sendo assim, os cavalos recebem cuidados especiais, para que possam se ambientar, antes de chegar ao país”, explica Rogério Saito, veterinário da equipe da Seleção Brasileira de Hipismo (Salto) há 11 anos e parceiro Vetnil.

Depois de participar de três jogos panamericanos, três campeonatos mundiais, três copas do mundo e mais de 30 copas das nações, esta será a terceira vez de Rogério nas Olimpíadas. “Os cavalos são selecionados pelo chefe de equipe, técnico e veterinário. Todos são checados e encaminhados a um tratamento com ração, suplementos individuais e direcionados, antes de seguirem à quarentena”, completa o veterinário da Seleção Brasileira de Hipismo.

De acordo com Bruno Ribeiro, criador de cavalos e vice-presidente da Vetnil, empresa que oferece produtos para o cuidado individualizado de animais atletas, através de suplementos ou medicamentos, os Esportes Equestres têm relevante importância esportiva, econômica e cultural para o Brasil e o mundo. “O Hipismo e Pentatlo Moderno, praticados com cavalos nas Olimpíadas, agregam valores vultosos à cadeia produtiva do cavalo”, ressalta Bruno.

Voo dos cavalos a Tóquio

Dessa forma, para o voo a Tóquio, é exigida uma documentação completa, além de exames de sangue e vacinação dos animais. “A quarentena é feita com o time completo e um cavalo extra, totalizando cinco. Mas apenas quatro animais embarcam. Todos preparados para ter um voo tranquilo”, conta Rogério. Mesmo a escolha de quais cavalos vão compartilhar o container no voo – são transportados dois animais por container – é deliberada a fim de evitar, por exemplo, acidentes entre éguas e garanhões.

Do mesmo modo, ao chegar no destino, os cuidados continuam. “As cocheiras dos jogos são climatizadas, para que não sofram com calor e umidade. Durante o concurso, os animais são inspecionados diariamente”, completa o especialista.

Hipismo e Pentatlo Moderno nas Olimpíadas

Por fim, o Hipismo, maior esporte feito com cavalos no mundo inteiro, envolve competições individuais e em time. A modalidade da arte de montar animais atletas, estreou nas Olimpíadas no ano de 1900.

Atualmente, a modalidade se divide em Salto, Adestramento e Concurso Completo de Equitação. O Pentatlo Moderno é uma modalidade singular, pois agrega hipismo, esgrima, natação, corrida e tiro em uma única competição. Passou a fazer parte da lista dos esportes olímpicos em 1912, nos jogos de Estocolmo, capital da Suécia.

Fonte: Vetnil/AV Comunicação Equestre
Legenda e Crédito da foto: O Hipismo faz parte das Olímpiadas desde 1900 e os cuidados com os animais sempre foram um fator importante/Divulgação

Veja mais notícias no portal Cavalus

Cavalo Árabe

Haras Cruzeiro cria programa de incentivo exclusivo para animais adquiridos no leilão

Criatório visa o fomento do cavalo Árabe em diversas modalidades destacando a funcionalidade da raça, com premiação garantida de R$50 mil

Publicado

⠀em

Haras Cruzeiro cria programa de incentivo exclusivo para animais adquiridos no leilão

Considerada a raça mais antiga do mundo, o cavalo Árabe é também o mais funcional. Uma prova disso são os exemplares da raça que vão desde as competições de Halter, até as provas montadas, como Enduro, Cross Country, Três Tambores, Seis Balizas, entre outras.

Visando fomentar o cavalo de esporte e lazer, o Haras Cruzeiro criou um programa de incentivo exclusivo para animais que serão ofertados em seu leilão, que ocorre no próximo dia 07 de outubro.

Programa de Incentivo Exclusivo

Segundo André Cruz, administrador do criatório, o objetivo do programa é incentivar treinadores e usuários de cavalos a adquirir exemplares da raça Árabe para a prática de esporte e colocar este cavalo para competir em diversas modalidades.

“Os futuros proprietários de cavalos adquiridos em no nosso leilão concorrerão a três premiações. Primeiro as premiações distribuídas pelas Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Árabe – ABCCA e Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional – ANCAF nas provas, depois as premiações através do ranking Arabian Cup da ABCCA, e adicionalmente as premiações do Haras Cruzeiro – de R$ 50.000,00, mais premiação por perfomance no Arabian Cup 2022 e nas provas da Exposição Nacional de 2021 e 2022”, explica.

O regulamento do maior programa de incentivo do cavalo Árabe está disponível no link https://www.criarleiloes.com.br/Anexos/anexo_225_199.pdf .

