Copa Conexão Equestre de Equitação de Trabalho 2019 responsável pela quarta etapa da temporada, a grande final

O Conexão Equestre em Bragança Paulista/SP sediou a etapa final do Campeonato Paulista de Equitação de Trabalho. Os conjuntos campeões da temporada foram definidos no final de semana e, segundo os organizadores, as disputas promoveram um ‘sobe e desce’ dos conjuntos a cada apresentação. Deixando a decisão ainda mais emocionante, valendo não só o título da temporada, mas o da etapa também.

“Em mais uma etapa, onde o número de inscritos manteve a média de 60 conjuntos na temporada, o público presente pôde acompanhar desde às 8h30 da manhã uma das brigas mais interessantes dos últimos anos. Principalmente nas fases de Maneabilidade e Velocidade”, afirmam os responsáveis pelo campeonato.

O juiz de Equitação de Trabalho Alberto Guerra, Marcio Almeida e Aluísio Marins

De acordo com eles, em um percurso extremamente técnico, digno de uma final de campeonato, os conjuntos encontraram como primeiro obstáculo a retirada da vara. “Realizaram metade do número obrigatório de obstáculos de posse da vara, que tinham que pegar logo no início do percurso”.

Os líderes do ranking em diversas categorias onde os campeões foram definidos somente na última etapa, puderam demonstrar toda a habilidade e experiência adquirida no decorrer do ano para atingir seus objetivos.

Campeões Paulistas de Equitação de Trabalho 2019 categoria Cavalos Novos B: Marcio Almeida e Ícaro das Mangueiras

Emoção a cada apresentação
Além do já esperado número de novos competidores e novos cavalos, como vêm sendo tradição nas competições da ABET – Associação Brasileira de Equitação de Trabalho, um dos destaques foi a disputada Categoria Cavalos Novos B (Nível II). Marcio Almeida e Aluísio Marins promoveram momentos de muita expectativa.

Marcio Almeida com Ícaro das Mangueiras e Aluisio Marins com Equistro UDC Hip Hop, ambos animais da raça Puro Sangue Lusitano, terminaram a Copa Conexão Equestre empatados em número de pontos. E com a mesma porcentagem na fase de Maneabilidade – fase que define o desempate no caso de igualdade.

Adriano Rodrigues Reis e Encanto da Prata ficaram com o título da quarta etapa de Equitação de Trabalho na categoria Aberta Amadores

Desta forma, o campeão foi conhecido através do melhor resultado na fase de Ensino – a segunda no critério de desempate. A vitória da Copa e do campeonato, com diferença de apenas 3% da reprise, foi a favor do conjunto Marcio e Ícaro.

Em outras categorias, os campeões também só foram conhecidos nos últimos minutos de suas apresentações. Como o caso da Aberta Amadores, vitória da Copa ficou com Adriano Rodrigues Reis e Encanto da Prata (Lusitano); e no campeonato, título para Julia Lourenzon e Jakarta (S.R.D.); e Aspirantes, onde ambas as conquistas ficaram com o conjunto da casa Tawan Gois Requena e o Quarto de Milha Smoke Bravo.

Na Aspirantes, título decidido somente após a última apresentação, Tawan Gois Requena e Smoke Bravo foram campeões da etapa e do Paulista 2019 de Equitação de Trabalho

Novidades
Para o encerramento do ano, a ABET e a Cia de Equitação de Trabalho, em parceria com o Haras das Mangueiras, está programando um grande evento para a modalidade. Na mesma semana do Campeonato Brasileiro, o haras promete um curso internacional de Equitação de Trabalho, ministrado pelo cavaleiro português Miguel Fonseca.

Mais detalhes e valores de investimento você pode encontrar no harasdasmangueiras.com.br. Além do tradicional curso de juízes promovido pela ABET, que também será realizado na programação do Campeonato Brasileiro de Equitação de Trabalho 2019/Copa Brasil de Equitação de Trabalho 2019.

Fique por dentro clicando aqui. Todos os resultados da Copa Conexão Equestre e ranking final do Campeonato Paulista, acesse: ciadeequitacaodetrabalho.com.br.

Colaboração: Cia de Equitação de Trabalho
Fotos: Ney Messi/ABET e Marina R. Arruda/Conexão Equestre

Escreva um comentário