Cavalgadas Brasil

Cavalgada nos Campos de Cima da Serra

Nessa semana, Paulo Junqueira relata a experiência da cavalgada nos Aparados da Serra, Rio Grande do Sul, realizada o alto da Serra

Publicado

⠀em

Essa semana estou cavalgando nos Aparados da Serra, Rio Grande do Sul; primeira viagem a cavalo que faço com estrangeiros desde o início da pandemia.

Nosso pequeno grupo inclui o amigo Mike Castro com quem cavalguei no Peru em 2012, o Paulo Hafner pioneiro das cavalgadas no sul do Brasil, a Peery e a Blain, duas americanas que vieram só para essa cavalgada no Brasil.

Leia mais

O Mike decidiu fazer essa viagem como um “aquecimento” para a cavalgada que vai fazer no Wyoming, Estados Unidos em setembro. Certamente foi uma decisão sábia, pois estamos percorrendo trilhas que exigem preparo e experiência do conjunto.

Durante esses 3 primeiros dias, fomos até a Cachoeira dos Rodrigues, maior da região, atravessamos belíssimas matas de araucária e um bosque de xaxim que parece ter saído da pré-história. Também visitamos a queijaria Rincão Comprido aonde degustamos seu queijo serrano premiado.

Hoje foi o primeiro dos 3 dias em que vamos cavalgar na borda dos famosos Canions dos Aparados da Serra. Começamos pelo Canion do Monte Negro que está junto do Pico de mesmo nome, ponto mais alto do estado. O clima estava perfeito, com excelente visibilidade da sucessão de montanhas que parecem uma pintura no horizonte.     

O almoço foi churrasco no campo com vista para os “peirais” e meu cavalo pastando solto ao meu lado…

As duas americanas são da Califórnia, e como sempre acontece durante uma viagem a cavalo foi uma troca de informações muito rica. Elas queriam saber de lugares aonde já cavalguei e experiências vividas.

Uma cultura de aprendizagem baseada na natureza

A Peery relatou de uma experiência negativa que teve ao tentar cavalgar sozinha na Mongólia. Ela é professora numa Forest School, e explicou o que é esse sistema de educação que tem a natureza como base – “os seres humanos têm aprendido na natureza desde o início dos tempos, mas o conceito de escola da natureza só começou em meados do século XX.  A educação experiencial baseada na natureza, ambiental e ao ar livre pode assumir inúmeras formas, como acampamentos de verão, escotismo, programas Outward Bound e as escolas na natureza. Hoje as Escolas na Natureza são encontradas em dezenas de nações ao redor do mundo”

A Blain é fotografa de formação e trabalha em decoração com flores naturais. Está encantada com a natureza selvagem das matas e campos que percorremos.

A hospitalidade, a gastronomia gaúcha e os excelentes cavalos crioulos completaram o que a natureza especial dessa região nos proporcionou nesses dias.

Por: Paulo Junqueira Arantes
Cavaleiro profissional e Diretor da agência Cavalgadas Brasil
www.cavalgadasbrasil.com.br

Fotos: Divulgação

Mais notícias sobre cavalgadas no portal Cavalus

WordPress Ads
WordPress Ads