Haras Cruzeiro

Atualmente, o Haras Cruzeiro está entre os melhores criadores de cavalos Árabes do Brasil. Bem como, o criatório se destaca como um dos haras de pensamento mais inovador da América do Sul, misturando o tempero europeu com gosto brasileiro produzindo uma coleção absolutamente diferente do que é ofertado por aí.

Então, não perca a oportunidade de adquirir um belo exemplar da raça Árabe e ainda participar do maior programa de incentivo exclusivo da raça. Dessa forma, o Leilão Haras Cruzeiro, que acontece no próximo dia 7 de outubro, será transmitido ao vivo pelo canal Terra Viva, com a batida do martelo por Dudu Vaz.

Por fim, para mais informações acesse www.criarleiloes.com.br

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das imagens: Divulgação/Haras Cruzeiro

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Leilão Rach Stud Classic apresenta a melhor genética do cavalo Árabe

Pregão acontece no sábado (25), e terá 34 lotes do criatório que foi um dos destaques da Nacional do Cavalo Árabe em 2020

Publicado

⠀em

Leilão Rach Stud Classic apresenta a melhor genética do cavalo Árabe

No próximo sábado (25), o Rach Stud abre as portas para mais um leilão de sucesso, o Rach Stud Classic. Bem como, com uma coleção de éguas com pedigrees internacionais, criadas por grandes criadores do Brasil e fêmeas oriundas de genética dos melhores reprodutores atuais do mundo, somados a qualidade dos  36 anos do Rach Stud.

O pregão conta então com uma seleção feita a dedo, oferecendo o melhor do Cavalo Árabe, com 34 lotes do criatório que, recentemente, conquistou o título de Melhor Criador de Halter e Melhor Criador e Expositor de Performance, títulos concedidos durante a Nacional do Cavalo Árabe, promovida pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe – ABCCA, em 2020.

Ricardo Saliba, ao lado do irmão, Paulo Saliba com alguns dos destaques do Rach Stud

“São 36 anos de criação do Cavalo Árabe. Começou com meu pai Jamil Saliba, e agora segue comigo e com meu irmão Paulo”, destaca Ricardo Saliba, anfitrião do Leilão.

Sendo assim, vale destacar que o leilão é 100% composto por fêmeas, matrizes, todas em idade de reprodução, com exceção apenas de uma potranca. “Durante as apresentações os lotes foram elogiados, ultrapassando expectativas do público que foi conferir de perto os animais. Temos éguas de vários criadores que serão colocadas novamente no mercado”, finaliza.

Anfitriões do Rach Stud com premiações da Nacional do Cavalo Árabe 2020

Leilão Rach Stud Classic

Por fim, o Leilão Rach Stud Classic será dia 25 de setembro, às 20h30, com a batida do martelo de Dudu Vaz e organização de Star World Leilões. Acompanhe ao vivo pelo canal Terraviva.

Dessa forma, o pré-lance já está aberto e segue até o dia do leilão, às 19h. Para mais informações e conferir o catálogo completo do pregão acesse https://www.starworldleiloes.com.br/lotes.asp?leilao_seq=108
 
Serviço
Leilão Rach Stud Classic
Data: 25 de setembro
Hora: às 20h30
Local: Transmissão pelo canal Terraviva

Por Heloísa Alves
Crédito das imagens: Divulgação/Rach Stud

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Haras Cruzeiro apresenta animais que serão ofertados no leilão

Apresentação ocorreu no último sábado (18), no Stud Training Center, em Bragança Paulista (SP)

Publicado

⠀em

Haras Cruzeiro apresenta animais que serão ofertados no leilão

As preparações para o Leilão do Haras Cruzeiro seguem a todo vapor. Com isso, no último sábado (18), o criatório apresentou uma parte dos lotes que serão ofertados em seu leilão, marcado para 07 de outubro.

A apresentação, que aconteceu no Stud Training Center, em Bragança Paulista (SP), teve a presença do presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe – ABCCA, Rodrigo Forte, e seu pai Carlos Forte, além de Claudio Santos, organizador de provas da ABCCA, Adriana e Alessandra do Haras das Cascatas, Reinaldo da Rocha Leão, juiz do cavalo Árabe, Leopoldo Coutinho, assessor de vários criadores, entre outros.

No total, 10 animais foram apresentados na tarde que contou também com um almoço para os convidados. “Os animais foram muito elogiados por suas qualidades morfológicas e pela sua doma”, destaca André Cruz, administrador do Haras Cruzeiro.

“Fiquei impressionado com várias coisas. Primeiro a qualidade do pedigree dos animais. Muito deles com pai e mãe importados, que reflete na genética desses animais. Nós vimos uma pequena amostra do leilão, ao menos três fêmeas que foram ali apresentadas caberiam em qualquer plantel do mundo, isso pelo pedigree e pelas caraterísticas morfológicas”, comenta Reinaldo da Rocha Leão.

Os presentes na apresentação conseguiram conferir de perto o que há de melhor em genética do cavalo Árabe para Esporte e Trabalho. Para isso foram apresentados: Danila La, Dychall La, Edynah La, Estrela La, Faryda LA, Finíssima LA, Gira La, Hava La e Havano La.

Leilão

Para esse leilão, o Haras Cruzeiro criou um incentivo aos compradores com premiação garantida aos que colocarem em pista esses animais. O programa de incentivo visa fomentar o cavalo montando, por isso uma premiação garantida de R$ 50 mil em provas apoiadas pela Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Árabe – ABCCA.

“Tenho uma boa expectativa para o leilão, pois temos sido procurados por criadores em busca de potras e éguas jovens para criação, além de potros / jovens garanhões. E estamos ofertando animais de pedigree de altíssima qualidade e reconhecimento internacional, como filhos e filhas de Marwan Al Shaqab, Gazaal Al Shaqab, TS Khidan El Shawan, El Tino, HDB Sihr Ibn Massai, QR Marc e RFI Farid”, comenta André.

Cruz ainda destaca que serão 33 lotes com animais já domados e iniciados em provas de Três Tambores e Seis Balizas. Estes animais estão hoje distribuídos por alguns centros de treinamento no estado de São Paulo. Temos seis animais em Bragança Paulista no Stud Training Center do Zico Guardia, oito animais com Monte Mor com a Lica Leão no GL Treinamentos, cinco animais no CT Fernando Oliveira em St. Antônio de Posse, além de quatro animais na Hípica Vidotto em Tietê”, finaliza.

Por fim, o Leilão Haras Cruzeiro, que acontece no próximo dia 07 de outubro, será transmitido ao vivo pelo canal Terra Viva, com a batida do martelo por Dudu Vaz.

Por Heloísa Alves 
Crédito das imagens: Divulgação/Haras Cruzeiro

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Haras Tauarí leva a funcionalidade do cavalo Árabe para Belém

Mancio Rodrigues, proprietário do Haras, ganhou, em 2020, o Prêmio Agropará, que foi entregue pela primeira vez para um criador da raça Árabe

Publicado

⠀em

Haras Tauari leva a funcionalidade do cavalo Árabe para Belém

Localizado na Fazenda Paissandu, Ilha de Mosqueiro, Baia do sol, em Belém (PA), o Haras Tauarí vem desde a década de 70 trabalhando na criação de cavalos. Nessa época, o criatório começou a sua trajetória com a criação de Mangalarga Paulista.

Então, após alguns anos, o Haras Tauarí se tornou incentivador da criação do cavalo Marajoara, uma raça brasileira, própria para as condições da Ilha do Marajó (PA). Contudo, após passar mais de 13 anos sem grandes contatos com equinos, o criatório retornou com a criação. Para isso, optaram pelo cavalo Árabe.

Mancio Rodrigues Lima, proprietário do haras e engenheiro mecânico formado, conta um pouco mais sobre essa história do Haras Tauarí com o cavalo Árabe, que começou com um contato após um evento da Comissão Coordenadora de Criação de Cavalo Nacional – CCCCN. “Durante um dos eventos da Semana do Cavalo, onde fui a convite do Dr. Joaquim Da Silva Nunes, tive o primeiro contato com um Puro Sangue Árabe. Eram animais levados para a exposição pela Família de Guilherme Echenique Filho, que introduziu a raça Árabe no Brasil”, explica.

Primeiro Cavalo Árabe em Belém

Dessa forma, o Haras Tauarí é o responsável por levar o primeiro exemplar da raça Árabe para a cidade paraense. “O nosso contato com dois potros de pelagem tordilha dos Echenique foi marcante. Começamos a verificar em detalhes o quanto a raça Árabe tinha a nos oferecer a nível de melhoramento no item Conformação e porque não também em beleza. Voltei de viagem totalmente envolvido com o cavalo Árabe, e trouxe para Belém o primeiro exemplar em 20 de agosto de 1978. Foi o meu primeiro Puro Sangue Árabe, era o Crystal Comet um filho de dois importados, Crystal King (Inglaterra) e Naga (Argentina). Logo após adquiri seis fêmeas excepcionais começando assim a criar o PSA”, conta Mancio.

O proprietário do Haras Tauarí conta ainda que, logo após trouxe do hipódromo Cidade Jardim, mais três éguas PSI, iniciando assim a criação do Anglo Árabe. “Com o decorrer dos anos, e motivado pelo próprio mérito da raça ÁRABE, fui me desfazendo dos outros animais e me concentrando no Árabe”.

Cavalos Árabes com a plantação de Açaí ao fundo

Plantel

Atualmente, o haras conta com um plantel de 68 animais registrados. Sendo 60 Puro Sangue Árabe e oito animais Cruza Árabe. “Este plantel é constituído com material genético do que há de melhor no Brasil e porque não dizer no mundo. Com este material genético em mãos aqui na Amazônia, o cavalo Árabe tem contribuído para o melhoramento de outras raças que aqui povoam como a própria Marajoara”, destaca

Mancio ainda comenta que a presença do cavalo Árabe na Amazônia veio para comprovar a sua capacidade de produzir em todo território nacional. “Hoje você encontra excelentes exemplares de raça desde o Rio Grande do Sul, ao extremo norte do Brasil”.

Fomento

Desde o ano passado, para contribuir no fomento da raça, Mancio começou a fazer leilões virtuais, com facilidade no pagamento. “Essa iniciativa contribui no surgimento de criadores, selecionadores, iniciando assim novos núcleos”, ressalta.

Prêmio Agropará

Por fim, em 2020, Mancio Rodrigues recebeu o prêmio Prêmio Agropará, que é considerada a maior do campo no Norte e Nordeste do país, com a finalidade de dar visibilidade e reconhecimento aos produtores do estado.

O proprietário do Haras Tauarí ganhou o prêmio pela categoria ‘Equinos, Asininos e Muares’. Sendo assim, é a primeira vez que um criador da raça Árabe ganha o Prêmio Agropará.

Por Heloísa Alves
Crédito das imagens: Divulgação/Haras Tauarí

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Breeders’ Cup e Internacional do Cavalo Árabe movimentaram o Centro Hípico de Tatuí

Provas aconteceram entre os dias 09 e 11 de setembro, com mais de 150 exemplares da raça Árabe em disputas nas modalidades de Halter, Performance, Três Tambores e Seis Balizas

Publicado

⠀em

Breeders' Cup e Internacional do Cavalo Árabe movimentaram o Centro Hípico de Tatuí

No último sábado (11), a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Árabe – ABCCA, concluiu mais uma edição da Breeders’ Cup e Internacional do Cavalo Árabe. Com disputas acirradas e animais de alta performance, o Centro Hípico de Tatuí (SP), foi palco de cinco competições que aconteceram de forma simultâneas. Foram elas: Brazilian Breeders’ Cup, Stallion Cup, Copa do Brasil, Internacional do Cavalo Árabe e 2ª etapa do Circuito da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional – ANCAF.

Em pista, foram mais de 150 animais com alto nível técnico. Bem como, na disputa, almejados troféus e premiação em dinheiro. Então, foram distribuídos R$136 mil, sendo R$21 mil pela 2ª etapa do Circuito ANCAF.

Para o julgamento, estiveram presentes dois juízes dos Estados Unidos (Brian Ferguson e Corky Sutton), um do Uruguai (Diego Puente Etcheverry), além de dois brasileiros (Fábio Alberto Amorosino e Luiz Antônio M Rocco).

“Os treinadores estão melhores ainda do que estavam, e a qualidade dos animais julgados também, além de terem se aperfeiçoado com uma boa apresentação”, expôs Brian Ferguson, que já julgou cinco eventos anteriormente da raça no Brasil.

Brazilian Breeders’ Cup e Stallion Cup

De acordo com o presidente da associação, Rodrigo Forte, a Brazilian Breeders’ Cup é um dos eventos mais esperados no ano pelos criadores. “Consideramos que é o principal prêmio para o criador do cavalo Árabe, uma vez que somente criadores, que ao mesmo tempo também são proprietários, podem participar. Mostrando, assim, os seus quatro melhores animais criados para concorrer essa premiação que ranqueia os principais criadores do Brasil”.

Dessa forma, vale destacar que o Stallion Cup é uma premiação anual que visa estimular a divulgação da produção dos reprodutores utilizados no Brasil e no exterior. Então, na ocasião, quem levou a melhor foi Quasim CRH, de criação de CRH Industria e Empreendimento Ltda e propriedade de Rodrigo Forte.

Já o Premium Cup que consagra o melhor potro da exposição, foi para Polarhis HVP (Polidoro FC x Charis RVB por Hariry Al Shaqab), do criador e expositor Haras Vila dos Pinheiros, que conquistou a premiação de R$ 15 mil, com apresentação de Dejair Souza.

“Ele é um potro diferente acreditamos muito em sua genética e no potencial dele e esse prêmio só nos mostrou que estávamos certos. Agora é preparar para a Nacional”, expôs Zetão Rodrigues, gerente do Haras Vila dos Pinheiros.

Polarhis HVP – Premium Cup/André Shiwa

Bem como, além de Polarhis, outros nove animais foram premiados no Top Ten da exposição. E ainda, recebeu prêmios outros quatro criadores no Top Five, dos melhores criatórios.

Copa Brasil

Pela copa Brasil, foram disputadas duas modalidades: Performance, com quatro categorias – Western Pleasure Sênior, Western Pleasure Open Class Aberta, Western Pleasure Young Horse e Western Pleasure Maiden Horse, e Halter, com três categorias – Campeonato Potranca, Campeonato Potro e Campeonato Cavalo.

Zezé Rodrigues, que ganhou em três categorias pela Performance, destaca que, apesar de poucos inscritos, é gratificante fazer uma prova de boa qualidade. “É muito bom quando você faz uma prova e é muito boa, independentemente do número de concorrentes. Eu fiquei satisfeito. A gente treina bastante para isso aí, eu tenho uma equipe muito boa que me ajuda”.

2ª Etapa Circuito ANCAF

Encerrando as disputas em Tatuí, a 2ª Etapa do Circuito ANCAF de Três Tambores e Seis Balizas contou com mais de 150 passadas. As disputas aconteceram em seis categorias (Aberta Sênior, Potro do Futuro, Feminina, Amador, Mestiços, Jovem e Kids. Já na Baliza, foram realizadas na Aberta Sênior, Feminino, Amador, Jovem e Kids.

De acordo com Bruno Zanotta, presidente da ANCAF, houve uma boa procura de pessoas que estão conhecendo o cavalo Árabe, que estão conhecendo a funcionalidade da raça, comprovada em pista.

“Quero primeiramente agradecer a todos os diretores, toda a diretoria da ABCCA pela força que vem dando ao cavalo de sela, nas provas de Três Tambores, Seis Balizas. Agradecer também aos competidores, criadores, proprietários que inscreveram seus animais nessa última prova”, comenta Bruno Zanotta.

Programa do Cavalo Árabe

Ainda na segunda noite de provas, houve uma edição especial do Programa do Cavalo Árabe, sob o comando de Dudu Vaz, o programa contou com um sorteio de prêmios do Ranking Parcial do 1° semestre da Arabian CUP 2021. Foram sorteados quatro cervejeiras, quatro TV’s 55’, além de produtos Conquestre.

“Terminamos três dias de exposição em clima de confraternização com aqueles que estiveram presentes. Uma exposição linda, concorrida. Como sempre, os cavalos de altíssima qualidade, em todas as modalidades que apresentamos”, finaliza Rodrigo Forte, frisando a retomada dos eventos.

Por fim, todas as informações, assim como os resultados das competições do último final de semana, estão disponíveis no site da ABCCA.

Por Heloísa Alves
Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das imagens: Divulgação/ABCCA

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Conjuntos formados com exemplares Árabes se preparam para a V Etapa do Campeonato ABHIR

Disputas – que ocorrerão em três modalidades, Salto, Hipismo Rural e Top Riders – valerão pontuação pelo Arabian Cup e o Campeonato ABCCA

Publicado

⠀em

Conjuntos formados com exemplares Árabes se preparam para a V Etapa do Campeonato ABHIR

A Hípica Vidotto, em Tietê/SP, recebe neste sábado (11) e domingo (12) as disputas dos conjuntos formados com exemplares Árabes pela V Etapa do Campeonato da Associação Brasileira dos Cavaleiros de Hipismo Rural (ABHIR), que abrange ainda as modalidades de Salto e Top Riders.

Na ocasião, os conjuntos do Hipismo Rural e Salto, formados por cavaleiros sócios ABHIR montando cavalos Árabes com registro na Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) e com confirmação de resenha por Inspetor Técnico do Stud Book, acumularão pontos no Campeonato ABCCA 2021. Então, após soma de todas as etapas, os campeões serão premiados na Festa de Encerramento ABHIR, realizado no fim do ano.

Por outro lado, os conjuntos formados por cavalos Árabes que disputarem a modalidade de Top Riders no Campeonato ABHIR irão pontuar para o Arabian Cup. Trata-se de um ranking de pontuação, criado e administrado pela ABCCA, que neste ano irá distribuir R$ 215 mil em prêmios, incluindo um carro 0 km, aos conjuntos melhores colocados em cada modalidade.

V Etapa do Campeonato ABHIR

De acordo com o presidente da ABHIR, Ricardo Vidotto, a expectativa para o evento deste fim de semana é positiva, ainda mais agora com a liberação geral dos eventos diante do avanço da vacinação da Covid-19. Mas, sobretudo, seguindo todos os protocolos de segurança a fim de se evitar uma possível contaminação.

“A expectativa é muito boa, ainda mais agora com o retorno das provas, vem aumentando o número de competidores de Salto e Hipismo Rural. Cada etapa está aumentando, está vindo desde julho, um aumento gradativo das inscrições. E a procura por cavalo Árabe tem sido maior a cada etapa também”, frisa Vidotto.

Dessa forma, no sábado (11), acontecerão as disputas das provas do Campeonato ABHIR de Salto, que é disputado em oito etapas, com dois descartes. Por fim, já no domingo (12) ocorrerão as provas de Top Riders e Hipismo Rural.

Serviço
V Etapa do Campeonato ABHIR
Provas de Salto, Hipismo Rural e Top Riders
Local: Hípica Vidotto, Rua Antônio José Vicentin, s/nr. – Bairro Areia Vermelha, em Tietê/SP
Data: 11 e 12 de setembro, a partir das 9h

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito da imagem: Divulgação/ABHIR

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

2ª etapa do Circuito ANCAF de Três Tambores e Seis Balizas irá distribuir mais de R$ 20 mil em prêmios

Disputas serão realizadas neste sábado (11), em Tatuí/SP, de forma simultânea com a Internacional do Cavalo Árabe

Publicado

⠀em

2ª etapa do Circuito ANCAF de Três Tambores e Seis Balizas irá distribuir mais de R$ 20 mil em prêmios

A Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), com o apoio da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), promove neste sábado (11) a 2ª etapa do Circuito ANCAF de Três Tambores e Seis Balizas. Valendo uma premiação de R$ 21 mil – sendo R$ 15 mil no tambor e R$ 6 mil na baliza -, as disputas começarão a partir das 10h no Centro Hípico de Tatuí/SP.

Antes de mais nada vale frisar que o local sediar, no mesmo dia, a Internacional do Cavalo Árabe, que incluem provas de Halter e Performance da raça. Os eventos seguirão todos protocolos de segurança a fim de evitar a proliferação da Covid-19 e suas variantes. Além disso, o uso de máscara facial será obrigatório no recinto.

2ª etapa do Circuito ANCAF

Bruno Zanotta, presidente da ANCAF, conta que estão previstas mais de 150 passadas na 2ª etapa do Circuito ANCAF. No Tambor, as disputas acontecerão em seis categorias (Aberta Sênior, Potro do Futuro, Feminina, Amador, Mestiços, Jovem e Kids. Já na Baliza, os competidores serão realizadas na Aberta Sênior, Feminino, Amador, Jovem e Kids.

“Com esse retorno das exposições do cavalo Árabe, nós estamos tendo um crescimento significativo da adesão ao cavalo Árabe de sela, que é resultado do trabalho da diretoria da ABCCA que fomenta a prática de esporte com a raça, principalmente o Tambor e a Baliza, que são as maiores modalidades do mundo equestre”, afirma Zanotta.

Por fim, vale citar que a 2ª etapa do Circuito ANCAF valerá pontos para o Ranking da Arabian Cup 2021, que terá premiação de R$ 215 mil. Tal valor é resultado do trabalho de fomento da ABCCA às modalidades funcionais do cavalo Árabe.

Mais informações sobre o cavalo Árabe bem como do Circuito ANCAF, acesse www.abcca.com.br ou entre em contato com Brunno Zanotta pelo telefone (11) 99962-6041.

Serviço
2ª etapa do Circuito ANCAF
Data e hora: 11 de setembro, às 10h
Local: Centro Hípico de Tatuí

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito da imagem: Divulgação/ANCAF

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Exemplares da raça Árabe promovem disputa eletrizante pelo GP ABCCA

Ao todo, participaram da disputa 11 animais, mas quem cruzou a linha chegada por primeiro, com sete corpos de diferença, foi Mentor Rach com o jóquei R. Viana

Publicado

⠀em

. Pelo Grande Prêmio da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) 11 animais estiveram em disputa, nos 1400 metros na pista de areia, concorrendo a uma bolsa de mais de R$ 15 mil em prêmios.

O Jockey Club de São Paulo foi palco neste sábado (04) de mais uma grande corrida destinada a exemplares da raça Árabe. Pelo Grande Prêmio da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) 11 animais estiveram em disputa, nos 1400 metros na pista de areia, concorrendo a uma bolsa de mais de R$ 15 mil em prêmios.

Após uma disputa eletrizante, Mentor Rach foi o vencedor. O animal foi conduzido à vitória pelo jóquei R. Viana, cruzando a linha se chegada com sete corpos de diferença do segundo colocado, no tempo de 1:37.001. Mentor Rach (Sarmata x Musa Rach) é de criação e propriedade do Rach Stud, da família Saliba, e é treinado por L. Quintana.

Na segunda posição chegou Obstinado Rach sob a condução do jóquei recordista mundial Jorge Ricardo, que cruzaram a linha de chegada no tempo de 1:38.220. O animal (Atentaddo VE x Obession Rach) é de criação do Rach Stud e de propriedade da Agropecuária Ilha da Chapada. Depois, em terceiro lugar ficou RG El Bak (RG Karat x Endora) e o jóquei Jeane Alves. O animal é de criação e propriedade de Claudio Roberto Guimarães Ribas.

“A corrida foi sensacional. Estava muito dividido o favorito, estava mesmo entre o Mentor e o Obstinado. Mas a gente achava também que o RG El Bak e a Mahatma Rach também tinha chances. Então, estava bem aberto, porque o Obstinado vinha treinando muito bem, estava espetacular, com tempos quase de PSI. Na corrida ele veio mesmo na frente, mas o Mentor deu uma arrancada final impressionante. Os dois são garanhões, o Mentor é um garanhão puro polonês, que está se provando um cavalo difícil de ser batido”, disse Ricardo Saliba.

Confira o resultado completo do GP ABCCA 2021:

1º MENTOR RACH e R.VIANA
2º OBSTINADO RACH e J.RICARDO
3º RG EL BAK e JEANE ALVES
4º MAHATMA RACH e F.LARROQUE
5º GUNTHER RACH e V.SOUZA
6º RG KODAK e R.MENDONÇA
7º VINCE RACH e I.SILVA
8º VENERADDO RACH e L.HENRIQUES
9º VELÍNIA RACH e O.PEREIRA FILHO
10º MANDATO RACH e A.R.OLIVEIRA
11º GWAN AJR e A.MESQUITA

Para saber mais sobre o cavalo Árabe, acesse www.abcca.com.br e acompanhe a Associação através dos perfis nas redes sociais @abccarabe.

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito e legenda da foto: Mentor Rach vence Grande Prêmio ABCCA 2021
Divulgação/ABCCA

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Com um plantel de campeões, Haras Cruzeiro está entre os melhores criatórios de cavalos árabes do Brasil

Criatório prepara um leilão para o dia 07 de outubro, que, além da oferta de 43 lotes, terá um projeto diferenciado em incentivo aos compradores

Publicado

⠀em

Com um plantel de campeões, Haras Cruzeiro está entre os melhores criatórios de cavalos árabes do Brasil

Localizado na região do Triângulo Mineiro, em Minas Gerais, o Haras Cruzeiro faz parte da Fazenda Engenho. A propriedade conta com mais de 9.000 hectares dedicada a agricultura e pecuária de corte.

Para adentrarmos na história do criatório, precisamos primeiro falar sobre a Fazenda Engenho. O local foi fundado em 1830 e é de propriedade de Leandro de Aguiar, que é a quinta geração da família a frente dos negócios.

Haras Cruzeiro

Em 1980 Leandro decidiu entrar no ramo de criação de cavalos. Na ocasião, optou por duas raças: Mangalarga e Puro Sangue Árabe. Então, dez anos depois, o programa de criação de cavalos árabes de Leandro ganhou maior importância dentro do Haras Cruzeiro.

Mas, foi em 2010 que aconteceu uma grande mudança. O criador viu, através das viagens à Europa, América do Norte e Oriente Médio um tipo diferente de criação e de investimento necessário para chegar a padrões de alto nível.

Com o passar dos anos, foram feitos importantes investimentos para importar animais fundamentais para o programa de criação do Haras Cruzeiro. Entre os exemplares importados estão: Shariba (Gazal Al Shaqab x Thee Rahiba), Turchiya MPE (WH Justiça x Thee Rahiba), FT Havanna El Keav (HK Keav Power x Hillary VCM), Yasmin HWM (Legacy of Fame x Dollysia HCF) e HDB Sihr Ibn Massai.

Com um plantel de campeões, Haras Cruzeiro está entre os melhores criatórios de cavalos árabes do Brasil
Haras faz parte da Fazenda Engenho, uma propriedade com mais de 9.000 hectares

Plantel

Atualmente, o Haras Cruzeiro conta com 210 animais em seu plantel. São nove garanhões, 50 cavalos castrados, 25 éguas em reprodução, 30 receptoras e 96 potros e potras com menos de 3 anos. E, para a temporada 2021/2022, o criatório já tem 45 nascimentos previstos.

Então, os resultados não poderiam ser melhores. Haras Cruzeiro, tem na sua história a conquista de 20 Campeonatos Nacionais, sendo cinco deles com cavalos de sua própria criação.

Dessa forma, entre os produtos criados pelo Haras Cruzeiro, vale destacar alguns campeões que vêm comprovando o trabalho e esforço do criatório, tanto nas pistas, quanto na reprodução. É o exemplo de Caríssima LA (HDB Sihr Ibn Massai x MS Magnolia), Campeã Nacional e mãe de Hesperado LA (por QR Marc), Campeão Prata 2019. Bem como, Dandara LA (HDB Sihr Ibn Massai x DA Vincis Jewel), Campeã Nacional Égua Jovem 2018, exportada para EUA aos cuidados de David Boggs, onde conquistou o 1º Lugar na categoria na Exposição de Scottsdale 2020. Em seguida, a multi-premiada Flora LA (HDB Sihr Ibn Massai x FT Havanna El Keav), exportada para o Almazrouei Stud dos Emirados Árabes Unidos.

Atualmente, o Haras Cruzeiro está entre os melhores criadores de cavalos árabes do Brasil. O local conta com um dos programas de criação mais intrigantes da América do Sul. O criatório pode ser facilmente destacado como um dos haras de pensamento mais inovador da América do Sul, com uma mistura de tempero europeu com gosto brasileiro produzindo uma coleção absolutamente diferente do que é ofertado por aí.

Projetos

Para estender esse programa diferenciado de criação, o Haras Cruzeiro também investe no cavalo de esporte. Tanto que em seu leilão que será realizado no próximo mês, criou um incentivo aos compradores com premiação garantida aos que colocarem em pista esses animais.

André Cruz, administrador do Haras Cruzeiro, comenta que a ideia é fomentar o cavalo montando, por isso uma premiação garantida de R$ 50 mil em provas apoiadas pela Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Árabe – ABCCA. “Esse valor será distribuído no final do Nacional este ano e, ao longo do próximo ano”, explica.

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das imagens: Divulgação/Haras Cruzeiro

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo

Cavalo Árabe

Tatuí sedia grandes eventos do cavalo Árabe nesta semana

De 9 a 11 de setembro, o Centro Hípico da cidade receberá disputas da raça, que mostrará toda sua beleza e funcionalidade em provas de Halter, Performance, Seis Balizas e Três Tambores

Publicado

⠀em

Tatuí sedia grandes eventos do cavalo Árabe nesta semana

O Centro Hípico de Tatuí sediará, entre os dias 9 e 11 de setembro, grandes eventos do cavalo Árabe. Trata-se da Brazilian Breeders’ Cup, Internacional do Cavalo Árabe, Copa Brasil e a 2ª etapa do Circuito da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), que promoverão disputas da raça em quatro modalidades. São elas, Halter, Performance, Três Tambores e Seis Balizas, que mostrarão, além da beleza, toda a funcionalidade da raça Árabe.

De acordo com a Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) – promotora do evento – as provas contabilizam juntas, até agora, 220 inscrições, podendo esse número aumentar ainda por conta das provas de Três Tambores e Seis Balizas, que seguem, com as inscrições abertas. Dessa forma, ainda segundo a entidade, os eventos distribuirão mais de R$ 130 mil em prêmios para os animais melhores colocados nas disputas.

Cavalo Árabe mostrará toda a sua funcionalidade durante as provas de Três Tambores

Então, os julgamentos dos animais, tanto no Halter quanto na Performance, ficarão a cargo de dois juízes dos Estados Unidos (Brian Ferguson e Corky Sutton), um do Uruguai (Diego Puente Etcheverry), além de dois brasileiros (Fábio Alberto Amorosino e Luiz Antônio M Rocco).

Antes de mais nada vale destacar que o evento seguirá todos os protocolos de segurança a fim de evitar a disseminação da Covid-19 e de suas variantes. Ou seja, o uso de máscara facial será obrigatório para todos no recinto, bem como os organizadores recomendam o distanciamento e a higienização constante das mãos.

Confira a programação completa do evento:

⦁ Quinta-feira, 9 de setembro
14h30 – Julgamento de halter da Copa Brasil

⦁ Sexta-feira, 10 de setembro
10h – Julgamento de Performance da Copa Brasil
– Western Pleasure: Estreantes – Novos – Sênior – Open – Amador
14h – Julgamento de halter do Brazilian Breeders Cup 2021

⦁ Sábado, 11 de setembro
9h – Julgamento de halter da Internacional
10h – Circuito ANCAF de Três Tambores e Seis Balizas

Colaboração: Cavalus Comunicação Equestre
Crédito e legenda da foto: Brazilian Breeders’Cup tem como objetivo valorizar o trabalho dos criadores/proprietários do cavalo Árabe – Divulgação/ABCCA

Veja mais notícias do Cavalo Árabe no portal Cavalus

Continue lendo